Governo Municipal

Governo Municipal
Juntos por uma Grande Cidade

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sexta-feira, 30 de junho de 2017

GARANHUENSES FAZEM CAMPANHA CONTRA FORASTEIROS

Nos grupos de Facebook e WhatsApp de Garanhuns começa uma campanha para que os moradores do município não votem em candidatos de fora, na próxima eleição.

O objetivo é conscientizar o eleitorado garanhuense a apoiar os candidatos com vínculos com a cidade, para fortalecê-la politicamente com a eleição de um estadual e um federal.

Garanhuns, quando era menor, chegou a ter dois representantes na Assembleia Legislativa do Estado e pelo menos um em Brasília.

Eram os tempos de Ivo Amaral e José Cardoso (foram estaduais na mesma legislatura) e José Tinoco e Cristina Tavares, que nos representaram em Brasília.

Hoje não é nem que os garanhuense estejam negando votos aos da terra – João Guido, Sivaldo, Claudomira e Zaqueu são exemplos de candidatos que foram bem votados no município, em eleições recentes – o problema é que os políticos de cá não estão conseguindo inserção nos municípios vizinhos.

Para se garantir, os políticos locais que pretendem chegar à Assembleia Legislativa ou a Câmara Federal têm que fazer sua parte aqui, mas também precisam conquistar pelo menos 10 ou 15 mil votos em outros municípios.

O eleitor está fazendo sua parte em defender o que é nosso, mas nossos representantes também precisam articular melhor seus projetos e fazer política pensando em termos do Agreste Meridional como um todo.

Nesse sentido, os deputados Álvaro Porto (natural de Canhotinho) e Romário Dias (Correntes) têm sabido fazer política, pois garantiram seus mandatos com votação de cidades até do Sertão do Estado.


Mas o recado está sendo dado via internet: “Se não é de Garanhuns, tô fora!”.

5 comentários:

  1. Concordo plenamente, no entanto, peça a eles, que não venham nas cidades vizinhas pedirem votos já que serão forasteiros nela.

    ResponderExcluir
  2. Mas também não adianta ser de Garanhuns e ser um zero à ESQUERDA!

    ResponderExcluir
  3. Não adianta ser de Garanhuns e ser mais um merda que defende o próprio interesse, o interesse, do partido, o interesse da coligação, e o interesse da cidade fica no final das prioridades também! Tem que ser comprometido. E o povo tem que saber a quem dar a oportunidade, pois deve ser um homem de palavra e com compromisso firmado, pois uma vez lá, vai ser difícil de tira-lo, pois se for mais um canalha, vai querer permanecer lá na base da compra de votos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando um sujeito é testado nas urnas uma vez e tem uma grande votação é porque ele foi e deve continuar sendo merecedor da confiança do voto de seu povo e sua gente.

      No sistema eleitoral perverso,cruel,ingrato,estúpido,corrompido, formador de políticos potencialmente criminosos, somente resta mesmo aos disputantes fazerem parte desse conluio entre empresários, empreiteiros, bancos,firmas com o público para poder ser eleito.

      Com todas denúncias e delações premiadas que atingiram hoje em cheio todos os grandes partidos incluindo os 4 que eu já votei nestes 25 anos de regime democrático (PT-PSDB-PMDB-PSB)do Lula,Aécio Neves,Michel Temer,Eduardo Campos e Marina Silva e,até agora,o CONGRESSO NACIONAL não responde em nada,apenas ficam nesse jogo sujo com denúncias contra os outros,mas que atingem a todos indistintamente,somente restam aos que pretendem disputar um cargo de Deputado Estadual e Federal fazerem das triplas coração para agradar a gregos e a troianos.

      Das lideranças antigas e novas ninguém tem mais experiência para mostrar aos mais jovens como funcionaram e funcionam todos os esquemas para se elegerem e se reelegerem do que os ex- deputados Ivo Amaral e o Prefeito Izaías Régis com o Dr. Silvino de Andrade.

      0 Engenheiro João Guido,Dra Claudomira,o Vereador Zaqueu Lins tentaram,mas faltou estrutura financeira para bancar as candidaturas fora de Garanhuns. Conseguir o apoio de Prefeitos nunca foi uma tarefa fácil.

      Três políticos que conseguiram nomes fora de Garanhuns, Ivo Amaral com suas entrevistas na Rádio Jornal e sua atuação como um dos melhores Prefeitos do Agreste Meridional,José Tinoco com sua fama de um grande Médico de Garanhuns e um grande Hospital e a mulher guerreira Cristina Tavares Coreia com sua fama de uma jornalista valente e competente, a qual, eu tive a felicidade de conhecê-la em Recife nas lutas travadas com Marcos Freire e Miguel Arraes que, se não fosse a chapinha de Arraes em 1990 ela teria voltado a Câmara Federal com mais de 15.000 votos.

      Eu acho que se o Prefeito Izaías Régis não quer deixar a Prefeitura para conseguir de volta o mandato de Deputado Estadual ou tentar uma vaga Federal,como em política as improvisações sem dinheiro não se consegue um mandato,o correto seria trabalhar com o candidato que teve mais de 20.000 votos na eleição de 2014.

      Conforme eu citei acima um nome para Deputado Estadual ou Federal tem que ter projeção municipal , regional e Estadual.E isto não se constrói dentro de 6 meses para o pleito.

      Eu vi muita gente dizer neste blog e em minha cidade que o Deputado Estadual Dr. Romário Dias não se elegia porque ficou no lugar do filho um cara elegante e jovem.Eu disse que, pode escrever que Dr. Romário Dias já está eleito.Tudo porque quem elege Deputados são os apoios de alguns Prefeitos que são capazes de dar uns 3 a 4 mil votos ao candidato.

      Quando o ex-vereador e deputado Liberato Costa Júnior anunciava sua planilha DATALIBA acertava em 90% dos candidatos eleitos.

      Excluir
  4. Quando um vereador apoia um candidato a Deputado em quaisquer município vem logo os adversários e propagam que fulano de tal está recebendo muito dinheiro.

    Essa compra de votos vem das raízes mais profundas da política brasileira.A grande maioria somente vai a luta se estiver ganhando alguma coisa.Até a nossa família somente se engaja se a campanha tiver turbinada com bastante dinheiro.

    Com toda a mídia voltada em combate aos financiamentos empresariais aos partidos e aos políticos não conseguiu até hoje moralizar o sistema.

    0s grandes partidos PMDB,PSDB,PP-PSB-PT-PR-PSD-PTB todos apoiaram e estão apoiando o Presidente golpista conseguiram moralizar o sistema apresentando a nação brasileira uma Reforma Política para baratear custos e despesas nas campanhas políticas de Vereador a Prefeito,de Deputados a Governador e de Senador a presidente do Brasil.

    As prisões de empresários e políticos em nada mudou a imagem de Deputados e Senadores em sua maioria absoluta que,em nome da ética,da moral,contra a corrupção eleitoral não são capazes de oferecerem UMA REFORMA POLÍTICA com o VOTO DISTRITAL PURO.

    Para um Deputado Estadual continuar na política precisa fazer parte de um grande esquema empresarial e com apoio de vários prefeitos e isto custa muito dinheiro.

    Um Deputado Estadual hoje ganha mensalmente R$ 25.322,25 e em 4 anos dará um total de R$ 1.215.468,00 e para ser eleito numa campanha não sai por menos de R$ 10.000.000,00. (dez milhões de reais) e para Federal não sai por menos de R$ 20.000.000,00.

    Somente os empresários e empreiteiras,bancos, lobistas e doleiros podem financiar campanhas milionárias. Razão pela qual hoje existe uma operação lava jato tentando destruir o elo entre o público e o privado nessas captações de recursos públicos via licitações públicas municipais,estaduais e federal.

    Com o voto distrital puro e com o Estado sendo divido em micro regionais,certamente, Garanhuns elegeria 2 Deputados Estadual e Federal.

    Para conseguir eleger e reeleger Ivo Amaral,Cristina Tavares e José Tinoco foi preciso muito marketing em cima deles tanto na oposição como na situação.

    Os deputados que foram bem votados em Lagoa do Ouro foram em ordem decrescente, Dr.José Tinoco mais de mil votos,Dr. Silvino Duarte mais de 900 votos, Ivo Amaral mais de 500 votos,Izaías Régis mais de 150 votos e Cristina Tavares mais de 50 votos.

    0 Vereador Zaqueu Lins teve uma grande votação.Faltou se projetar para fora de Garanhuns.Mas se Garanhuns tivesse pensado grande e todas as lideranças locais estivessem imbuídas dos melhores propósitos,certamente,teriam elegido um Deputado Estadual.Mas como é difícil unir sem muito dinheiro na campanha? 0 Prefeito Izaías Régis sabem o quanto é difícil ser Deputado.E olhe que ele foi um dos melhores quadros da política pernambucana com uma atuação implacável em prol do Agreste Meridional e hoje é um grande prefeito.

    Infelizmente esse sistema eleitoral brasileiro somente favorece aos candidatos que fazem parte dos grandes e velhos esquemas.

    0 ex-deputado e vereador Liberato Costa Júnior acertava quase todas baseado em planilhas com os apoios que os candidatos tinham em todas as cidades de Pernambuco.Como é difícil ser hoje um Deputado sem estrutura,sem grupo e sem muito dinheiro!

    Quem pensar que todos esses escândalos de Brasília mudaram a cabeça dos pedintes na política brasileira está totalmente enganado.

    ResponderExcluir