Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

JUPI TEM CURSO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Em Jupi funciona um Programa de Qualificação Profissional, lançado pelo prefeito Marcos Patriota (DEM) no primeiro trimestre deste ano.  

O trabalho é coordenado pelo administrador Alan Roger de Barros e tem um perfil inovador, uma vez que nunca houve,  anteriormente,  nas gestões municipais,  um setor direcionado exclusivamente a essa atividade.

Em seis meses do programa, foram executados nove cursos livres. Foram eles: cabeleireira; manicure; maquiagem; bordado em ponto cruz; bordado em fitas; derivados do leite: iogurtes; derivados do leite: queijos; pães; e  biscoitos e bolachas. 

Os cursos foram realizados em parceria com as secretarias municipais de educação e assistência social, envolvendo a coordenadoria da mulher e o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social).
Nada menos que 162 pessoas já foram contemplados por algum desses cursos, através do projeto.

Em setembro teremos dois treinamentos envolvendo os alunos do EJA, (pintor de paredes e jardinagem e paisagismo).

Já em outubro serão dois treinamentos destinados ao CCI (Centro de Convivência do Idoso) do município. 

Na área de empreendedorismo rural, o Programa de Qualificação Profissional, com o apoio da Diretoria de Agricultura Familiar do município irá dar orientações inicialmente a 40 produtores rurais,  através do projeto Negócio Certo Rural,  em parceria com o SENAR/PE e o Sebrae.

Atualmente o projeto conta com a parceria do SENAR-PE (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e pretende em breve formar novos parceiros para 2018. A previsão de 2017 é de capacitar um total de 262 pessoas.

O principal objetivo do programa é gerar emprego e renda e criar novas possibilidades de negócios para o município, melhorando a renda da comunidade.

Para o coordenador do programa,  Alan Roger de Barros, a expectativa para 2018 é de triplicar o número de beneficiários do programa e criar oportunidades para que estas pessoas possam ter espaço para expor seus produtos sejam alimentícios ou artesanais.

E que também tenham um acompanhamento técnico para orientar suas iniciativas de negócios, para que estes não apenas façam os cursos mas que principalmente, possam colocar as novas habilidades em prática,  de maneira que possam complementar a renda familiar e ter reconhecimento e orgulho de fazer parte da economia local no município de Jupi.

*Com informações e fotos de Guilherme JG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário