ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

A CRISE CONTINUA NO COMÉRCIO DE GARANHUNS

Uma cabeleireira de Garanhuns, que tem salão na Rua Dom José, reclamava esta semana, que o movimento do seu estabelecimento, em pleno final de ano, está perto de zero. Quase ninguém entra, de segunda a sábado, para cortar ou arrumar os cabelos.
Segundo ela, antes o salão vivia cheio ela tinha quatro funcionárias e agora as coisas são completamente diferentes. Veio a crise, os fregueses sumiram e ela teve de demitir seu pessoal. Mesmo trabalhando sozinha mal arruma para pagar o aluguel.
Outro comerciante do centro de Garanhuns, que atua no ramo de eletrodomésticos, sofre as mesmas dificuldades. De acordo com ele os clientes desapareceram e o entra e sai agora é de gente vendendo tapioca, brigadeiro, cocada, pano de prato e bugigangas mil para sobreviver.
Mas taí o governo fazendo propaganda na televisão dizendo que a situação está melhorando. E ainda tem gente que acredita, apesar de a gasolina, o gás de cozinha e da luz elétrica praticamente terem dobrado de preço de 2016 pra cá.
Mesmo as maiores lojas da Avenida Santo Antônio estão com o movimento muito aquém do observado em anos anteriores.

A situação na Suíça Pernambucana só não é mais dramática por conta do Natal realizado pela Prefeitura, que atrai muita gente de outras cidades e aquece um pouco o comércio.

*Foto meramente ilustrativa. Não se trata do estabelecimento citado na matéria.

2 comentários:

  1. MUITO BOA ESTA MATÉRIA MAS O SENHOR IVAN JUNIOR EMPRESARIO DEU UM ENTREVISTA NA RADIO JORNAL E DISSE QUE O COMERCIO DE GARANHUNS NÃO TEM CRISE, ACHO QUE ESSE SENHOR IVAN JUNIOR É CEGO OU SE FAZ, OCOMERCIO DA GARANHUNS TÁ PARADO OUVIO IVAN JUNIOR?

    ResponderExcluir
  2. ROBERTO O SENHOR IVAN JUNIOR EMPRESARIO DEU UM ENTREVISTA NA RADIO JORNAL E DISSE QUE O COMERCIO DE GARANHUNS NÃO TEM CRISE, ACHO QUE ESSE SENHOR IVAN JUNIOR É CEGO OU SE FAZ, O COMERCIO DA GARANHUNS TÁ PARADO IVAN JUNIOR?

    ResponderExcluir