quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

OPOSIÇÃO DEVE SE UNIR EM TORNO DO NOME MAIS FORTE NA DISPUTA PELA PREFEITURA DE BREJÃO NO PRÓXIMO ANO

Brejão, município governado atualmente por Beta Cadengue (PSB), deve ter uma disputa empolgante, no próximo ano.

A prefeita, filha de Sandoval Cadengue, que governou o município três vezes, venceu com larga vantagem em 2016 e deve concorrer à reeleição.

A oposição, porém, está bem viva e tem três nomes considerados fortes, que podem disputar o pleito e tentar tirar a socialista do poder.

Dos nomes oposicionistas,  se destacam Janduhy Bezerra, que foi candidato em 2016; Rossano Albuquerque, empresário que já foi vereador do município e Rubens Ferreira, este filho do ex-prefeito Ronaldo Ferreira.

Segundo o vereador Jânio Moraes, irmão de Paulo (candidato a vice na chapa de Janduhy  na eleição passada), dos três apenas um participará da disputa e a oposição estará unida.

“Haverá consenso e temos chances, pois a prefeita é uma decepção. Nesses mais de dois anos de mandato ela apenas pavimentou três ruas e terminou dois PSF que tinham sido iniciados por Ronaldo. As estradas da zona rural estão em péssimo estado, os tratores para arar terras estão quebrados e a prefeitura deixa a desejar na saúde e educação”, comentou Jânio.

Na opinião do vereador oposicionista, o quadro é semelhante ao de 2012, quando a insatisfação popular em Brejão possibilitou a derrota de Sandoval. “O povo quer mudança e alguém que represente o novo”, frisou Jânio Moraes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário