ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

CENTRAL ÚNICA DAS FAVELAS ATUA EM GARANHUNS

A instalação da Central Única das Favelas (CUFA) em Garanhuns é uma realidade. Após reuniões dos representantes da entidade com secretários e diretores do Governo Municipal, ficaram acertadas parcerias entre a ONG e o Poder Público.

Foram meses de organização e capilarização nas comunidades locais, até ser formado um grupo de ação que fará intervenções nas áreas de risco social de toda região. A professora Márcia Félix, da Universidade Rural, foi a principal responsável pela criação do grupo, constituído por pessoas de diferentes estratos sociais. A coordenadora dos trabalhos vai ser a também professora Márcia Maracajá.

A CUFA atuará em Garanhuns fazendo parcerias principalmente com as Secretarias de Assistência Social, Direitos Humanos, Saúde, Educação e a Diretoria de Esportes.

César Cronenbeld é o coordenador da Central Única das Favelas em Pernambuco e esteve em Garanhuns pessoalmente acompanhando os trabalhos da unidade local. Aqui na cidade a CUFA deve ter oito coordenadores em torno de 100 parceiros.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A CUFA – A Central Única das favelas é uma organização sólida, reconhecida nacionalmente pelas esferas políticas, sociais, esportivas e culturais. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas do Rio de Janeiro – principalmente negros – que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver.

A organização tem o rapper MV Bill como um de seus fundadores, este que já recebeu diversos prêmios devido à sua ativa participação no movimento Hip Hop. Em 2004, a UNESCO o premiou como uma das dez pessoas mais militantes no mundo na última década. Além dele, a CUFA conta com Nega Gizza, uma forte referência feminina no mundo do Rap, conhecida e respeitada por seu empenho e dedicação às causas sociais.

Nega Gizza é também diretora do HUTÚZ, o maior festival de Rap da América Latina, que é produzido pela CUFA.

O Hip Hop é a principal forma de expressão da CUFA e serve como ferramenta de integração e inclusão social.

Quem desejar mais informações e/ou participar dos trabalhos da entidade em Garanhuns pode falar com Márcia Maracajá pelo telefone (87) 9915.9000.

(Na foto Izaías quando recebeu os integrantes da CUFA).

Um comentário:

  1. Parabéns pela iniciativa do pessoal, fico feliz em saber que estamos evoluindo principalmente em relação aos cuidados (direitos) com os menos favorecidos.Parabéns ao nosso prefeito por apoiar mais esta ação!!!!

    Maria Eugênia Alcântara, via Facebook.

    ResponderExcluir