domingo, 25 de janeiro de 2015

DEBATE SOBRE JORNALISMO

O Canal Brasil exibiu um programa, hoje pela manhã, que foi um verdadeiro debate sobre o papel da imprensa no país. Participaram jornalistas conhecidos e respeitados, como o pernambucano Geneton Moraes Neto (editor do Fantástico) e o paulista Jânio de Freitas, da Folha de São Paulo. Os profissionais da área de comunicação criticaram o jornalismo partidário que tem disso praticado na grande imprensa e concordaram que os jornais impressos estão com os dias contados.

2 comentários:

  1. SE O PT DURASSE MAIS TEMPO NO PODER, NO BRASIL, OS JORNAIS IMPRESSOS E REVISTAS DO GABARITO REDACIONAL DE SEUS BONS PROFISSIONAIS COMO ISTOÉ & VEJA, DURARIAM AINDA ALGUMAS DÉCADAS(NÃO VOU AQUI DESTRINCHAR O PORQUÊ SENÃO DARIA PARA ESCREVER UMA BIBLIOTECA)... NA VERDADE, O JORNALISMO ONLINE COMEÇOU A FAZER PARTE DA VIDA DAS PESSOAS HÁ PELO MENOS DEZ ANOS E A PARTIR DAÍ COMEÇOU A GANHAR MAIS A CONFIANÇA DAS PESSOAS POR CAUSA DO IMEDIATISMO(E PRINCIPALMENTE A INTERATIVIDADE) QUE ESTÁ PRESENTE NAS NOTÍCIAS E QUE NÃO É POSSÍVEL NO JORNALISMO TRADICIONAL IMPRESSO.
    CLARO QUE SE FAZ UMA EXCEÇÃO AQUI, AOS BLOGS SUJOS E ESSA CAMBADA DE JORNALISTAS E BLOGUEIROS VENDIDOS QUE PRESTAM SERVIÇOS EXCLUSIVOS A UMA QUADRILHA DE ASSALTANTE DO ERÁRIO QUE ESTÁ NO PODER HÁ 12 ANOS. DE MODO QUE, NÃO RESTA DÚVIDA QUE O JORNAL IMPRESSO ESTÁ LIGADO A UMA SÉRIE DE PEQUENOS PRAZERES PARA ALGUMAS PESSOAS, COMO, POR EXEMPLO, TOMAR O CAFÉ DA MANHÃ ABRINDO LENTAMENTE AS PÁGINAS DE UM JORNAL, SELECIONAR AS NOTÍCIAS QUE QUER LER SEM UMA ORDEM DE IMPORTÂNCIA, ISTO É UM RITUAL QUE MUITAS PESSOAS AINDA GOSTAM DE FAZER E POR ISSO NÃO ABREM MÃO DE SEU EXEMPLAR IMPRESSO. ENQUANTO VÁRIAS PESSOAS TÊM ESSA MANIA, OUTRAS TÊM PAVOR, SÃO MAIS PRÁTICAS E NÃO TEM SACO PARA TÁ FOLHEANDO PÁGINA POR PÁGINA.
    É POR ESSAS E OUTRAS QUE O TELEJORNALISMO E O JORNALISMO DIGITAL, POR EXEMPLO, TOMARAM O ESPAÇO DO JORNALISMO IMPRESSO E, HOJE, SÃO OS MAIORES FORNECEDORES DE CONTEÚDO JORNALÍSTICO. A NOVA GERAÇÃO QUER RAPIDEZ, AGILIDADE, PRATICIDADE E INTERAÇÃO, MAS NEM SEMPRE O “VELHO” JORNAL IMPRESSO PODE SUPRIR TAIS NECESSIDADES. OUTRO FATO BASTANTE INTERESSANTE E DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA É QUE A INTERNET POSSIBILITA ABRIR AS PORTAS DO MUNDO PARA O LEITOR DE QUALQUER LUGAR DO PLANETA POR ISTO A MÍDIA IMPRESSA VEM PERDENDO LEITORES A CADA DIA.

    - continua –

    ResponderExcluir
  2. - Continuação –

    ESTAMOS NO MEIO DE UMA REVOLUÇÃO DA INFORMAÇÃO ONDE NINGUÉM MAIS QUER RECORTAR UMA NOTÍCIA E GUARDÁ-LA EM UMA PASTA, HOJE EM DIA ESTÁ TUDO MUITO MAIS VIRTUAL, VOCÊ TEM ACESSO À MATÉRIA ONLINE E TRANSFORMA ELA EM UMA IMAGEM, ASSIM CONSEGUE MOSTRAR A TODOS VIA E-MAIL OU REDES SOCIAIS OU ENTÃO ABRE UMA PASTA E FAZ SEU ARQUIVO PESSOAL NA MAIOR PRATICIDADE E VELOCIDADE POSSÍVEL. DAÍ, PERGUNTA-SE: FAZER O QUÊ COM TODA ESSA EVOLUÇÃO?!?!?! AFINAL, OS TEMPOS ESTÃO MUDADOS E A VELOCIDADE DO MUNDO É ASSIM MESMO. SE FICAR O BICHO PEGA E SE CORRER O BICHO COME. AGORA, DE UMA COISA NINGUÉM PODE SE DESCUIDAR: É DA CRIATIVIDADE... ATÉ PÓRQUE É PLAUSÍVEL ACEITAR QUE CADA CORRENTE DE PENSAMENTO SOBRE A EXTINÇÃO OU NÃO DO JORNAL TENHA O SEU VALOR. E ASSIM COMO O RÁDIO SOUBE SE REINVENTAR E SOBREVIVER, DEPOIS DO ADVENTO DA TV, O JORNAL IMPRESSO TAMBÉM O NECESSITARÁ, ALINHANDO-SE AO ONLINE DE MANEIRA BEM CRIATIVA. O QUE NÃO PODE FALTAR, SEJA NA TELA OU NO PAPEL, É INDEPENDÊNCIA, DIVERSIDADE DE OPINIÃO NUM MESMO VEÍCULO, ALÉM, É CLARO, DE INFORMAÇÕES DE QUALIDADE E CONFIÁVEIS. PARA SE TER UMA IDEIA DO QUE ESTOU TRATANDO COM A PRECISÃO DE UM RELÓGIO SUÍÇO, BASTA O PT, SAIR HOJE DO PODER(DILMA SOFRER O IMPEACHMENT!!!), QUE OS JORNAIS SUJOS QUE VIVEM MAMANDO NAS TETAS DAS ESTATAIS(INCLUSIVE OS BLOGS GRUDENTOS) FECHAM SUAS PORTAS EM DEFINITIVO...
    P.S1.: - Falando-se de jornalismo impresso, um ‘CHATO” que eu gostava muito de lê-lo era o jornalista brasileiro, um dos melhores do mundo, o polêmico PAULO FRANCIS que costumava dizer o seguinte: “Dizem que ofendo as pessoas. É um erro. Trato as pessoas como adultas. Critico-as. É tão incumum isso na nossa imprensa que as pessoas acham que é ofensa. Crítica não é raiva. É crítica. Às vezes é estúpida. O leitor que julgue. Acho que quem ofende os outros é o jornalismo em cima do muro, que não quer contestar coisa alguma. Meu tom às vezes é sarcástico. Pode ser desagradável. Mas é, insisto, uma forma de respeito, ou, até, se quiserem, a irritação do amante rejeitado.”...
    P.S2.: - Pura verdade!!! Quem ofende o leitor é o jornalismo em cima do muro ou então aquele que dá uma de João-sem-braço e pensa que esse leitor é otário, como é o caso daquele lixo moral, daquele esgoto fedorento que é o BLOG BRASIL 247(2+4+7+=13) de propriedade de Zé Dirceu e Leonardo Atucch(todos os dois envolvidos na ladroagem do PETROLÃO). Tanto o 247(que deveria se chamar 171) como outros blogs sujos de aluguel, compostos por Blogueiro Pançudo, Pintor de Rodapé ou Blogueiro Mão Peluda que escrevem de um tudo, através de suas mentiras propositais, suas babaovisse, suas baixarias, sua grossura, sua estupidez e sua ignorância. Tudo isso regiamente remunerados pela gangue do PT...





    ResponderExcluir