SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

terça-feira, 23 de julho de 2013

PAPA É POP NA GLOBO E SOFRE BOICOTE NA RECORD

As emissoras de TV do Brasil capricharam na cobertura da chegada do papa Francisco ao país. A Globo, que vive paquerando o espiritismo, ontem se tornou o mais católico dos meios de comunicação. O papa foi tratado como um ídolo pop na empresa da família Marinho. A TV Record, comandada por Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, preferiu boicotar Sua Santidade e deu mais ênfase ao ataque de tubarão a um turista, que aconteceu em Recife.

A Folha de São Paulo fez um relato completo da cobertura das emissoras de televisão. Segundo o jornal a Canção Nova, ligada à Igreja Católica, aproveitou a visita de Francisco para vender seus produtos e pedir dinheiro.

Leia o texto completo reproduzido no Portal UOL:

Ligada à Universal, a Record repisou exaustivamente as cenas "exclusivas" de um ataque de tubarão em Recife, para não abrir as câmeras ao papa Francisco. Recorreu também a uma interminável viagem de trem por Maranhão e Pará, no "Jornal da Record".

Quando entrou no assunto, afinal, aproveitou para anotar que manifestantes "reclamam do posicionamento da Igreja Católica sobre o aborto", destacando que no Uruguai, após a legalização, nenhuma mulher morreu do procedimento. Não é a primeira vez que a rede evangélica apela ao aborto para questionar a igreja concorrente.

Por outro lado, a Globo relatou com sorrisos largos a passagem pelas ruas do Rio, que deixou os fiéis "encantados com a simplicidade do santo padre", na locução do "Jornal Nacional".

"O papa é pop", dizia uma entrevistada. "Ele é gente como a gente", acrescentava outro. "A cada esquina ele faz novos amigos", ecoava o próprio repórter. O tom só mudou um pouco ao abordar o "confronto" entre manifestantes e policiais.

Ao longo de tarde e noite na Globo News, além dos padres comentaristas que dão ao canal de notícias um tom católico quase oficial, a apresentadora Leilane Neubarth anunciou a certa altura que o papa Francisco alcançou o que buscava: "Todos os corações já estão abertos para ele".

Entre as emissoras católicas, a Rede Vida foi mais sóbria, como é característica sua.
Já a carismática Canção Nova, entre pedidos de doação de dinheiro e até ouro nos intervalos, inclusive um que oferecia foto de Francisco em troca de R$ 20, avisou que quem assistisse às transmissões podia "lucrar com indulgências".

Explicou serem "graça de Deus" para os vivos ou para quem enfrenta "a purgação final no purgatório".

Das redes nacionais, a que abriu mais espaço à chegada do papa ao Rio foi a Band. José Luiz Datena narrou ao vivo no "Brasil Urgente", entre brincadeiras mais ou menos respeitosas, o congestionamento enfrentado por Francisco na avenida Presidente Vargas.

A seu lado, o filósofo Mário Sérgio Cortella, da PUC-SP, era chamado para comentar não só "o desprendimento desse argentino humilde", no dizer do apresentador, mas se os carros da comitiva "erraram o caminho".

5 comentários:

  1. pois é, Edir Macedo estar certo,pois não devemos idolatra a besta que na verdade é o papa,e a globo como todo mundo sabe é uma emissora diabolica e é obvio que vai idolatra o papa né,mais é uma opção nenguem tenhe que adora a ele não,só o grande Deus é digno de adoração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOCÊ AO QUE PARECE É UM EVANGÉLICO BITOLADO.

      Excluir
    2. VOCÊ ALÉM DE FANÁTICO,CREIO QUE EVANGÉLICO, ESCREVE BEM ERRADO!!!

      Excluir
  2. O autor parece não saber o que realmente são as indulgências, e ainda, como de costume da mídia, modifica o que realmente foi dito na transmissão da Cancão Nova.

    ResponderExcluir
  3. Evangélico Bitolado?! Engraçado seu comentário. Evangélicos é que são fanáticos? Olhe mais uma vez, meu caro. Veja que uma emissora, que se diz nacional, é capaz de interromper programas inteiros, um atrás do outro, para a transmissão desta programação católica. Católicos que são capazes andar quilômetros de joelhos (referência a uma situação qualquer). Gente incapaz de pegar uma bíblia e ler um versículo que seja. Incapaz de por Deus no centro de sua vida, mas capaz de se arrastar, correr, gritar, chorar atrás de um homem - ou seria "popstar"?. Homem como eu você, cheio de pecados, mas adorado, glorificado, desejado como um deus. Como a Deus. E os evangélicos é que são fanáticos? O colega meio exaltado, acima, está certo: somente Deus é digno de adoração e louvor. Só Ele é Santo!
    Ah! Veja suas construções textuais: depois de "você" deveria ter uma vírgula; depois de "parece" também. Não deveria fazer uso da preposição "ao", mas sim da contração "pelo". Fora outras coisas. Indulgências?! Para a doutrina católica, as indulgências são concedidas para perdoar as "penas" temporais causadas pelo pecado, (pecados já perdoados)ou seja, para reparar o mal causado como consequência do pecado, através de boas obras. Mas cabe, a meros mortais e pecadores como nós, perdoar e suprimir penas ou consequências advindas dos nossos maus atos, ou isso é prerrogativa apenas Dele, de Deus, O Todo Poderoso?

    ResponderExcluir