Governo Municipal

Governo Municipal
Juntos por uma Grande Cidade

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

quarta-feira, 8 de março de 2017

JUSTIÇA COMEÇA A OUVIR TESTEMUNHAS EM CAPOEIRAS

Na próxima sexta-feira, dia 10, a juíza Priscila Brandão, da comarca de Capoeiras, começa a ouvir as testemunhas indicadas pelo DEM para apurar se houve ou não abuso de poder político e econômico na última eleição realizada no município.

Segundo a assessoria do Democratas, seis testemunhas serão ouvidas pela magistrada, a partir das 8h30.

Nesta primeira audiência, os depoentes irão falar sobre as denúncias de doação de material de construção, em troca de votos, e retenção do título de eleitor de dezenas de pessoas por aliados do grupo que está no poder.

No dia 27 de março haverá uma segunda audiência e nesta a juíza de Capoeiras ouvirá novas testemunhas, que desta vez falarão dos supostos casos de compra de votos com dinheiro vivo,  por correligionários da prefeita.

Em alguns casos, ela mesma, assim como seu vice, estariam envolvidos diretamente.

Três advogados do Recife virão para Capoeiras, sexta-feira, unicamente para acompanhar a audiência.

Na cidade existe expectativa em torno desses depoimentos, que se comprovarem as denúncias do Partido Democratas podem causar uma grande “dor de cabeça” à prefeita Neide Reino (PSB).

Seus correligionários, no entanto, estão tranquilos e acham que tudo isso não vai dar em nada e a socialista cumprirá os quatro anos do mandato.

Já quem votou em Carlos Batata na eleição passada, ainda crê numa reviravolta no município, através da Justiça, com a cassação do mandato da gestora e a realização de novas eleições.

Além das denúncias sobre abuso de poder político e econômico, ainda pesa contra a prefeita o caso do ônibus estudantil que foi usado para transportar doentes para Garanhuns, sofreu um acidente e duas pessoas morreram. 

Soma-se a isso o uso de caminhões tipo “pau de arara” para transportar alunos da zona rural para a cidade, fato que foi documentado pelos vereadores da oposição.

Com relação às irregularidades no transporte estudantil, o blog recebeu a informação que o promotor da cidade, Reus Alexandre, teve uma reunião com a prefeita Neide Reino e a Secretária de Educação do Município, Macyanne Régia, quando fez cobranças para que a prestação de serviço aos alunos fosse feita de maneira correta.

Os caminhões pararam de ser usados no transporte estudantil e alguns ônibus velhos foram comprados.


Mas ainda existe muita reclamação com relação aos veículos e em alguns sítios o transporte da prefeitura não está chegando.

4 comentários:

  1. Boa noite , acho isso uma palhaçada! É o sujo , falando do mal lavado! Como se ele não tivesse feito a mesma coisa.

    ResponderExcluir
  2. Acho que a Justiça Será Feita de Acordo Com o Acontecido. Se Realmente A Gestora do Município Fez por Onde Tenha que Ser Submetida a Perca de Mandato ou Até Mesmo Exclusão da Chapa Por Inteira Capoeiras Agradesce a Justiça. se Caso Ela Nao Fez Nada, Nada Vai Acontecer Com os Mesmos Concordam? e Outra o Pior de Tudo é que abuso de poder político e econômico é Bronca Viu. Que Seja Feito o Melhor Para Capoeiras.

    ResponderExcluir
  3. vao trocar seis por meia duzia.

    ResponderExcluir
  4. A Questão não é Trocar 6 Por Meia Dúzia... a Questão é fazer com que Capoeiras Cresça, até mesmo porque Caetés Recebe a Mesma Renda Para Com Suas Secretarias, Como Capoeiras. E Catés Está Sim Crescendo, Vemos Isso Todos os Dias e Capoeiras Voltando em um Retrocesso Absurdo. A População Capoeirense Está Estarrecido Com Tantas Crueldades Por Parte da Gestão do Municipio a Vergonha é Grande...... Capoeiras Perdeu até a Moral Minha Gente o Sofrimento de Capoeiras e todos os Capoeirenses vai continuar voces vao ver se não tirar esse governo. Obrigado Por Elvis

    ResponderExcluir