Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

domingo, 24 de julho de 2016

WASHINGTON E DÉBORA REALIZAM CONVENÇÕES E DISPUTAM DE NOVO A PREFEITURA DE SÃO BENTO


Débora Almeida (PSB) disputando a reeleição e Washington Cadete (PTB), tentando mais uma vez chegar à Prefeitura de São Bento do Una.

No município de mais de 50 mil habitantes, forte tradição de grandes políticos, uma história e legado cultural admiráveis, a disputa que se aproxima já mexe com os sentimentos dos moradores da cidade, povoados e zona rural.

A atual prefeita, eleita quatro anos atrás com grande votação, já prepara sua convenção, que será realizada no dia 31 deste mês, na Escola Rodolfo Paiva, a partir das 15h.

Débora já está convidando a população de São Bento e o ato para homologação de sua candidatura deve ser prestigiada por secretários e deputados estaduais, além de prefeitos do PSB da região.

Quem sabe o próprio governador Paulo Câmara (PSB) aparece para dar uma força a sua aliada de primeira hora.

Já o advogado Washington Cadete, confiante de que desta vez poderá vencer a eleição, por conta do “desgaste" da gestora, marcou sua convenção para a próxima quarta-feira, dia 27, com a presença de lideranças expressivas da oposição pernambucana.

Estarão em São Bento do Una, segundo o próprio Washington, o senador Armando Monteiro, os deputados federais Silvio Costa e Ricardo Teobaldo (ambos do PTB), o deputado estadual Marcantônio Dourado (PSB), além de lideranças da região como Marcos Patriota e Rivanda (candidatos a prefeito e vice em Jupi).

Convidado pelo oposicionista, o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, deve acompanhar o senador Armando Monteiro e prestigiar a convenção do colega de partido.

A confiança de Débora e seus partidários é de que a população do município lhe dê mais quatro anos de mandato por conta do trabalho realizado, que segundo os socialistas chegou à cidade, distrito e zona rural, com ações na saúde, educação, agricultura e setor de infraestrutura.

Washington e seus seguidores acreditam na vitória porque acham que a prefeita frustrou a expectativa dos eleitores e falhou feio como gestora. Desagradou inclusive os admiradores de padre Aldo Mariano, que foi o grande eleitor da eleição são-bentense em 2012.

Hoje, segundo os oposicionistas, mais da metade dos eleitores do padre estão com Washington, inclusive alguns vereadores com trabalhos realizados, como é o caso de Fátima Queiroz, que foi Secretária de Ação Social de Aldo Mariano.

O discurso de Débora é o da continuidade, da defesa do patrimônio público e da seriedade. A gestora espera, com mais quatro anos, concretizar o projeto de construir uma grande barragem para resolver o sério problema de abastecimento d´água de São Bento.

Cadete fala em mudança e nas conversas com os moradores da cidade se compromete a fazer um governo voltado para os setores mais necessitados e não nomear parentes para fazer parte de sua equipe de governo.

Esse compromisso é ao mesmo tempo uma “estocada” na adversária, que nomeou o próprio marido para uma secretaria do Governo Municipal, ganhando um bom salário, fato que deixou insatisfeitos muitos dos são-bentenses que não tiveram vez na prefeitura.

Débora Almeida tem como trunfos o poder da máquina municipal, o apoio do Governo do Estado e o poder econômico de seu pai, o ex-vice-prefeito José Almeida, que com suas granjas,  carretas e outros negócios emprega em torno de 400 pessoas no município.

Washington Cadete defende que o povo precisa se libertar exatamente desse poderio de uma família, que a seu ver manda e desmanda em São Bento, muitas vezes desrespeitando os direitos dos mais pobres. “Aqui ainda existe uma espécie de coronelismo e escravidão. Nós queremos libertar São Bento e fazer um governo do povo e para o povo”, prega o pré-candidato do PTB.

*Fotos reproduzidas do Facebook dos candidatos.

3 comentários:

  1. Prezado Roberto Almeida, nunca votei em Washington Cadete, mesmo o admirando como advogado, mas chegou o momento, não podemos tornar São Bento do Una, um feudo de uma família. Fugiu da compreensão dos Almeidas que São Bento necessita de outros grupos, outras fontes de emprego. A Prefeita não tentou, ou procurou, qualquer outra empresa para se implantar em nosso município, e anuncia, com enorme glamour e muita pompa, que a família irá fabricar ovo líquido e em pó, para oferecer 200 empregos. Não percebe, diz à população, que tudo que é bom para sua família, deve ser bom para o município. É necessário oxigenar o poder, mudar de mão, ou dividir. É demais para uma família só, enquanto os demais estão todos em dificuldades, estes cuidam apenas de sua fortuna e de seus interesses. Ainda se tem a discussão do emprego do esposo da prefeita, Por quê? Assumiu na campanha outros compromissos, e de imediato contratou o próprio esposo. Não há no município outro, ou outra, com competência para o cargo? Mudei.

    ResponderExcluir
  2. A campanha de Washington não é dez é 100. Sem voto. Sem dinheiro. Sem apoio. A situação ta tão ruim que o coordenador de campanha dele Marcos Braga ta pedindo ajuda de 50, 30 e 20 reais pra pagar as despesas.

    ResponderExcluir