PREFEITURA DE GARANHUNS

PREFEITURA DE GARANHUNS
PREFEITURA DE GARANHUNS

quinta-feira, 19 de abril de 2018

COM CLASSE, BETÂNIA RESPONDE NOTA DA PREFEITURA


Numa nota objetiva, demonstrando classe, a vereadora Betânia da Ação Social respondeu, hoje, a uma insinuação da Assessoria da Prefeitura de que ela estava fazendo oposição a um projeto do Executivo e prejudicando o Natal da Magia 2018.
Assegurando que não faz política “com ódio ou ressentimento e sim com amor e compromisso”, Betânia explicou objetivamente porque votou contra a proposta que aumentou substancialmente os gastos com o Natal, quando a própria Secretaria de Turismo do Município informou que 70% do material é utilizado de um ano para outro.
A vereadora aproveitou para cobrar mais gastos com a saúde, que segundo ela tem sido alvo de reclamações constantes por parte da população de Garanhuns da cidade e dos distritos.
Na íntegra, a nota enviada à imprensa pela vereadora, divulgada também nas rádios e na sua página do Facebook:
Venho através desta nota esclarecer a todas as mulheres e homens de bem da nossa terra, Garanhuns - cidade que tanto amamos - que eu, Betânia da Ação Social, no momento exercendo o cargo de vereadora do município, não sou nem nunca fui contra o Natal Luz ou a Magia do Natal, como o evento hoje é conhecido.
Todos nós sabemos da importância desta festa de Natal para Garanhuns. No entanto, se a própria secretaria de turismo informou, na sala das comissões da Câmara de Vereadores, que mais de 70% do material utilizado na festa, desde 2013, são reaproveitados, por que pedir 306 mil reais a mais para o evento?
Simplesmente um acréscimo de mais de 50% no orçamento da Magia do Natal de um ano para o outro. O que pode justificar isso?
Jogaram tudo fora este ano? É lamentável que a prefeitura, sem condições de justificar esse aumento de gastos, produza através de sua assessoria notas distorcendo os fatos e tentando jogar o povo contra os vereadores.
Eu como vereadora, como parlamentar - como o senhor prefeito de Garanhuns também o foi exercendo o mandato de deputado estadual por três vezes - peço respeito a minha função, ao parlamento e a democracia. Pois apenas estou exercendo a função para o qual fui eleita. Que é de fiscalizar o Executivo e prestar contas à população do meu trabalho. Função esta que mais que dever de um vereador, é obrigação.
Estes dias temos acompanhado várias matérias pela imprensa local sobre o real estado da rede da saúde pública municipal de Garanhuns.
O caos em que se encontra o atendimento aos usuários. Com postos de saúde caindo e usuários tendo de chegar de madrugada para tentar um atendimento. Então pergunto: Não tem dinheiro para saúde, mas tem para um aumento de mais de 50% de um ano para o outro em um evento festivo?
Para encerrar, peço a assessoria do gestor que no lugar de querer jogar a população contra o parlamento, responda a todos os questionamentos de forma objetiva e coerente para que o nosso Natal possa acontecer a contento.
Sou favorável a Magia do Natal, temos prestigiado a festa todos os anos, com nossa família e amigos. Apoiamos o evento e o Governo, mas temos responsabilidade com o município e sua população, por isso mesmo queremos uma explicação racional desse aumento com os gastos, quando mais de 50% do material é aproveitado de um ano para outro. O ideal seria reduzir os custos e com o dinheiro economizado melhorar mais a saúde pública que tanto inquieta a população da cidade e distritos.
Betânia da Ação Social
Vereadora de Garanhuns

Na Câmara, quando votou contra o aumento dos gastos para a decoração natalina, Betânia já se pronunciara na mesma linha, deixando claro que não é contra o evento, que considera muito bonito e positivo para Garanhuns. 
Confira:


4 comentários:

  1. Li toda a nota de Betânia. As pessoas têm que aprender a ser coerentes. Não dá pra tapar o sol com uma peneira, ainda mais furada. - Eu sempre tenho notado essa coerência em Betânia, mesmo estando eu à distância de 220km. - A nota dela foi objetiva e esclarecedora. Quando a pessoa tem classe, põe as coisas em pratos limpos, sem agredir ninguém. Mas, chamando à responsabilidade quem deve responder responsavelmente pelos seus atos. Se alguém tenta faltar com a verdade, outro alguém que se ache no dever de rebater, tem que repelir as inverdades, com firmeza. - Foi isso que Betânia fez. - Infelizmente, a praxe nas câmaras de vereadores em geral, é que a grande maioria passe para o lado de prefeito, para se valer de benefícios nem sempre honestos! - Isso precisa acabar. Tem que haver oposição em todos os governos. Não tem essa de a grande maioria se agarrar a benefícios pessoais, só querendo levar vantagem em tudo! - E o povo, como fica? A ver navios? Isso, não! Porque é o povo que paga impostos exorbitantes e não recebe a contraprestação nos serviços públicos. Nem de longe! - Assim, parabéns, Betânia! - Abraço cordial e amigo!


    ResponderExcluir
  2. A pouco mas de um mês, nesse mesmo blog se bem me lembro , foi noticiado que o deputado estadual Álvaro Porto que provavelmente tera o apoio incondicional do prefeito de Garanhuns, nas próximas eleições ,conseguiu após um esforço desumano por força de emenda parlamentar o valor de R$ 2,18 por habitante para ser investido na saúde de cada garanhuense, por tanto com esse grandioso investimento , acho desnecessário o apontamento da vereadora ao reclamar por mais investimentos para a saúde.

    So mesmo sendo sarcástico para aguentar essa turma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu Eclesiástico: NÃO confunda prestação de serviços públicos com "apoios incondicionais"! - NÃO misture as bolas. Se você quer fazer politicagem barata, pra ficar de bem com seu Izaías ou com Álvaro das quantas, aí é outra história. Agora, deixe a vereadora Betânia trabalhar; porque ELA está cumprindo o papel que o povo lhe outorgou. Fiscalizar os gastos dos governos é obrigação dos parlamentares! Se você não tem como ajudar, é melhor não vir confundir. -2. E ninguém aqui está zombando de ninguém! – Betânia está, apenas, pedindo explicações do prefeito e auxiliares! - (Procure um dicionário e veja o que é "sarcástico"!) /.

      Excluir
  3. A vereadora foi muito feliz em sua nota. A prefeitura e seu grupo dominante, pelo contrário, parecem crer que a cidade é um feudo lotado de servos que lhes deve obediência, ainda mais agora que resolveram entregar de vez os votos da cidade aos forasteiros. O apequenamento político (e dos políticos) de Garanhuns é tão evidente quanto triste.

    ResponderExcluir