Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

sexta-feira, 20 de maio de 2016

O TAMANHO DO RETROCESSO POLÍTICO NO BRASIL

Do professor Michel Zaidan Filho, em sua página do Facebook:


Já se esperava o retrocesso desse governo de ladrões, bandidos, investigados e políticos chantagistas e fisiológicos. Mas não tanto assim e tão rápido. Fala-se que seria um governo de partidos (e o congresso) e focado no enfrentamento das questões econômicas. 

Mas o que se vê é um ataque sistemático a conquistas e direitos do povo, com a compra e venda de apoio político nos partidos. O vice sabe da sua interinidade e da sua falta de ilegitimidade. O tempo atua contra si. Se não oferece solução para a crise econômica, não atende aos parceiros amigos, não distribui os cargos entre seus apoiadores no Congresso Nacional, tende a se tornar descartável, rapidamente. 

Nomear um carniceiro e matador para o ministério da Justiça (Alexandre Moraes, na foto), um administrador de empresas de plano de saúde para o ministério da saúde, um analfabeto para a Educação e um chanceler que dá coice nos países vizinhos do Brasil é demais. 

É de se ver se esses partidos fisiológicos que se venderam ao vice vão querer ficar com o ônus do aumento de impostos, a mudança da previdência social, o corte dos programas sociais, a redução dos mistérios.

7 comentários:

  1. O BRASIL FOI ENTREGUE AOS MAFIOSOS, BANDIDOS, CORRUPTOS E LADROES
    É ESTA ESCORIA QUE VAI MUDAR O BRASIL?? ATENÇÃO TEM UM TAL DE MARCELO TORREÃO DO ACORDA BRASIL QUE É CANDIDATO A VEREADOR ESTE CIDADÃO APOIA ESTES BANDIDOS QUE AGORA ESTÃO NO PODER PRESTE BEM ATENÇÃO NESTA NOME MARCELO TORREÃO DO ACORDA BRASIL

    ResponderExcluir
  2. PRONTO!
    Acabou o açúcar, acabaram-se as formigas na dispensa!

    Essa analogia também serve para o MST, para as ONGs e para os outros parasitas do dinheiro público que mamam a 13 anos!

    ResponderExcluir
  3. Michel Temer está há uma semana à frente do governo. O nhe-nhe-nhem supostamente antigolpista não é uma das vozes da pluralidade, mas o eco de um atraso, próprio de quem repudia a democracia. Temer acertou no essencial, e o melhor, nesses poucos dias, foi seu discurso inaugural. Ouviu-se de novo a voz da institucionalidade, não de uma facção, como virou regra nos últimos 13 anos e pouco.

    ResponderExcluir
  4. O momento é de inveja. Inveja dos esquerdopatas. Enquanto a nação estarrecida assiste o descalabro em que fomos metidos, militontos e a Anta divertem-se com a propagação com a tese do golpe. Estivéssemos de fato numa ditadura, em meio a uma virada de mesa antidemocrática, essa cambada teria muito com que se preocupar, diante do mal que fizeram. Mas podem dormir tranquilos. Vamos todos -cidadãos e novo governo - catar os cacos e reconstruir o País.

    ResponderExcluir
  5. No meu tempo de faculdade, os chamados “professores vermelhos” não se metiam a besta, sob pena de engolirem palavra por palavra as asneiras que dissessem. Estávamos sempre – nós, alunos – muito bem munidos de fatos e argumentos sustentáveis. Estes, não há como contestar. Parece-me que, salvo raras exceções, é de alunos bem informados e corajosos que os “vermelhos” carecem nos dias atuais.
    Ademais, convenhamos, o bom professor não pensa pelo aluno, mas fornece-lhe informações isentas, os dois lados da moeda, para que o próprio aluno faça as suas inferências.
    Impressiona-me sobremaneira o maniqueísmo metodicamente exercido pela chamada “esquerda universitária” brasileira. Ou seja, para eles, nada houve de bom no governo FHC e nada de ruim nos governos petistas, como se as pessoas ainda acreditassem em suas cantilenas.
    Não queremos uma nação de mentes pré-fabricadas pelo viés esquerdista, direitista ou o que seja. Precisamos mesmo é de cidadãos pensantes, que tenham a capacidade de se indignar com a má gestão, a corrupção, os desmandos, mas ao mesmo tempo saibam reconhecer e aplaudir as boas obras fruto do tão suado dinheiro público.
    Marina Acalanti/;

    ResponderExcluir
  6. José Fernandes Costa20 de maio de 2016 18:46

    O carcereiro sanguinário, Alexandre Padilha, seria muito bom no regime dos militares cascas-grossas. - O olhar desse energúmeno mete medo até nos nazifascistas de plantão. 2. Quanto ao ministro de Educação, TENHO DE CONCORDAR QUE ESSE Mendonça Boca de Tabaco É ANALFABETO, SIM. - SÓ SABE FAZER POLÍTICA COM O FÍGADO!! /.


    ResponderExcluir
  7. O pior de tudo é aturar a esquerda caviar (artistas, escritores, professores universitários, etc...) fazer apologia de golpe.
    Isto dá nojo! Muito nojo!

    ResponderExcluir