Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

terça-feira, 13 de setembro de 2016

EDUARDO CUNHA É CASSADO E PODE SER PRESO

Cassado por 450 deputados nesta madrugada, Eduardo Cunha perdeu os direitos políticos e o foro privilegiado, podendo ser preso a qualquer momento por seu envolvimento na Operação Lava Jato.

Na queda, ele culpou o governo de Michel Temer e poderá agora delatar centenas de deputados, senadores e ministros, além do próprio presidente.

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) teve seu mandato cassado nos últimos minutos da segunda-feira, marcando o fim de uma força política que detonou o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, e, sem sair da linha polêmica que vinha seguindo, caiu atirando e apontou o governo de Michel Temer como um dos culpados pela perda do mandato.

Para ele, o resultado com larga vantagem para sua cassação – 450 votos favoráveis, 10 contra e 9 abstenções-- foi fruto de uma conjuntura que reuniu a articulação do governo e a proximidade das eleições municipais, além de ter sido alimentado por um desejo de "vingança" nutrido por aliados de Dilma.

"É o conjunto político, do processo de vingança, da conjuntura. E aí eu culpo o governo hoje, não porque o governo tenha feito nada para me cassar, mas quando o governo patrocinou a candidatura do presidente que se elegeu em acordo com o PT, o governo, de uma certa forma, aderiu à agenda da minha cassação", disse.

Cunha refere-se à eleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) ao comando da Casa, candidatura que contou com o apoio de aliados de Dilma justamente por ser a mais competitiva em contraposição ao candidato mais identificado com Cunha.

"Eu disse que o governo é culpado quando fez o patrocínio, porque quem elegeu o presidente da Casa foi o governo, quem derrotou o candidato Rogério Rosso (PSD-DF) foi o governo", afirmou, negando no entanto, que seja de seu feitio fazer ameaças.

A cassação de Cunha marca o fim, ao menos por ora, de sua carreira política, já que com a Lei da Ficha Limpa a perda do mandato o deixa inelegível por oito anos, mas não encerra a controvérsia que cerca o deputado. Cresce agora, no ambiente político, o temor que faça uma delação premiada no âmbito da Lava Jato, podendo envolver integrantes do atual governo.

Questionado por jornalistas se faria este tipo de acordo, Cunha afirmou que apenas criminosos fazem delação e, como segundo disse, não cometeu crimes, não tem o que delatar. (Maria Carolina, Agência Reuters)


3 comentários:

  1. Uma vidente assim se expressou assim que foi eleito o Eduardo Cunha: "esse homem é o pior inimigo da Presidente Dilma".Após os fatos ocorridos,podemos ver ela estava totalmente certa.Caiu a Dilma,Caiu o Cunha e o PMDB está na corda bamba com um Presidente com 22 processos nas costelas.

    ResponderExcluir
  2. Cunha e Roberto Jefferson, ambos do Rio de Janeiro, foram dois dos mais brilhantes políticos que passaram por aquela Casa nos últimos 20 anos. Cunha comandou o impeachment de Dilma Rousseff e Jefferson a cassação de José Dirceu quando delatou o mensalão. Ambos foram vítimas de suas próprias espertezas e acabaram expulsos da Câmara pelos próprios pares.

    ResponderExcluir
  3. 0 PROFESSOR Fernando Gonçalves,jornalista e Advogado assim escreveu sobre o instituto da reeleição."A criatura se voltou contra o criador,o feitiço se contra o feiticeiro e quem com ferro fere termina se ferindo também".

    A reeleição não foi boa para FHC que depois de vender o Brasil quase todo terminou deixando o Brasil quebrar por 3 vezes.Deixou um governo piou do que o que recebeu.

    A reeleição não foi boa para LULA que depois de fazer um grande governo até 2006 deixou um país para si mesmo.Veio a crise dos Estados Unidos quando em 2008 o Barack Obama teve que tomar 4 trilhões de dólares emprestado ao mundo.Em 2009 o Brasil reduziu o IPI de 7% para 0%.Foi bom porque todo mundo pode comprar quase tudo,mas para as 5.570 prefeituras foi muito ruim porque deixamos de arrecadar em 6 anos de 2009 a 2014 mais de R$ 800 bilhões de reais.E com o fim da CPMF em dezembro de 2008 deixamos de arrecadar R$ 280 bilhões de 2008 a 2016.

    Tivemos a COPA DO MUNDO de 2014 quando grandes investimentos foram feitos e com isto tudo se agravou e por tabela tivemos as eleições de 2014 e o Brasil deixou de crescer e os movimentos sociais ao invés de apoiar todos os ajustes fiscais da Presidente Dilma passaram a sabotá-los e com isto terminou sendo deposta pelos seus pares e por tabela também conseguiu ver sendo deposto o seu algoz Eduardo Cunha.

    Hoje temos um governo que começou muito mal.Logo de início aplaudiu de pé os deputados federais aprovarem um aumento para eles, os juízes e afins de R$ 33.763,00 para R$ 39.293,00.E depois do poder judiciário de 41% e as bolsas famílias tanto criticada por eles mesmo de 9% para 12,5% em plena crise econômica,tudo errado.Fora é claro as pautas bombas que foram aprovadas por Eduardo Cunha que levaria o Brasil a gastar em 3 anos mais de R$ 300 bilhões.

    ResponderExcluir