Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

quinta-feira, 27 de abril de 2017

COMO VOTARAM OS PERNAMBUCANOS PELO FIM DA CLT

Por Junior Almeida

Quem gritou fora Dilma e Fora PT, que foi às ruas de todo país atendendo as convocações da Rede Globo, das entidades patronais como a FIESP e os movimentos de extrema direita com a máscara de apolíticos, como MBL e Vem Pra Rua, deve estar agora pensando e arrependido pela besteira que fez.

Com o golpe o desemprego aumentou, várias empresas fecharam suas portas em todo país, riquezas do Brasil, como o pré-sal e a própria Petrobrás, estão sendo entregues a toque de caixa, e a previsão é de piora, com a venda Banco do Brasil, Caixa Econômica e os Correios, aquela empresa em que seus funcionários se orgulharam de aparecer na mídia (foto) queimando a bandeira do PT.

E agora, que a CLT foi rasgada na noite de ontem, quem vai defender os trabalhadores que a partir dessa data vão ser contratado como querem os patrões, na lei de "se não quiser assim, tem quem queira"? Será que o MBL, Vem Pra Rua, FIESP, Globo, Folha, PSDB, DEM e outros, vão defender o povo? É ruim!

Está sendo colocado em prática o plano de governo de quem perdeu a eleição, isso é fato. Aqui em Pernambuco os vinte e quatro deputados votaram na noite de ontem, contra e a favor da proposta de Michel Temer, presidente com incríveis 4% de aprovação popular Se Temer fosse um jogador de futebol, já tinha torcedor gritando pra ele pedir para sair, mas...

Abaixo a relação dos vinte e quatro deputados pernambucanos e como cada um votou pelo fim dos direitos trabalhistas:

VOTARAM SIM

Adalberto Cavalcanti, PTB, André de Paula, Augusto, Coutinho SD, Betinho Gomes, Bruno Araújo, PSDB, Carlos Eduardo Cadoca, PDT, Daniel Coelho, PSDB, Fernando Coelho Filho, PSB, Fernando Monteiro, PP, Jarbas Vasconcelos, PMDB, João Fernando Coutinho, PSB, Jorge Côrte Real, PTB, Kaio Maniçoba, PMDB, Marinaldo Rosendo, PSB, Mendonça Filho, DEM e Ricardo Teobaldo, PTN.

VOTARAM NÃO


Danilo Cabral, PSB, Eduardo da Fonte, PP, Gonzaga Patriota, PSB,  Luciana Santos, PCdoB, Pastor Eurico, PHS, Silvio Costa, PTdoB  Tadeu Alencar, PSB e Wolney Queiroz, PDT.

6 comentários:

  1. Parabéns aos deputados que votaram a favor da reforma trabalhista!!! Repitam o mesmo com a reforma da PREVIDÊNCIA. Vitória do Brasil; derrota dos sindicalistas!!!

    P.S.: - AOS DEPUTADOS MORTADELAS QUE VOTARAM CONTRA O BRASIL, JAMAIS SERÃO DIGNOS DO MEU VOTO!!!

    ResponderExcluir
  2. Se esses deputados bandidos que votaram contra o Brasil e cometeram crime de lesa pátria, caso a gente não vivesse numa democracia, esses deputadozinhos tipo Danilo Cabral, Tadeu Alencar e tantos outros, só à forca nos deixaria satisfeitos. Não é à toa que, nós que queremos justiça PARA BANDIDOS PODEROSOS já fomos chamados de tudo. Direita xucra, asnos, vigaristas, que agimos com o fígado e o traseiro, estamos salivando sangue e com figado no lugar do cérebro, enfim, um monte de acusações idiotas vinda de sujeitos que em nome de um falso legalismo se permitem defender os seus bandidos e, de sobra, os bandidos alheios, isto é, os bandidaços de LuLa. É o tal de legalismo de mão única válido somente para os meus bandidos de estimação.

    P.S.: - E O QUE DIZER DESSES DEPUTADOS PICARETAS QUE NÃO QUISERAM RENOVAR UMA LEI TRABALHISTA, QUANDO PREFEREM CONVIVER COM UM AMONTOADO DE BAGULHO QUE TEM 70 ANOS DE EXISTÊNCIA. NENHUM DESSES É DIGNO DO MEU VOTO!!!

    ResponderExcluir
  3. ESSES DEPUTADOZINHOS QUE VOTARAM CONTRA A MODERNIZAÇÃO DA LEI TRABALHISTA SÃO TÃO INOCENTES QUE, QUANDO PRESIDENTA INCOMPETANTA(DE TRISTE RECORDAÇÃO), A ANTA TONTA LIMITOU SEGURO DESEMPREGO, PIS, PASEP, PENSÃO DAS VIÚVAS, AUXILO DOENÇA E OUTROS BENEFÍCIOS... MAS, PORÉM CONTUDO, TODAVIA, ESSA TURMINHA DE DEPUTADOZINHOS JUNTOS COM A PELEGADA DA CUT NÃO DERAM UM PIU!!!

    P.S.: - As sonsices e as dissimulações dessa turminha escrotinha não enganam mais ninguém: votar neles, nem morta!!!

    ResponderExcluir
  4. A CLT FOI INVENTADA POR MUSSOLINI NA ITÁLIA FACISTA E COPIADA POR GETÚLIO VARGAS.

    MERECE ACABAR MESMO!

    ResponderExcluir
  5. contra os principais pontos do projeto são essencialmente falsos. Eles não se conformam mesmo é com o fim do imposto sindical.

    Edcleison A. Nascimento

    ResponderExcluir
  6. Sobre a greve, as centrais sindicais que organizaram as paralisações de ontem afirmam que não contabilizaram números de adesões, mas, segundo a Força Sindical, passou de 40 milhões de pessoas. Dados disponíveis pelas entidades indicam que a última grande greve no País, em 1989, teve 35 milhões de adesões.

    O presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, disse que o movimento de ontem foi um recado para que o governo abra negociações para se fazer uma reforma "civilizada", que não seja feita só pelo governo e o Congresso, mas com a participação dos trabalhadores.

    "Foi a maior greve da história", afirma o presidente da CUT, Vagner Gomes. "Foi uma resposta ao Temer e ao Congresso de que a sociedade não concorda com o fim da CLT, com a terceirização e o fim da aposentadoria."

    ResponderExcluir