ALEPE

ALEPE
ALEPE

terça-feira, 15 de novembro de 2011

PADRE ADELMAR E A CANDIDATURA DE AMÍLCAR

Quando um grupo de jovens idealistas de Garanhuns resolveu lançar a candidatura de Amílcar da Mota Valença à Prefeitura de Garanhuns, em 1963, decidiu fazer uma consulta ao diretor do Colégio Diocesano na época, padre Adelmar. Já era um ícone da educação no município, uma das figuras mais respeitadas da cidade. Além disso, era irmão do ex-vereador, morador do distrito de São Pedro. Um dos rapazes disse ao religioso sobre o que queriam falar e observou: "Estão dizendo que a família é contra...". O futuro Monsenhor retrucou: "Micá é maior de idade, é casado e a decisão quem deve tomar é ele. Se tivesse me consultado diria que sou contra, mas se for candidato terá o meu voto". Os participantes desse encontro tomaram essas palavras como incentivo ao projeto, foram às ruas e garanharam a eleição. O "leiteiro" como era chamado pejorativamente pelos adversários venceu em todas as urnas, inclusive nas dos distritos de Caetés, Brejão e São João, que hoje são municípios independentes. (Na foto do blog de Tiago Valença, o ex-prefeito Amílcar recebe a visita do bispo Dom Fernando Guimarães).

Um comentário:

  1. Esqueceram de falar do meu Amigo Pedro Jorge, que também está na foto.

    ResponderExcluir