Governo Municipal

Governo Municipal
Juntos por uma Grande Cidade

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

segunda-feira, 19 de junho de 2017

COBRA DE GRANDE PORTE É CAPTURADA EM CAPOEIRAS

Por Junior Almeida

Não é matéria repetida, essa é inédita. No último dia do mês de maio foi capturada no Sítio Mocambo de Capoeiras uma jibóia medindo cerca de 2 metros. Algumas pessoas ligaram para o Corpo de Bombeiros de Garanhuns, mas, esse alegou não ter viaturas para esse tipo de trabalho. A veterinária da prefeitura local, Camila Pininga, transportou o animal em seu veículo particular até os bombeiros, que depois libertaram a cobra numa mata de Brejão. Nós postamos aqui.

No dia de ontem (18) o fato se repetiu. Foi capturada no Sítio Pedra Miúda, também no mesmo município, outra cobra, e dessa vez maior do que a primeira. Segundo algumas pessoas que viram a cobra, essa chega a quase 4 metros de cumprimento. A veterinária Camila Pininga, quando foi capturada a primeira cobra, dezoito dias atrás, disse que poderiam aparecer mais animais desse porte, inclusive uma maior, que poderia ser a mãe da ninhada.

A profissional acredita que pelo tamanho da cobra capturada ontem, ela seja a mãe de outras cobras de um porte pouco menor, igual a capturada no final de maio e que ainda estão na região.

O blog entrou em contato às 10 horas e 20 minutos de hoje com o Corpo de Bombeiros, sendo atendido pelo sargento Ismael, o qual nos informou que “também no dia de hoje, a unidade dos bombeiros de Garanhuns não dispõe de viaturas para transportar o animal, mas que entrássemos em contato com a CPRH, que eles nos orientariam de como proceder".

Ligamos então às 10 horas e 45 minutos para o órgão indicado, falando com uma moça de nome Adriele, que pediu que retornássemos a ligação em 10 ou 20 minutos, que teria uma resposta. Retornamos no tempo combinado e fomos informados que amanhã (20) virá uma equipe de Recife para Buíque, e que se deslocará até Capoeiras, onde recolherá a cobra.  

O curioso nos dois casos de aparecimento de cobras em Capoeiras, tanto o de maio como o de ontem, é que as pessoas agiram de maneira correta, ligando para os Bombeiros para que esses fossem ao local apanhar os animais, que pelo porte, não deixam de assustar os moradores locais, mas, em ambos os casos, o órgão estadual, alegou não ter viaturas para o trabalho. Fica a pergunta: para que serve a famosa taxa de Bombeiros que todo proprietário de veículo é OBRIGADO a pagar no documento anual?


Moradores locais já dizem em tom de brincadeira, que já como não têm a quem recorrer, vão ter que ligar para o biólogo Richard Rasmussen (foto), aquele dos programas de televisão, que sempre aparece “desafiando” animais, muitos deles peçonhentos. 

2 comentários:

  1. NOTA DE ESCLARECIMENTO

    Em atenção a matéria publicada neste Blog no último dia 19 de junho de 2017, “COBRA DE GRANDE PORTE É CAPTURADA EM CAPOEIRAS” vimos esclarecer que:

    • No dia em questão, ao ser solicitado para o atendimento de resgate de animal, o qual já se encontrava enclausurado, o 6º Grupamento de Bombeiros Militar (6ºGB) encontrava-se com todas as viaturas em ocorrência, o que impossibilitou o atendimento imediato a solicitação em comento, a qual foi atendida posteriormente por nossa guarnição, tendo o animal sido entregue aos cuidados do CPRH para soltura em ambiente adequado;

    • A ocorrência relatada de captura de animal efetuada no final do mês de maio, na verdade tratou-se de uma cobra que fora capturada pelo solicitante e deixada na sede do 6ªGB para soltura em ambiente apropriado, não havendo solicitação para que os Bombeiros se deslocassem para efetuar a captura;

    • Para quaisquer ocorrências que envolvam captura ou resgate de animais que estejam oferecendo risco a pessoas ou estejam em situação de risco próprio ou agonia, o 6º GB conta com guarnição apropriada para este tipo de atendimento, desde que não estejam em atendimentos que envolvam riscos maiores a vida de pessoas, neste caso, priorizando essas ocorrências àquelas;

    • Nos últimos meses, em parceria com a UFRPE e Defesa Civil de Garanhuns, o 6ºGB tem se empenhado no resgate de várias espécies de animais em situação de risco, como foi o caso de vacas, capivaras, tamanduás, jacarés, cobras e raposas, os quais, de alguma forma necessitavam do apoio dos Bombeiros Militares e foram entregues aos cuidados de especialistas no trato com estes animais ou soltos em seus habitats naturais;

    • O 6º Grupamento de Bombeiros, vem se empenhando em prestar, da melhor forma possível, atendimento à população do Agreste Meridional, sempre preocupado em preservar a vida, seja de pessoas ou quaisquer outros tipos de animais em risco, apoiando-se ao lema de “VIDAS ALHEIAS E RIQUEZAS SALVAR”, bem como, se colocando à disposição para maiores esclarecimentos quanto ao tipo de atendimento prestado, em nossa sede ou por telefone através do número 193.

    IREMBERG LEAL DE BARROS
    Tenente Coronel – Comandante do 6º Grupamento de Bombeiros

    ResponderExcluir
  2. vc deveria fazer a pergunta da taxa de bombeiros para o governador, ele deve saber o que faz com ela! a cobra vive no habitá dela, as pessoas que invadem, a cobra no meu parecer não estava na cidade e sim na zona rural, zona de mata. deixem o animal viver e parem de criticar os bombeiros essas já fazem muito com tão pouco.

    ResponderExcluir