SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sábado, 16 de setembro de 2017

NOGUEIRA DIVULGA NOTA DURA CRITICANDO O DETRAN

Numa nota dura divulgada hoje à imprensa da região, o prefeito de Calçado, Expedito Nogueira (PP), criticou uma ação do Detran realizada em sua cidade, na sexta-feira à noite, exatamente no início do 29º Festival da Lavoura, uma das festas mais tradicionais do município.
Segundo o prefeito Nogueira, o governo usa seu efetivo para apreender veículos de agricultores e pessoas de baixa renda, mas não cumpre a Lei quando é obrigado a dar segurança aos cidadãos e não o faz. “Tirar da população o seu único meio de transporte, com o único intuito de obrigar a mesma pagar a impostos é uma
maneira espúria de dar as costas a este povo”, critica Nogueira na nota da Prefeitura.


É o terceiro Governo Municipal do Agreste Meridional a protestar contra as ações consideradas abusivas por parte do Detran. Antes já tinham protestado contra o órgão estadual o prefeito Rossine, de Lajedo, e o secretário Wando Pontes, do município de Caetés.
Nogueira tem sido um aliado fiel do governador Paulo Câmara, mas segundo alguns dos seus assessores recebeu ontem à noite tratamento de inimigo por parte do Detran, que foi a Calçado penalizar homens de bem e acabar com a festa que está sendo realizada na cidade.
Abaixo, na íntegra, a nota assinada pelo prefeito de Calçado:
 NOTA DE REPÚDIO ÀS OPERAÇÕES DO DETRAN NA CIDADE DE CALÇADO
O Prefeito do Município de Calçado, vem a público externar o seu repúdio quanto a lamentável operação feita pelo DETRAN na noite desta última sexta feira 15/09, no evento da prévia do 29° Festival da Lavoura, evento tradicional da cultura do povo Calçadense.
No período que a população deste Município tem como festivo, o DETRAN o usa para pegar de surpresa e para proceder com a apreensão de veículos e motos da população, que ainda estão com alguns débitos relativos ao IPVA.

A maioria dos veículos apreendidos o são de agricultores e pessoas de baixa renda, que apesar de batalhadoras sofreram nos últimos sete anos efeitos severos da seca e da grave crise econômica em nosso País.

Tirar da população o seu único meio de transporte, com o único intuito de obrigar a mesma pagar a impostos é uma
maneira ESPÚRIA de dar as costas a este povo que tanto sofreu e ainda sofre pelos próprios erros dos governos.
As Leis são feitas na verdade para serem cumpridas, mas as mesmas Leis que determinam que compete ao Estado dar segurança aos cidadãos não é respeitada no Município que sofre com a falta de segurança pública.
Que usem o efetivo policial e os veículos que estiveram ontem nesta cidade para também dar segurança ao agricultor que tem sua moto tomada de assalto, que tem sua propriedade invadida e sua criação tomada.
O Estado tem que primeiro conscientizar e verificar a realidade do cidadão antes de o tratá-lo como um transgressor de normas do Código de Trânsito.

Ao povo Humilde e Honesto do Município de Calçado, saibam que sempre estarei do lado de vocês contra estes tipos de ações desarrazoadas e manifestamente constrangedoras ao povo de bem.
Que em primeiro lugar garantam a segurança da população que muitas vezes por causa da ausência desta ficaram sem condições de pagar os impostos de seus carros e motos, para só então virem atrás de cobrar deste povo ordeiro.
Peço ao Governador Paulo Câmara que determine ao DETRAN que reveja a posição de ver o povo ordeiro como inimigo do Estado, e para que não tome do povo Humilde de nosso Município o único patrimônio, meio de transporte ou meio de vida que eles têm.
Desta forma, venho REPUDIAR a ação do DETRAN realizada na cidade de Calçado na noite da última sexta feira 15/09.

Nenhum comentário:

Postar um comentário