JORNALISTA REINALDO AZEVEDO DEFENDE QUE SÉRGIO MORO SEJA INVESTIGADO PELA JUSTIÇA

Jornalista Reinaldo Azevedo, um crítico implacável do Partido dos Trabalhadores, quando o PT estava no governo, defendeu em artigo em sua coluna na Folha/UOL, que o ex-ministro Sérgio Moro seja investigado pela justiça, por ter sido contratado “a peso de ouro” pela consultoria americana Alvarez & Marsal.

“Moro, inclusive, vai morar nos Estados Unidos. Ele está em dúvida entre Washington e Nova Iorque”, assinalou o articulista.

Para Reinado Azevedo  a contratação do ex-juiz pela empresa americana foi a notícia mais forte do início da semana,  “roubando” as manchetes sobre os resultados do segundo turno das eleições. 

“A Alvarez & Marsal, uma consultoria americana especializada em gestão de empresas, anunciou, em pleno vuco-vuco eleitoral, a contratação de ninguém menos do que Sergio Moro, que o ministro Luiz Fux, presidente do Supremo, considera um verdadeiro herói da Lava Jato. Ele vai atuar na área de “Disputas e Investigações” da A&M em escala global. Ah, agora sim!”, ironizou.

Reinaldo recordou recente entrevista em que a mulher do ex-juiz, Rosângela Moro, “única conja do País”, disse no programa “Conversa com o Bial” que o casal precisa pagar boletos no final do mês. “Todos os problemas acabaram!”, espezinhou o jornalista.

Ele salientou que “Moro, cujo trabalho provocou os sortilégios que provocou nas empresas, na economia e na política é agora sócio-diretor da empresa encarregada de cuidar da recuperação judicial da empreiteira que a força-tarefa ajudou a quebrar.”

Reinaldo Azevedo afirma que Moro está pronto para lotar a A&M de clientes e oferecer a “cura” depois de provocar o estrago que provocou no Brasil.

O jornalista questionou os ministros Luiz Fux, Cármen Lúcia e Edson Fachin – se eles enxergam algum indício de suspeição “na atuação daquele juiz que agora assume as vestes de empresário global”, qual seja, Sérgio Moro.

5 comentários:

  1. Reinaldo Azevedo, como lembra o texto, era um crítico feroz do PT, tanto na rádio Jovem Pan, quanto na Folha de São Paulo e no blog hospedado no site da revista Veja.
    Para entender melhor a questão, é necessário lembrar que Reinaldo Azevedo foi investigado pela Lava Jato por que tinha ligações com Aécio Neves, através da irmã dele, Andreia Neves, que chegou a ser presa. Como o telefone dela estava sendo monitorado pela Polícia Federal, através do sistema Guardião (permite a gravação instantânea das conversas telefônicas entre o investigado e quaisquer outras pessoas), Reinaldo Azevedo foi intimado a prestar depoimento. Comentou-se na época que Andreia Neves seria uma fonte que privilegiada Reinaldo Azevedo. Aí o jornalista perdeu as poucas estribeiras que tinha e, ofendidíssimo, passou a atacar a operação Lava Jato.
    Enquanto Sérgio Moro era magistrado, o nome dele era quase nunca citado (o cacete era mais dirigido ao procurador Deltan Dalangnol), mas quando ele fez a asnice de aceitar o convite do mentecapto para ser ministro da Justiça,o pau passou a cantar em cima do ministro. Ele juntava o passado e o presente da época e metia bronca.
    Esse ódio permanece até hoje e deve perdurar até a missa de sétimo dia dele.
    As conversas de Reinaldo Azevedo com Andreia Neves nunca foram publicizadas, nem mesmo pelo pessoal do Intercep Brasil, mas geraram muitas especulações, principalmente pelos inimigos do jornalista, que eram (e ainda são) muitos,pois ele sempre foi um crítico ácido de tudo e de todos à esquerda e à direita, em cima e em baixo.
    Até do papa Francisco ele falava mal, mesmo estando no início do pontificado do argentino. Para ele, papa verdadeiro era Bento XVI, o alemão.
    Mas a história do grampeamento dos telefonemas entre Reinaldo Azevedo, no exercício de sua profissão de jornalista, e sua fonte Andreia Neves, que por acaso é irmã do então presidenciável tucano, faz lembrar do que dizia Tancredo Neves, avô dos dois. Segundo o falecido político mineiro, "telefone só deve ser utilizado para marcar encontro, de preferência no lugar errado".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Reinaldo foi um dos primeiros críticos da Lava-jato e de Moro, já em 2014 e 2015. O fato citado como suposto ponto de virada da postura dele em relação a operação (os grampos de conversas entre Reinaldo e a irmã de Aécio Neves) datam de muito depois, se não me engano, de 2016-17.

      Excluir
    2. Realmente ele criticava a Lava Jato desde sempre, destacando a presunção de inocência e a necessidade do devido processo legal. Citava muito os nomes de Deltan Dalangnol e do procurador-geral Rodrigo Janot. Raramente citava o nome de Moro, mesmo porque mais juízes em outras capitais participavam da parte judicial da Lava Jato. Como destaca o sr. Jorge Luís, no comentário acima,a partir da delação da JBS e da prisão domiciliar de Andréia Neves,em 2017, bem como divulgação de alguns trechos de um diálogo entre Reinaldo e Andréia, o jornalista ficou revoltado.
      Quando Moro aceitou o convite para ser ministro, Reinaldo passou então a centrar fogo em Moro, citando nominalmente o ex-juiz, sem perdoar nada, nem mesmo o erro bisonho de pronúncia que Moro cometeu em uma palestra, ao falar conje (como em monge), para se referir ao termo formal cônjuge.
      Agora, com Moro aceitando emprego em uma consultoria americana que presta serviços a uma empreiteira brasileira enroscada na Lava Jato, o ódio de Reinaldo Azevedo foi prorrogado da missa de 7° Dia para a de 30° Dia de sua morte.

      Excluir
  2. Um jornal digital que circula em grupos de Whatsapp, edição que começou a ser compartilhada às 19h de hoje, quarta-feira, traz uma entrevista com Jaime Amorim, coordenador do MST, na qual ele diz que o movimento se engajou em campanhas eleitorais de várias cidades e citou o nome da Garanhuns.
    Só não revelou pra quem o MST trabalhou e muito menos quem bancou financeiramente o movimento para esse trabalho transmunicipal.

    ResponderExcluir
  3. Tá mais claro que água cristalina que esse CARA estava como juíz na LAVA JATO só para acabar com a reputação do Presidente LULA,com o PT e com os partidos que eles chamam de ESQUERDA e de COMUNISTAS

    Esse cara é culpado do Brasil está essa desordem TODA, esse cara é culpado do Golpe que ajudou a dar quebrar a economia BRASILEIRA, ele é culpado de NÓS estarmos pagando o PATO, aliás estamos pagando o PATO O MARRECO E GANSO, ele é culpado da presidência BRASILEIRA está com cidadão que não sabe governar, ele é culpado de ter um presidente que só sabe falar em MATAR e de separar , dividir o POVO BRASILEIRO, ele é culpado da Volta da inflação, ele é culpado desse GOVERNO acabar com os direitos trabalhistas do povo, ele é culpado desse GOVERNO acabar com a aposentadoria da MAIORIA do povo BRASILEIRO, na verdade ele é culpado de TUDO, DESSE SOFRIMENTO INTERMINÁVEL DA POPULAÇÃO, ELE É CULPADO.

    ResponderExcluir