Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

domingo, 24 de julho de 2016

FESTIVAL VIRA PALCO CONTRA O GOLPE

Definitivamente o Festival de Inverno de Garanhuns virou um grande palco para manifestações políticas. Começou logo na abertura, na Igreja de Santo Antônio, quando Paulo Câmara foi chamado de golpista e se ouviram os primeiros gritos de “Fora Temer”.

Os protestos subiram de tom no Centro Cultural, quando da apresentação de uma peça teatral, quando a plateia inteira do Luís Souto Dourado pediu a saída do presidente interino.

Ontem à noite a politização do FIG chegou ao palco principal. Na Praça Mestre Dominguinhos, durante o show da cantora Elba Ramalho,  uma faixa com o “Fora Temer” foi erguida no espaço de apresentação da cantora e o público presente fez coro exigindo a saída do golpista do poder.

O funcionário público e intelectual garanhuense Wagner Marques, registrou hoje logo cedo pela internet: “Claro que o show da Elba Ramalho, neste 26° FIG, foi um grande show. Mas, durante ele, fazer parte do coro Fora Temer foi algo para o show ter ficado melhor!

Jhonathas Oliveira complementou a observação de Wagner: “Parece que esse vai ser o coro oficial dessa 26º do Festival de Inverno de Garanhuns. Sempre que a principal atração subir no palco, o público vai dizer de alto e bom som: FORA TEMER!”.

Pernambuco e Garanhuns expressam de forma significativa que não concordam com o golpe parlamentar-midiático dado na presidente Dilma Rousseff. Mas o que está se passando aqui na cidade você não vai ver no Fantástico ou Jornal Nacional.

*Foto reproduzida de Wagner Marques.

7 comentários:

  1. A esquerda brasileira alojada no PT, PSOL e PC do B, quando não está roubando dinheiro público, vem encher o saco dos brasileiros decentes e honestos até no palco da Praça Guadalajara... XÔ CARNIÇA!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão! Já dizia o poeta! Henrique - Gus

      Excluir
  2. Festival dos Esquerdopatas de Garanhuns!

    ResponderExcluir
  3. José Fernandes Costa24 de julho de 2016 13:56

    É Folha de São Paulo quem nos informa, no dia 24.7.2016: "Num contrato em que o Metrô (São Paulo) apontou PERDAS de mais de R$ 300 milhões, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) fez um acordo com a multinacional francesa Alstom, no qual perdoou dívidas que somam R$ 116 milhões. E aceitou que o produto contratado seja entregue até 2021, com 10 anos de atraso. - Essa medida foi adotada em janeiro deste ano, período em que o Metrô passa por grave crise financeira." – 2. É o governo do PSDB GOLPISTA. - O mesmo PSDB que criou o mensalão em Minas Gerais. - Bem antes do mensalão petista. - Por isso, que as VIRGENS NÃO VÃO PRA ZONA!! /.

    ResponderExcluir
  4. São por essas e outras que enquanto Caruaru cresce e se desenvolve, Garanhuns anda pra trás, feito caranguejo.
    Por que ninguém fala dos quase cinco milhões de dólares roubados da Petrobrás para pagar o marketing de Dilma, como confessados por João Santana e sua mulher?

    ResponderExcluir
  5. Quando um vice-presidente da República usufruiu do governo em gênero,número e grau e toma o governo de assalto atraindo para o seu palanque todos os que foram derrotados nas urnas,certamente,atraiu para si todas as energias negativas.

    Imediatamente anunciou que o Brasil quebrou,em seguida,diz publicamente que o rombo chegou a R$ 170 bilhões e no mesmo mês anuncia e aplaude os deputados federais darem aumentos de R$ 39.200,00 e para os servidores 41% e as bolsas esmolas aumenta de 9% para 12,5% essa figura se torna verdadeira um golpista mentiroso.

    Todas as medidas tomadas até agora em nada contribuiu para o equilíbrio das contas públicas.Esse vice-presidente que por 15 anos esteve a frente de todas as negociatas do PMDB teria que dá nisso mesmo.

    Esse time composto de Renan Calheiros,Eduardo Cunha, Romero Jucá,José Sarney,Maluf, Maluf, Gedel Vieira,Eliseu Padilha e Kassab teria que dá nessas coisas mesmo.O mundo todo condena hoje o golpe Paraguaio.Somente uma meia dúzia de gato pingado não vê e não enxerga essas coisas.Garanhuns não é uma ilha e por isso a população irá se manifestar até dentro das Igrejas.Se o Eduardo Cunha fosse um CATÓLICO,certamente, todas as IGREJAS EVANGÉLICAS estariam condenando juntamente com a DILMA.

    ResponderExcluir
  6. Fora temer já fora temer já dilma tem que voltar ruim com ela pior sem ela pelo menos com ela o feijão era mais barato agora to so comendo dois graos no almoço, quero voltar a almoçar feijão com farinha e arroz pq atualmente to comendo farinha com água por causa desse ladrao golpista chamado temer do capeta FORA TEMER JA

    ResponderExcluir