Governo de Pernambuco

Governo de Pernambuco
Governo de Pernambuco

O VOTO DOS PERVERTIDOS DA CÂMARA DOS DEPUTADOS


Por Roberto Almeida

A maioria dos deputados federais que votou a favor de Michel Temer, da corrupção e da impunidade, não o fez por convicção ou pela perfeição jurídica do relatório feito por um parlamentar tucano.
Os deputados disseram sim porque foram comprados, alguns dentro do Congresso Nacional, em plena sessão, como foi documentado por fotógrafos e jornalistas, com vídeos e fotos divulgadas pela mídia e nas redes sociais.
A justificativa de que estavam defendendo a estabilidade, a recuperação da economia e o emprego é cínica e mentirosa.
Que estabilidade se a crise persiste, até se agravou depois do golpe, do mandato comprado por Michel Temer em 2016?
Recuperação da economia à custa da retirada dos direitos dos trabalhadores, do fim da aposentadoria para milhões de brasileiros e da facilitação do trabalho escravo?
Como pelo emprego, se desde que o peemedebista tomou de assalto o poder o número de pessoas sem trabalho não para de crescer?
Os deputados votaram para atender seus interesses, os pernambucanos Mendonça Filho e Bruno Araújo disseram sim para continuar ministros de um governo ilegítimo, comandado por um ladrão, conforme as denúncias e provas apresentadas pela Procuradoria Geral da República.
A votação desta quarta-feira, como outras recentes da história da Câmara dos Deputados, faz com que cada vez mais o Brasil se transforme numa vergonha mundial, aumenta a desesperança, multiplica o desencanto com a política e confunde a cabeça da população, levada a achar que todos são iguais.
Não são. Lembremos que 233 parlamentares disseram não a Temer, à corrupção legalizada e a impunidade.
Não se pode comparar o voto de Tadeu Alencar e Gonzaga Patriota, os dois do PSB de Pernambuco, com o de deputados que venderam a consciência, a vergonha e o mínimo de decência.
A Câmara Federal mais uma vez deu as costas ao povo. Aos mais de 90% dos brasileiros que não aprovam o governo ilegítimo de Temer e desejam vê-lo fora do Palácio do Planalto.
Cadê a Lava Jato que combate a corrupção? Cadê a justiça deste país?
Mas, como cantava Chico Buarque na época da ditadura militar: “Amanhã há de ser outro dia”.
As ditaduras passam, os tiranos morrem, nada é pra sempre. 

Um dia, talvez não muito distante, os ladrões, os hipócritas, os oportunistas vão sair de cena e muitos pagarão por seus crimes.

O Brasil é maior do que esses pústulas, esses pervertidos do Congresso Nacional. 
*Na foto do jornal O Globo o deputado Paulo Maluf, um dos parlamentares que livrou Temer de ser investigado pelo Supremo.

2 comentários:

  1. Depois ler o texto escrito pelo jornalista Roberto Almeida com sua capacidade de raciocínio lógico e real,atual e verdadeiro somente me resta dizer aos nobres leitores críticos ou não que a CÂMARA FEDERAL dos DEPUTADOS FEDERAIS teve uma melhoria em qualidade substancial e sólida.

    233 (duzentos e trinta e três votos) no total de 513 deputados federais e tendo apenas 251 uma diferença de apenas 18 votos mostra a evolução de pensamento e de ideias.

    É o exercício da democracia onde antes uma maioria absoluta de 2/3 decidiam tudo e os restantes apenas balança a cabeça feito lagartixa.Toda unanimidade é burra por formação e excelência.

    Eu já passei por isso quando de 1989 a 1992 eu fui o único vereador de oposição em Lagoa do Ouro .Eleito no rabo da gata.E 2000 fui eleito novamente e os 9 vereadores eram todos ao lado do Prefeito Marquidoves.Em 2005 retornei a Câmara Municipal e todos éramos mais uma vez todos ao lado do prefeito.

    Era um medo da besta fera de ser contra a algum projeto de lei que o Prefeito mandava para a Câmara Municipal.

    0 prefeito Marquidoves mandou um Projeto de Lei para aumentar a alíquota do IPSELO de 11% para 13,5% e eu fui contra.Todos os outros colegas vereadores ficaram contra mim.Com uns 2 anos o Prefeito manda outro projeto de Lei baixando os 13,5% para os 11% atuais.

    Agora quer o temeroso aumentar para 14% as aliquotas dos servidores públicos.Isto é uma vergonha.

    Finalmente,toda unanimidade e´burra e na democracia tem que haver esse debate de ideias e de princípios,de projetos e de leis ,de propostas e de programas de governo,do planos e metas para serem alcançadas.

    0 Brasil hoje está a venda e isto é muito ruim para a soberania nacional ,pois nem os MILITARES no poder foram tão tacanhas de VENDER MAIOR EMPRESA DO BRASIL,A PETROBRAS.Pois,corrupção e roubalheira existem entre o PÚBLICO E O PRIVADO com as doações empresariais aos partidos e aos políticos ILEGAL E IMORAL.Este é o perigo iminente deste país se transformar numa República de bananas entregue aos gringos e aos norte americanos!

    Valeu,233 votos contrários e a favor da moralização pública da nossa política comprada e viciada até o eixo!!!!

    ResponderExcluir
  2. E pensar que o SEGUNDO maior ladrão do dinheiro público brasileiro(O Seboso de Caetés foi o maior do mundo), recentemente, foi carne e unha do desastrado ex-prefeito de São Paulo, Jaiminho Haddad, Lula, Dilma et caterva... Menos da paraibana Luiza Erundina!!!

    P.S. : - BOI PRETO CONHECE BOI PRETO OU COMO DIZ A SABEDORIA POPULAR: UM GAMBÁ CHEIRA OUTRO...

    ResponderExcluir