ALEPE

ALEPE
ALEPE

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

NATAL TRISTE EM CAPOEIRAS

Por Junior Almeida

Na tarde de 30 de janeiro de 2016 um ônibus escolar da Prefeitura de Capoeiras, que era utilizado no transporte de pacientes que faziam hemodiálise no Hospital Perpétuo Socorro aqui em Garanhuns saiu da pista e virou próximo ao acesso da Cohab 3. O grave acidente ceifou a vida de duas pessoas e deixou vários feridos, que foram socorridos ao Hospital Regional Dom Moura.

Quase um ano depois da tragédia, dois dos passageiros/pacientes que viajavam no “amarelinho” da Prefeitura de Capoeiras e que sobreviveram ao acidente, por triste coincidência faleceram ontem no mesmo hospital em que se tratavam (Perpétuo Socorro) por conta de seus problemas renais.  

André Siqueira de 42 anos fazia hemodiálise a pelo menos dois anos. Ultimamente, com o tratamento médico um dos rins tinha voltando a funcionar e ele estava bastante esperançoso por não precisar de transplante, pois tinha interrompido as suas sessões de filtragem de sangue. André teve uma piora no seu estado de saúde e precisou ser internado na UTI do Perpétuo Socorro neste domingo (24), vindo a falecer por volta das 9 horas da noite de ontem.

Benedito Valdomiro, o Gildo Gordo, era marchante e tinha 56 anos. Fazia hemodiálise havia três anos, e também viajava no ônibus de Capoeiras no dia do acidente em janeiro passado. Fato a se registrar, que no dia que o veículo tombou, a tragédia só não foi maior por que Gildo, que era um sujeito grande e forte, segurou uma criança que “voou” enquanto o ônibus virava. Ele fez tanta força para segurar a criança que arrancou uma das cadeiras, que usou como apoio.


Que Deus receba os dois trabalhadores e Homens de bem de Capoeiras em sua Morada, e às famílias amigas dos dois falecidos os votos de profundo pesar dos que fazem este blog. 

*Fotos: 1-Gildo e André; 2- Ônibus da prefeitura no dia do acidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário