Prefeitura de Garanhuns

Prefeitura de Garanhuns
Prefeitura de Garanhuns

segunda-feira, 30 de abril de 2018

SOLON GOMES LAMENTA A MORTE DA RÁDIO DIFUSORA


Solon Gomes, que foi gerente da antiga Rádio Difusora de Garanhuns e um dos melhores comunicadores que passaram pela emissora, fez um desabafo sobre a transformação do prédio histórico da Avenida Rui Barbosa e toda área em volta num complexo esportivo.

“Fecharam-se as cortinas de um passado glorioso. Conseguiram acabar em definitivo com a pioneira Rádio Difusora de Garanhuns. Primeiro mudaram o seu nome original para Rádio Jornal. Em seguida fizeram predominar uma programação vinda de outras praças, que não tem identidade com a cidade”, escreveu o radialista.

E continuou: “A especulação imobiliárias forçou a rádio a mudar de endereço e, neste sábado, levaram o que restava de sonhos e esperanças, numa história de quase 70 anos, a tomar os rumos do interesse capitalista”.

Na foto que ilustra o post, Solon Gomes mostra a antiga Rádio Difusora nos seus dias de glória, antes de “silenciarem a voz do índio”.

3 comentários:

  1. “Só quando a última árvore for derrubada, o último peixe for morto e o último rio for poluído é que o homem perceberá que não pode COMER dinheiro”... A bem da verdade posso até estar enganado, mas com mentira e tudo este PROVÉRBIO deve ser de autoria de um moço velho ou quem sabe, de um velho moço, escrito pelo destemido locutor e grande pensador futurista da comunicação radiofônica de Garanhuns: o inimitável radialista SOLÓN GOMES!!!

    Nas suas torturadas e entristecidas palavras, percebe-se claramente que são de advertência ou um puxão de orelha a quem deveria, de fato, se preocupar com a preservação, LEIA-SE: o Estado!!! Até porque, nunca se deve desprezar a tradição que vem de anos longínquos; talvez os netos e bisnetos do radialista guardem na memória, relatos sobre coisas que alguma vez foram úteis para o conhecimento dos sábios... Isso mesmo, dos sábios!!! E tenham em mãos, para mostrar a quem quiser ou a quem interessar possa, os escritos(ou desabafo) ora relatado no Blog de Roberto Almeida, pelo seu avô e bisavô...

    É preciso que se saiba, que desabafar, mostrar o erro histórico e criticar não é falar mal. É falar sobre!!! Pois, não é o que se diz, É QUEM DIZ... E, ninguém melhor do que sua excelência o radialista SOLÓN GOMES, com toda autoridade do mundo da qual é possuidor por ter assento perpétuo na radiofonia garanhuense, para falar de sua saudade incontida num episódio arrastado por uma fatalidade sem tamanho da qual ele se refere com muita propriedade e conhecimento de causa. É humanamente impossível conseguir reprimir-se; não se pode conter nem frear nem muito menos dá as costas por essa gravíssima atitude tomada por pessoas que parecem que comem dinheiro...

    P.S1.: - Neste caso específico: às favas a modernidade!!!

    P.S2.: - Toda minha solidariedade e, daqui, compartilho com SOLÓN este estupro ao prédio histórico da eterna Rádio Difusora de Garanhuns...

    ResponderExcluir
  2. ISSO FAZ PARTE! NAÕ PRECISAMOS DE UM ELEFANTE BRANCO,E OUTRA COISA ,A FACHADA SERÁ PRESERVADA ,QUE JÁ É UMA VITÓRIA

    ResponderExcluir
  3. Essa mesma especulação mobiliária começa a acabar com o gigante do agreste , (estadio do sete de Setembro)
    Vi muita gente eufórico com o tal complexo esportivo que estar por vir , muita gente comentando e repasando o tal progeto , o que eu conseguir sentir quando vi a tal maquete virtual, foi tristeza pela história da rádio difusora de Garanhuns
    Aqurle predio era para ser transformado em museu do radio, esperavamos ver em sua fachada o renascimento do índio , símbolo da difusora de Garanhuns, ao invés disso vem um projeto para inglês ver ,sem identidade nem uma com a estória daquele lugar.
    E lamentável o homicídio Cultural que estar para acontencer

    ResponderExcluir