Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sexta-feira, 8 de julho de 2016

FÉRIAS, TURISMO E O FESTIVAL DE INVERNO


Por Adelson do Vale

O setor turístico ainda continua comemorando o aquecimento da economia, até porque nos meses de junho e julho, é comum os turistas aproveitarem as férias de meio do ano, para viajar. Só que este ano com a alta do dólar, ficou melhor viajar dentro do Brasil do que ir para o exterior, e assim os   hotéis e restaurantes tiveram alta no aquecimento nas vendas.

Em junho, o ciclo junino trouxe um saldo positivo para as cidades que tem a marca forte de quem faz todo ano o melhor São João do mundo, ficando Caruaru em Pernambuco e Campina Grande, na Paraíba, com os hotéis lotados, e no entanto essas cidades há muito tempo conquistaram o turista que gosta de festas juninas, forró de pé de serra, além da culinária regional nordestina.

Essa combinação entre férias e grandes eventos sempre traz bons resultados para os habitantes dessas cidades, que movimentam de uma forma geral toda cadeia produtiva do setor turístico, hotéis, bares, restaurantes e praça de alimentação tem deixado os empresários e ainda pequenos comerciantes satisfeitos.

Para quem planejou as férias em julho, as agências de turismo continuam fechando as últimas reservas nos hotéis, com pacotes super econômicos parcelados em até 12 vezes nos cartões. Os agentes de viagens estão sugerindo aos seus clientes que nesta época do ano os melhores roteiros turísticos pode ser o litoral de Alagoas, Pernambuco, João Pessoa, Salvador e Natal. Assim, quem procura passar as férias nessas cidades tem a oportunidade de conhecer belas e encantadoras praias.

Festival de Inverno de Garanhuns/2016

Todo ano,  em julho, acontece o Festival de Inverno de Garanhuns, sendo considerado o maior do Brasil no gênero, que será realizado de 21 a 30 deste mês e quem gosta do FIG, não pode deixar de vir conferir o que acontece durante o evento,  pois Garanhuns, conhecida como Suíça Pernambucana, no Agreste Pernambucano, a cerca de 230 km do Recife, oferece aos visitantes, clima frio de montanha nesta época do ano, além de uma excelente rede hoteleira, pois seus restaurantes oferecem uma rica gastronomia regional, nacional e internacional que deixa o turista  satisfeito.

Já estamos em clima de Festival de Inverno, e toda a estrutura do festival começa a ser montada, camarotes, palcos e tendas. A programação ainda não foi divulgada pela Fundarpe uma vez que ainda não foi fechada toda a programação de shows, embora algumas atrações estejam confirmadas pelo Governo do Estado, como Biquíni Cavadão, Alceu Valença e a tradicional banda de forró Fulô de Mandacaru da Capital do Forró, de Caruaru.

Este ano, o grande homenageado do Festival de Inverno de Garanhuns, será o percussionista Naná Vasconcelos. Um justo reconhecimento da Fundarpe a um grande artista, que marcou presença muitos anos Naná Vasconcelos no Festival. O FIG, se destaca pelo tamanho do evento, e pela sua rica programação de shows musicais, teatro, mostra de cinema, circo, dança, exposições e lançamentos de livros, além de exposições de artes plásticas, fotografias antigas e muito artesanato em barro, palha e ainda literatura de cordel.


O melhor é que tudo é de graça. Basta botar, uma descompromissada calça jeans, o casado de frio e aproveitar tudo que Garanhuns tem a oferecer.

2 comentários:

  1. Enquanto em 2015 o FIG teve uma abertura glamourosa, neste ano a FUNDARPE com maior satisfação DEBOCHA, da prefeitura da cidade e da cara dos garanhuenses trazendo ELZA SOARES, para abrir o FIG, conforme noticia anunciada em um blog da capital. Ou seja, o festival começa a descer de ladeira a baixo, não podemos aceitar isso! É UM ABSURDO!

    PREFEITURA DE GARANHUNS POR FAVOR BOTA ELA PRA CANTAR NO PALCO INSTRUMENTAL DO PARQUE RUBER VAN DER LINDEN.

    Noelma Freitas

    ResponderExcluir
  2. O Brasil viveu momentos de euforias e alegrias com bandas e mais bandas tudo em nome da cultura e do progresso nacional.Foram 8 anos de FHC e tudo era alegrias em quase todos os municípios.Depois veio o LULA e foram 8 anos de muitas alegrias e as festividades eram bandas e fanfarras tudo pago pelo erário público Estadual e Federal.

    A EMPETUR E A FUNDARPE botaram para quebrar mesmo,mas quem quebrou foi o Brasil.Muitos de nós chegamos a dizer publicamente que nada o Brasil vai bem.

    Esses governos Estaduais navegaram e pegaram caronas tanto Jarbas Vasconcelos como Mendonça Filho e depois caíram tudo no colo de Eduardo Campos.

    Vieram os escândalos da EMPETUR E FUNDARPE e o MINISTÉRIO DO TURISMO empurrando bilhões para as festas e mais festas e fanfarras com o dinheiro público continuaram.Depois da chegada da Presidente Dilma em 2011 começou a diminuir um pouco as festas em abundância e as bandas Calyson,Saia Rodada,Raspadura com Mel,Arreios de Ouro,Calcinha Preta começaram a desaparecerem do mapa do Nordeste.Mas pouca gente e a imprensa não deram nenhuma notícia para saber o porquê dessas diminuições das festividades.

    Pouco historiadores pesquisadores analisaram as crises cíclicas no mundo que explodiram em 2008.Foi o ano em que os Estados Unidos da América quebrou e elegeu o primeiro negro Presidente.Em 2009 os EUA com o Barakc Russein Obama pediu ao mundo 4 trilhões de dólares emprestado para os EUA não quebrar e assim não quebrar o mundo todo.Foi o ano da marolinha do Lula e que os obrigou a baixar o IPI para 0%.Foram 6 anos assim.

    Foi um erro do Lula que deveria ter baixado para uns 3 ou 4% e um da Dilma que somente em 2015 subiu para 2% em em 2015 subiu para os 7% atuais.

    Em 2010 as farras continuaram com os nossos deputados federais dando o maior aumento da história republicana e que aplicaram 61,83% em seus salários quabdi a inflação foi de apenas 20% em 4 anos.Naquele ano o Lula bateu no bolso e disse assim," é isso mesmo, vocês agora deram um aumento que foi para R$ 26.723,13 e eu passei 8 anos ganhando apenas R$ 11.420,00.Em 2014 tudo se repetiu e o Brasil quebrado.Em 2016 Michel Temeroso aplaude de pé os deputados aprovaram os seus salários e juízes para R$ 39.293,00.Os servidores da justiça brasileira obtém 41% de aumentos enquanto que muitos servidores estaduais e municipais nem sequer tem aumentos.São estas e outras contradições que levaram o Brasil a ter um rombo em suas finanças públicos de R$ 170 bilhões anunciada pelo golpista Michel Temeroso.Ele mesmo dá o aumento e depois anuncia o rombo.Vai ser incompetente assim na baixa da égua! O pobre do trabalhador é quem paga as contas.

    ResponderExcluir