Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

terça-feira, 29 de novembro de 2016

ATLÉTICO DE MEDELIM QUER QUE O TIME DA CHAPECOENSE SEJA DECLARADO CAMPEÃO DA COPA SUL AMERICANA


Por Junior Almeida
Em meio à tragédia da morte de 76 pessoas, inclusive todo time e comissão técnica da Chapecoense, fato que abalou todo mundo, principalmente o meio esportivo, um ato bonito e elegante do Atlético Medelim, time que seria o adversário do time da Chape, no final da Copa Sul Americana na noite da quarta feira 30.


Organizadores do segundo torneio mais importante do continente sul americano noticiaram que o Atlético Nacional pediu que o time de Santa Catarina seja declarado campeão da Copa Sul Americana 2016, no entanto não se pronunciaram ainda se vão abrir mão da vaga para Libertadores 2017 que o campeão da Sul Americana tem direito.

As autoridades colombianas divulgaram a lista das vítimas da tragédia, que teve dois pernambucanos: Kempes e Cléber Santana (foto).

Estavam na aeronave e sobreviveram a comissária de bordo Ximena Suárez, o jornalista brasileiro Rafael Henzel e um membro da tripulação, Erwim Tumiri, além dos atletas Alan Ruschel, Hélio Neto e Jackson Follmann, goleiro que teve uma perna amputada.

Existem ainda informações desencontradas sobre a morte do goleiro Danilo, mas já foram confirmadas as mortes de Gimenez, Bruno Rangel, Marcelo, Lucas Gomes, Sergio Manoel, Felipe Machado, Matheus Biteco, Cleber SantanaWilliam Thiego, Tiaguinho, Neto, Josimar, Dener, Gil, Ananias, Kempes, Arthur Maia, Mateus Caramelo e Aílton Canela.

Da comissão técnica morreram Caio Júnior (Técnico), Duca, Pipe Grohs, Anderson Paixão, Anderson Martins, Dr. Marcio, Gobbato, Cocada, Serginho, Serginho, Adriano, Cleberson Silva, Maurinho, Cadu, Chinho di Domenico, Sandro Pallaoro,Cezinha e Giba.

Da diretoria da Chape estavam Plínio D. de Nes Filho, Nilson Folle Júnior, Decio Burtet Filho, Edir de Marco, Ricardo Porto, Mauro dal Bello, Jandir Bordignon e Dávi Barela Dávi.

Eram convidados da diretoria da Chapecoense e também morreram: Delfim Peixoto Filho, Luciano Buligon e Gelson Meisão.

Da imprensa viajavam junto com o time: Victorino Chermont (Fox Sports), Rodrigo Gonçalves, Devair Paschoalon, Lilacio Júnior,  Paulo Clement, Mario Sergio P Paiva (Fox Sports e ex-jogador), Guilher Marques, Ari Júnior, Guilherme Laars, Giovane Klein, Bruno Silva, Djalma Neto, Adré Podiacki, Laion Espindula, Rafael Henzel, Renan Agnolin, Fernando Schardong, Edson Ebeliny, Gelson Galiotto, Douglas Dorneles e Jacir Biavatti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário