SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

domingo, 23 de setembro de 2012

CAMPANHA EM LAJEDO VAI PARAR NA DELEGACIA

A campanha política de Lajedo agora é caso de polícia. Um carroceiro foi atingido por quatro tiros, esta semana, e os partidários do candidato da situação, Joãozinho Dourado (PDT), acusaram seguranças do oposicionista Rossine Blésmany (PSD) de serem os responsáveis pelo crime. A família de Edson Erivaldo dos Santos, a vítima, prestou queixa na delegacia da cidade. O fato terminou sendo noticiado na Folha de Pernambuco, com destaque, em matéria não assinada.

A coligação Por uma Lajedo Melhor, que tem Rossine como candidato, denunciou através de sua coordenação jurídica que tudo não passa de armação.

“Inconformados com o crescimento de nossa campanha e com a clara e fragorosa vitória que teremos no dia 07 de outubro, nossos adversários inventam mais uma de suas criminosas anedotas, afirmando que pessoas ligadas a nossa campanha praticaram uma tentativa de homicídio contra a pessoa do agricultor Edinho de Tota. Convém esclarecer que o aludido "agricultor", é em verdade um cidadão que já foi preso por prática de latrocínio (roubo seguido de morte), possuindo diversos desafetos nesta cidade” informa a nota assinada pelo advogado Willian Galdino.

O coordenador jurídico da oposição esclarece ainda que "certos que o adversários usariam o crime politicamente foi protocolado, no dia 19 de setembro, ofício ao delegado solicitando o maior empenho nas investigações de tal fato".

A oposição pretende também acionar a Folha de Pernambuco na Justiça, pela reportagem que acreditam ter sido direcionada para prejudicar Rossine. (Na imagem a matéria da Folha de Pernambuco).

2 comentários:

  1. e verdade e tambem quebraram o vidro do carro de som do Joazinho o bletim de ocorencia é: 12E0228001570 do dia 22-09-2012

    ResponderExcluir
  2. Maaais porque isso aconteceu me fale ? Poorque ele parou na frente da casa de um eleitor do outro partido e aumentou o Som (y #ficaadica

    ResponderExcluir