Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

POLÍCIA NO CONGRESSO AGORA SÓ COM ORDEM DO STF

Tentando pôr um fim à crise entre o Poder Judiciário e o Legislativo, o ministro Teori Zavascki determinou que fosse suspensa a Operação Métis, que semana passada levou a Polícia Federal ao Congresso, culminando com a prisão de quatro funcionários do Senado, da área de Segurança.

A ação tinha sido determinada por um juiz de primeira instância de Brasília e agora só pode prosseguir com ordem do Supremo.

Afinado com Teori Zavascki, o ministro Gilmar Mendes, também do STF, fez críticas a Operação Métis, argumentando que colocar polícia no Congresso não é a melhor maneira de lidar com os problemas. “A não ser que seja imprescindível, nós devemos evitar”, disse Gilmar à imprensa da capital federal.

O primeiro a reagir fortemente a presença da Polícia Federal no Congresso foi o presidente do Senado, Renan Calheiros. Na ocasião, ele acusou o juiz Vallisney de Souza Oliveira, que determinou a Operação na Casa Legislativa, de “usurpar” a competência do STF, chegando a chamar o magistrado de “juizeco”. O termo pejorativo foi criticado por integrantes do Poder Judiciário, inclusive a ministra Carmen Lúcia, presidenta do Supremo.

Um comentário:

  1. É uma Suprema CAGADA destes supremos COITEIROS de bandidos, que só revela a supremacia da SAFADEZA no país da suprema PUTARIA.

    Aliás, veja que notícia maravilhosa, o dinheiro dos BANDIDOS voltou, com uma módica taxinha de 15%.

    http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/10/receita-diz-que-r-4578-bilhoes-ja-foram-arrecadados-com-repatriacao.html

    ResponderExcluir