terça-feira, 24 de janeiro de 2012

O POVO MAIS FELIZ DO MUNDO

Saiu a 4ª edição do jornal garanhuense Sete Dias, de quem já me tornei um fã. Destaque para o belo texto de Josenilda Duarte, irmã de Jodeval, que mora na Suécia há muitos anos. Ela divulga o resultado de um estudo, feito na Europa, a respeito dos países do mundo em que o povo é mais feliz. Considero o assunto de maior interesse pois não existe maior bem, maior tesouro do que a felicidade. Você já pensou um rico infeliz, que desastre? Neste caso o dinheiro dele é de uma inutilidade absurda. Mas vamos à relação dos mais felizes, segundo o levantamento divulgado por Josenilda. A Noruega ocupa o 1º lugar, seguido pela Dinamarca, depois Austrália, Nova Zelândia e em quinto lugar a Suécia.

O nosso Brasil, apesar da alegria do carnaval e do futebol, ficou em 42º lugar, superado por Portugal, este na 25º posição.

Naturalmente que riqueza ajuda a ser feliz. A prova é que todos os países que ocupam o as primeiras posições do ranking são prósperos, altamente desenvolvidos e seus moradores não passam pelos apertos de nós terceiro mundistas. A riqueza, neste caso, não é só ter dinheiro. É ter direito a uma boa moradia, alimentação saudável, assistência à saúde e escola de qualidade, poder se vestir decentemente, usufruir de liberdade e de acesso aos bens culturais. No Brasil a literatura, o teatro, a música de qualidade, as artes plásticas, o conhecimento, são produtos de uma minoria, de privilegiados. Imagino que na Noruega, Dinamarca, Austrália, Nova Zelândia, Suécia, Suíça, Holanda e outros países europeus a maioria tenha tudo isso.

Se todos têm o essencial e são educados ou cultos, a mortalidade infantil é mínima, a criminalidade é quase zero, a corrupção é ínfima, o analfabetismo quase inexiste e até os acidentes no trânsito são raros e não comuns, como acontece no Brasil.

Garanhuns é a Suíça Pernambucana ou brasileira. Quem dera um dia o Brasil avance a tal ponto que os nossos filhos ou netos sejam tão felizes quanto os povos desses países frios: Noruega, Dinamarca, Nova Zelândia, Suécia, Suíça...

Fotos: Noruegueses e a capital do seu país, Oslo.

5 comentários:

  1. A felicidade é imensurável. Eles, os campeões podem ter muito dinheiro, más, não teem a alegria inata do povo brasileiro, as condições climáticas que nosso país tem, não teem a fauna e a flora. Então viva o povo brasileiro, que apesar dos pesares ninguém quer sair do Brasil. Carlos Cunha.

    ResponderExcluir
  2. Viva o povo brasileiro que vive muito bem com 92 reais por mes

    ResponderExcluir
  3. Uma família que ganha R$ 92,oo por dia vive com seu orçamento apertado, imagina toda essa riqueza por mês. Isso é o que podemos chamar de engodo desse PT.

    ResponderExcluir
  4. Jacqueline Menezes25 de janeiro de 2012 14:52

    Concordando com o nobre amigo e colega de profissão, jornalista Roberto Almeida, embora os países do topo da lista sejam ricos, a felicidade deles não vem só da prosperidade econômica. Nesses países a educação, saúde e segurança de qualidade chega à maioria da população. No Brasil vivemos um momento único de prosperidade econômica, mas ainda nos falta o desenvolvimento social. Esse sim que junto com uma economia forte faz uma nação trilhar caminhos de sucesso para o futuro. Que os nossos filhos e netos possam ser mais felizes, que aprendam não a ser "heróis big brothers", mas a serem heróis da educação e do conhecimento. É isso principalmente que difere esses países do restante do mundo.

    ResponderExcluir
  5. Eu adoraria poder receber o Jornal da família Duarte. E se a Josenilda escreve, diretamente, da Suécia, sobre felicidade, ela deve estar mudando de ponto de vista em relação ao lulo/petismo graças a Deus. Pois, da mesma forma que “em casa de enforcado não se fala em corda”, em “casa de brasileiro” não se fala em felicidade. A não ser aqueles que pensam que o acesso à geladeira vazia é felicidade.

    Eu já vi muitas pesquisas destas, e o Brasil varia de posição no “ranking”, e penso que esta usado pela Josenilda, se o Roberto está correto, é uma das que o colocam em piores condições. Eu nunca vi muito a posição de Cuba, nelas. Talvez, porque lá seja assunto proibido pelo governo, ou porque eles são primeiro mais felizes por decreto. É por isso, que no primeiro de maio o Marlos estará lá com sua excursão, para sorver um pouco da felicidade e liberdade daquele povo.

    Inclusive, mas isto depois eu escrevo em meu blog, a Dilma parece que vai antes, e já deu o visto de entrada a blogueira Yoanes, para não correr o risco de encontrá-la.

    Lucinha Peixoto (Blog da Lucinha Peixoto)

    ResponderExcluir