Garanhuns

Garanhuns
Fique em dia com Garanhuns

GOVERNO DE PERNAMBUCO

GOVERNO DE PERNAMBUCO
Presença do Governo no Agreste Meridional

quarta-feira, 17 de maio de 2017

BELCHIOR VIVEU ÚLTIMOS ANOS COM A AJUDA DE AMIGOS

Dogival Duarte, radialista e amigo do cantor Belchior, deu uma entrevista à Rádio Gaúcha, do Rio Grande do Sul, que impressiona pelo que revela.

Segundo ele o artista cearense chegou a Santa Cruz do Sul, acompanhado da esposa Edna,  e morou um ano na sua casa, sem nenhuma preocupação com qualquer despesa.

Depois um colega de Dogival arranjou uma casa na mesma cidade e o cantor foi morar com a mulher nesse outro imóvel.

Belchior viveu totalmente recluso e segundo o radialista a esposa influenciava de maneira muito forte e negativa o marido.

Não permitia que as pessoas se aproximassem dele nem deixava ele sair para lugar nenhum.

Dogival e outros amigos continuaram a ajudar o cantor, que não fazia mais shows e tinha dívidas na ordem de 500 mil. Os direitos autorais não bastavam para cobrir tudo.

Antônio Carlos Belchior morreu no dia 30 de abril na casa em que estava morando em Santa Cruz do Sul.

Alguns sites chegaram a especular que ele teria cortado a aorta com uma tesoura ou o estojo de barbear. Mas tanto o portal UOL como o G1, da Globo, desmentem essa informação e noticiaram que o artista teve um aneurisma da maior veia do corpo humano, verdadeira causa de sua morte.

Desde que Belchior passou a viver com Edna Araújo adotou um comportamento estranho, sumiu e abandonou a carreira. A imprensa sempre deu a entender que a mulher transtornou a vida do cantor, fato confirmado por Dogival Duarte na entrevista à Rádio Gaúcha.


– Ela era uma influência negativa, pesada, complicada – disse Duarte na emissora do Rio Grande do Sul.

*Foto: Jornal Zero Hora de Porto Alegre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário