Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

terça-feira, 18 de junho de 2019

CLAUDIANO PEDE ISENÇÃO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL PARA PROPRIETÁRIOS DE PEQUENOS E MÉDIOS LATICÍNIOS


Deputado Claudiano Martins (PP) solicitou ao governador Paulo Câmara, aos secretários de Meio Ambiente, Desenvolvimento Agrário, Casa Civil e ao presidente do CPRH, que fábricas de laticínios de pequeno e médio porte, sejam isentadas do pagamento da taxa de licenciamento ambiental.

Parlamentar justificou que taxa cobrada de licenciamento cobrada pelo CPRH é de R$ 6 mil. Desse total, R$ 3,5 mil é o valor da taxa em si e mais R$ 2, 5 mil é quanto se paga pela elaboração de um projeto a um engenheiro sanitário.

“Esse custo é inviável e muitas vezes desproporcional  ao investimento que o fabricante fez”, enfatizou Claudiano.

Realmente os custos são muito altos para proprietários das pequenas fábricas. O Estado não pode pensar somente em arrecadar, há também que se investir na produção e a simples isenção dessa taxa fortaleceria bastante o negócio de laticínios no Agreste e em outras regiões de Pernambuco.

Boa iniciativa do parlamentar.

Um comentário:

  1. É quase impossível abrir algum negocio em Pernambuco e Garanhuns. São muitas taxa e muitas exigências que só desestimula qualquer empreendedor. O dinheiro que é para ser investido em matéria prima só da para pagar impostos e taxas. Para se abrir uma lanchonete ou uma padaria em Garanhuns só com a liberação sanitária se gasta em torno de R$ 2.500,00 a 3.000,00 fora as taxas da prefeitura, Estado. Qual o louco que investirá em Garanhuns. Deixo uma PERGUNTA: Cadê o Shopping? Arcoverde já iniciou a construção do SHOPPING ARCOVERDE. Garanhuns cresce muito, mas feito rabo de cavalo...para baixo.

    ResponderExcluir