Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sábado, 20 de agosto de 2016

PROMOTOR REQUISITA POLÍCIA FEDERAL PARA CAPOEIRAS

De Raimundo Lourenço para o Blog de Roberto Almeida

Registros de casos de violência no município de Capoeiras têm se acentuado nos últimos dias: assaltos, tentativas de roubos, estupro e agora roubo com pessoas feitas reféns. Os crimes vêm assustando a população e preocupando a prefeita Neide Reino que tem feito tudo ao seu alcance para que as autoridades responsáveis pela Segurança Pública no Estado tomem providencias para que a tranquilidade seja restabelecida em Capoeiras, bem como nos demais municípios da região que também sofrem com o aumento da violência. A Polícia Civil não se pronuncia sobre o andamento das investigações, e essa falta de respostas das autoridades aumenta ainda mais a preocupação na população.

Vale registrar que uma das principais vítimas das ações criminosas que ocorreram ultimamente no município de Capoeiras foi a própria prefeita Neide Reino: no final do mês de julho/2016, elementos armados assaltaram a casa da sua mãe na zona rural do município; na sexta-feira, 05/08/2016, um elemento armado, utilizando uma moto “Cinquentinha” sem placa, assaltou o comercio pertencente ao seu irmão Sergio; e nesta sexta-feira (19), sua irmã Secretária de assistência Social, Luciene Almeida foi uma das vítimas levadas como refém no assalto que vitimou o candidato a vereador Pitonho Capitulino. 

A esses casos que envolveram diretamente familiares da prefeita, somam-se: o crime praticado contra uma médica cubana dentro de um Posto de Saúde da família; o roubo ao candidato a vereador Pitonho (PSB); uma tentativa de assalto ao também candidato a vereador do grupo, “Zé Gabiru”, no início do mês; e a tentativa de assalto ao ônibus que transporta estudantes universitários para as faculdades de Garanhuns.


A prefeita Neide Reino informou que desde o início deste mês, o Ministério Público através do Promotor de justiça da Comarca de Capoeiras, Dr. Réus Alexandre solicitou a vinda da Polícia Federal para reforçar as investigações dos crimes que vêm ocorrendo no município de Capoeiras. E que está empenhada para que os culpados sejam identificados e punidos na forma da lei.

5 comentários:

  1. Coloque em sua nota também o assalto que aconteceu sexta a noite19/08/16 com um homem que vendo carne no açougue sítio junco e foi gravemente ferido ou ele não é gente???? Pq a repercussão só nos casos dos ricos??? Oxee no mínimo estranho tbm Isso não acham???

    ResponderExcluir
  2. Deveria requisitar um FUZIL AR 15, e uma GLOCK G25 para cada adulto! E instituir um prêmio de 10 mil reais para cada cidadão que abatesse uma ave de rapina dessas em pleno vou!!

    ResponderExcluir
  3. A violência não tem cor,não tem partido,nem deveria ser bússola para os transeuntes se admirar e se alegrar pelos transtornos causado a todas as famílias de Capoeiras.É estranho que essas aconteçam no município pobre,vizinho a terra do ex-presidente Lula que governou o país por 8 anos e aparelhou o aparato policial da polícia federal para fiscalizar os seus e os outros também.

    Eu vivenciei esses fenômenos na minha cidade.Já tomei conhecimento de tragédias terríveis entre familiares, mortes estúpidas e cruéis,assassinatos covardes e assaltos de todas as qualidades inimagináveis.

    Eu louvo todos os policiais civis e militares que tem a coragem de doarem suas vidas pacatas em prol da Conselho da paz e pelo pacto pela vida independente de quaisquer cor partidária.São pessoas guerreiras que tem a coragem de enfrentar o mundo da violência no mundo covarde e traiçoeiro.

    A senhora prefeito em nome dos homens e as mulheres de bem quero me solidarizar por tudo o que ocorreu e vem ocorrendo na sua gestão e lamentar aqueles que estão querendo tirar proveito dos tristes fatos negativos que vem ocorrendo neste município.

    Esse filme eu vi e presenciei na minha cidade quando famílias inteiras choraram as perdas dos ente queridos.A todos vocês as minhas verdadeiras solidariedade e que as autoridades civis e militares possam elucidar os crimes praticados e os culpados sejam todos penalizados na forma da lei.

    ResponderExcluir
  4. Também queria lembrar o sr promotor, que faça algo a respeito desses sons ligados em alto volume, já que a sra prefeita não faz!

    ResponderExcluir
  5. RODRIGO TENÓRIO - CAPOEIRAS22 de agosto de 2016 00:14

    ATÉ QUE PONTO CHEGOU NOSSA CIDADE, UM LUGAR QUE ESSE PRÓPRIO PROMOTOR UM DIA CONSEGUIU TER TUDO EM CONTROLE. HOJE É TRISTE DIZER QUE MORA EM CAPOEIRAS, NÃO SE SABE PORQUE MAIS É MUITO FÁCIL ROUBAR, MATAR, HOJE EM CAPOEIRAS, NÃO SE DESCOBRE NADA, NÃO SE PRENDE NINGUÉM, AS PESSOAS DE BEM VIRARAM REFÉNS DESSE MONTE DE BANDIDOS, QUE POR SUA VEZ NÃO PODEM NEM POSSUÍREM UMA ARMA DE FOGO, TRISTE ESTAMOS ENCURRALADOS, NÃO VEJO SAÍDA. SEI QUE EM TODOS OS LUGARES A VIOLÊNCIA ESTÁ SEM FREIO, MAIS EM CAPOEIRAS TEM SE DESTACADO DE MANEIRA MAIS ACENTUADA, ESTUPRO, LATROCÍNIOS, SEQUESTROS, GRANDES E PEQUENOS ROUBOS, EM FIM ESTAMOS NO FUNDO DO POÇO.

    ResponderExcluir