ALEPE

ALEPE
ALEPE

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

PRESÍDIO FEMININO DE BUÍQUE É UM HORROR

Garanhuns livrou-se do presídio feminino da Várzea e a situação das mulheres presas em Pernambuco parece ter piorado muito.

Quando funcionava aqui não era nenhum hotel, mas as condições poderiam ser consideradas razoáveis e as detentas tinham um mínimo de espaço em suas celas.

A diretora da época, Dra. Goretti, fazia de tudo para humanizar o local e conseguiu obter o respeito das presas.

Atualmente, no presídio de Buíque, segundo depoimento da uma garanhuense que passou dois meses presa por lá, a condição oferecida às condenadas é totalmente sub-humana.

Uma cela de reduzido espaço junta até 19 mulheres, que para dormir têm se amontoar umas coladas às outras. Muitas vezes, à noite, para atender alguma necessidade fisiológica a presa faz o “serviço” com outra deitada com a cabeça junto do vaso sanitário.

Outro horror é a comida. Segunda a mulher que esteve presa em Buíque a comida é ruim que dói, o feijão cheio de gorgulho, a mistura parecendo mais uma lavagem. “Talvez os porcos passem melhor”, desabafou.

Direito e diálogo não existem. Se alguma detenta reclamar termina apanhando, garante quem sofreu as agruras da Cadeia Feminina de Buíque.

Existem quase 500 mulheres cumprindo pena no pequeno município próximo a Arcoverde. A cadeia não devia ter mais de 200.

Como a maioria dos presídios do Brasil, este das mulheres não recupera ninguém. Se alguém entrar lá com algum grau de ingenuidade vai perder. É uma fábrica de bandidos (as).

14 comentários:

  1. A solução é Simples! É só ninguém cometer crimes que não irá para lá!

    ResponderExcluir
  2. ja trabalhei no presidio, na epoca que o presidio,era aqui em Garanhuns
    a humilhaçao e muito grande ninguem se recupera dessa forma,as agentes são pessoas muita má.

    ResponderExcluir
  3. Meu caro Ewerton Souto, a solução não é tão simples, vivemos em um país onde a desigualdade social é enorme, a falta de oportunidades, politicas públicas são insuficientes, como por exemplo na educação e saúde.
    É preciso que os cidadãos, como você, entendam que investimento nos presídios brasileiros é uma medida de urgência, tanto quanto na educação, saúde e demais politicas públicas.
    São todos seres humanos, e como tal devem ser respeitados.
    O Estado deve buscar a ressocialização dos condenados, oferecendo um estabelecimento digno para cumprimento da pena, qualificação profissional e oportunidade de concluir os estudos para que após a reinserção do preso na sociedade ele tenha opção de seguir um caminho licito e não volte a delinquir, sobretudo por fora dos presídios existirem pessoas ignorantes e preconceituosas como você.

    ResponderExcluir
  4. a solução é ter vergonha para que não seja submetida a esse tratamento.

    ResponderExcluir
  5. O fato de alguém ter cometido um delito e ir preso não justifica que o Estado submeta mulheres ou homens a este tratamento desumano e humilhante

    ResponderExcluir
  6. E o fato desses bandidos terem matado, estuprado, furtado e acabado com a vida de outras pessoa nos obriga a ficar sustentando essa curja de imprestáveis na mordomia como voces querem? N minha opiniã, em um país em que só 8% dos crimes são solucionados, quem defende bandido dessa forma defende a impunidade completa e total. Das duas uma, ou essas pessoas são parentes ou cúmplices de bandido, ou são bandidos com medo de ser presos.

    ResponderExcluir
  7. Existem diversos tipos de crime penas diferentes para cada caso e prisões que podem recuperar ou piorar o criminoso; em alguns países existe a pena de morte que em nenhum lugar resolveu o problema; o que não pode é existir é um sistema prisional desumano tratando homens e mulheres de maneira pior que bichos; existem bandidos lá dentro e cá fora e cabe ao Estado com os instrumentos legais fazer alguma coisa para não agravar a situação. É preciso ter coragem para reconhecer que policiais, agentes ou governos que tratam pessoas de forma aviltante se comportam como bandidos também e numa sociedade sadia e civilizada há de se diferenciar um de outro. Fico irritada com essas opiniões superficiais travestidas de verdades de gente que nunca abriu um livro na vida. Nem Deus e as lições do Senhor Jesus essas pessoa tem em seus corações...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pena de morte resolveu o problema em todos os lugares onde foi implantada, os bandidos foram totalmente reciclados e nunca mais voltaram a cometer seus crime hediondos. Pena de morte é a pena com 100% de eficacia, e no Brasil ela só existe para as vitimas e nunca para os bandidos, repito que defende direito de bandido ou é cúmplice ou é bandido.

      Excluir
    2. E no caso de pessoas que são pressas injustamente??? Se fosse uma pai mãe ou ate mesmo um filho seu? Se não conseguisse provar a inocência? Talvez assim vc colocaria a mão na consciência né. Meu amigo(a) abra um livro para se informar e deixar de ser tão arrogante prepotente. Quem comete um crime e vai para cadei é pra pagar pelo erro e se redimir, começar uma nova longe do mundo do crime, porém isso não será possível se o cidadão sair de la pior do que entrou.

      Excluir
  8. "É uma fábrica de bandidos".
    Bom discordo com a ex detenta, na verdade é uma pós graduação pros bandidos pois quem está lá está porque é bandido.
    Boa medida, recalcada, sacudida e transbordante.
    Elas queriam o que? Um hotel cinco estrelas?
    Pedro Araújo Recife

    ResponderExcluir
  9. Qual a desiguadade qur justifica a altissima criminalidade no Brasil? A social ou a de "falta de vergonha na cara", eu lembro que qundo eu era novo na década de 70 as pessoas eram muito mais pobres do que hoje, porem eram maisbreligiosa, ou seja tinham mais vergonha na cara e coragem doque hoje. Isso sim jusyifica a criminalidade e não a pobreza. Como disse o Ewerton Souto, basta não ser bandido que não necessitará de cadeia confortável e aconchegante.

    ResponderExcluir
  10. Roberto Almeida, se você quer fazer uma matéria legal sobre Buíque, venha ver os abusos da gestão minicipal, a expansão das drogas, a prostituição de menores e o descaso das autoridades competentes para cuidar de todas essas questões. Se tudo isso favorece o crime, em poucos anos Buíque será o Paraíso Nacional dos Bandidos.

    ResponderExcluir
  11. Já vi gente ir presa pq tentou se defender ou defender a família. Uma mulher qye apanda e via seus filhos apanhar como se fossem sacos de seu marido, uma pessoa conhecida da sociedade, a mesma tentou pedir ajuda e nunca recebeu, após vê uma filha ficar surda tomou a atitude drástica de matar o infeliz e agora está presa como uma bandido qualquer. E sofrendo todas as humilhações possíveis. Qualquer um pode ser levado a cometer um crime, pensem bem! Existem pessoas boas e ruins em todos os lugares. Assim como tem gente ruim nas ruas tem gente boa presa. E até inocentes pagando delitos de outras

    ResponderExcluir