Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

domingo, 19 de junho de 2016

TEMER ENCASTELADO E DILMA NAS RUAS

Michel Temer está encastelado no Palácio, preso nas linhas do golpe que teceu na surdina, assombrado com as delações machadianas (nada a ver com Machado de Assis) e os próximos passos da Operação Lava Jato.

O presidente interino em vez de um ministério montou uma quadrilha e talvez estivesse pensando mais nas festa juninas do que em governar o Brasil.

Não teve condições ainda de participar de nenhum ato público, muito menos de experimentar os ares da rua, pois o medo de ser hostilizado, vaiado e chamado de golpista o faz temer pelo futuro, apesar de sua aparência de mordomo de vampiro.

Dilma Rousseff, a presidenta afastada pela alta impopularidade para barrar a “perseguição” aos políticos do PMDB e siglas igualmente corruptas, ao contrário de Temer percorre o país e é aclamada em Minas, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Recife.

É recebida com flores e gritos de “guerreira” e “coração valente”, deixando para trás os índices negativos de popularidade de quando estava no governo.

É que tudo era culpa da Dilma. Até a alta do tomate. Agora, graças ao impeachment, ela está livre de a responsabilizarem pelo preço extravagante do feijão, sem o qual o brasileiro não pode passar, mas que em algumas capitais já se aproxima dos 15 reais o quilo.

É feijão mesmo, não será ouro?

Ora, que ouro? O articulista já deve estar pensando nas olimpíadas e refletindo na profecia do jornalista Juca Kifouri, que entende de futebol, porém vez por outra dá também seus “pitacos” na política e a última dele foi prever que Michel Temer não irá durar e será estrondosamente vaiado nos jogos do Rio de Janeiro.

Se isso realmente acontecer, esperemos que o povo seja pelo menos polido com sua Excelência e não o mande tomar no cu, como fizeram com a presidenta (assim, no feminino, para acentuar as diferenças de gênero e, claro, com a permissão dos dicionaristas e gramáticos).

O fato é que Dilma virou vítima e daqui a pouco está mais popular do que Lula, deixando o ex-presidente com inveja, mas não do tipo daquela do Fernando Henrique Cardoso, capaz de adoecer e até de defender um golpe só para ter o gosto de derrotar o peão que o superou no exercício da presidência da República.

O mundo dá voltas e política é feito nuvem, muda de forma a todo momento. Assim, não sabemos ainda o que vai acontecer ao final.

Alguns ministros ainda devem cair, novas revelações bombásticas serão noticiadas, Michel continuará temendo pelo futuro, Dilma prosseguirá sendo aclamada como a vítima de um ato de injustiça, mas é provável que os senadores levem à frente a farsa, mantendo os mesmos esquemas de hipocrisia, maniqueísmo e corrupção até 2018, quando o povo terá a grande oportunidade de castigar os golpistas e renovar os podres poderes que reinam no Congresso Nacional.

6 comentários:

  1. NOS 13 ANOS DO GOVERNO PETRALHA A CLASSE MÉDIA PROCUROU POR TODOS OS MEIOS UM EMPREGO PÚBLICO(OU CARGOS COMISSIONADOS); OS POBRES PASSARAM O TEMPO TODO SÓ PENSANDO NAQUILO: BOLSA ESMOLA; OS ARTISTAS FIZERAM A FARRA COM A LEI ROUANET; OS SINDICATOS COM O IMPOSTO SINDICAL; OS PARTIDOS POLÍTICOS SÓ SE PREOCUPARAM COM AS MILIONÁRIAS VERBAS PARTIDÁRIAS; QUANTO AOS RICOS SE CONTENTARAM COM OS FINANCIAMENTOS DO BNDES... E A SAÚDE?! E A EDUCAÇÃO?! E A SEGURANÇA?! E A MORAL?! E A HONESTIDADE?!?!?! ORA, ORA, ORA!!! NA CARTILHA PETRALHA, ITEM POR ITEM TORNOU-SE SUPÉRFLUO...

    P.S.: - O PT, Lula e Dilma formam uma usina de trambiques e propinas...

    ResponderExcluir
  2. Nunca vi tamta verdade junta como essa do Altamir.

    ResponderExcluir
  3. Hoje seria o dia da ex-presidenta Dilma fazer sua defesa oral em interrogatório marcado pela comissão de impeachment no Senado. Mas ela não quis ou negou a se fazer presente. Seus assessores acham que ficar frente a frente num confronto direto com uma comissão majoritariamente oposicionista não vale a pena, seria perda de tempo. REALMENTE SERIA UM CAOS TOTAL!!! UM VEXAME!!! ÁGUAS MEUS NETINHOS, AZEITE SENHORA VÓ!!! Segundo o jornalista Magno Martins informou e escreveu que: "Dilma não vai, na verdade, por causa do seu despreparo. Suas falas não têm começo, meio nem fim. Seu raciocínio é de quem tem um parafuso solto. Quando larga o script e os discursos escritos, a petista é um deus nos acuda".

    P.S.: - QUALQUER BRASILEIRO SENSATO CONCORDA PLENAMENTE COM O JORNALISTA MAGNO. A NOSSA NAPOLEOA DE HOSPÍCIO É TÃO BURRA QUE NÃO É CAPAZ DE JUNTAR DUAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SEM SE PERDER NAS INTERCALADAS. PENSE NUMA JUMENTA SEM MÃE ELEVADA A MILÉSIMA POTÊNCIA!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU VOTEI EM AÉCIO NEVES DO PSDB POR ESTAVA COM A RAIVA DO PT POR TER SE ALIADO AS QUADRILHAS DO PMDB,PP,PSD,PTB E AFINS.MAS SABIA QUE UM PARTIDO QUE RECEBE R$ 8,7 MILHÕES DA UT E O PT R$ 7,5 MILHÕES TODOS FIZERAM SIM PARTE DESSAS QUADRILHAS CRIMINOSAS.
      Reportagem do jornal O Globo sobre o Meinl Bank, mantido no exterior pela Odebrecht, de Marcelo Odebrecht, e pelo grupo Petrópolis, de Walter Faria, para realizar pagamentos de natureza política aponta o nome do senador Aécio Neves (PSDB-MG) como um dos beneficiários; de lá, teriam saído os recursos para uma empresa chamada Leyroz, que doou R$ 1,6 milhão a Aécio e ao PSDB em 2010, quando ele concorreu ao Senado; caso apareceu quando foram apreendidas as planilhas da Odebrecht e volta agora à tona com a descoberta do que o Globo chama de "banco com alto teor de propina" .

      Excluir
  4. Disculpa vergonhosa essa de dizer que votou nesse tal de aecio porque tava com raiva do PT. Isso não é um eleitor é um imoral

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que desculpas farrapadas,o eleitor é assim,com raiva ele muda de voto.Imoral seria um eleitor votar recebendo dinheiro vendendo o seu caráter como muitos fazendo para ser eleitos deputados e senadores e depois são pegos e presos envergonhando o Brasil e deixando mais pobre.Um deputado federal que gasta R$ 10.000.000,00 para ser deputado em conluio com os corruptos e depois aprova o seu salário de trinta e três mil reais e chama uma bolsa família de esmola,isto sim que é um eleitoral imoral,cara!

      Excluir