Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

quinta-feira, 23 de junho de 2016

PREFEITO IZAÍAS RÉGIS PRESTA CONTAS DA GESTÃO E REVELA PRIORIDADES DE UM SEGUNDO MANDATO

Com o auditório da CDL Garanhuns inteiramente lotado, o prefeito Izaías Régis (PTB), lançou ontem à noite uma revista com a prestação de contas do trabalho de sua gestão do início de 2013 até os dias atuais. Estavam presentes os secretários e diretores do Governo Municipal, vereadores da base aliada, empresários, representantes de associação de moradores da cidade e boa parte da imprensa local.

A revista foi produzida pela jornalista Jacqueline Menezes e equipe da Secretaria de Comunicação do Município, com diagramação e Impressão da empresa garanhuense Impacto Comunicação de Marketing. Com 88 páginas, toda colorida, a publicação reúne o máximo possível de ações realizadas pela administração nos últimos três anos e meio.

Conforme Jacqueline, como muita coisa foi feita desde que o atual prefeito assumiu o mandato, ficou até difícil selecionar o material, porque algumas ações tiveram de ficar de fora da edição da revista e outras receberam prioridades para ser mostradas. Mas todas as secretarias foram contempladas no informativo, de modo que os moradores de Garanhuns podem ter em mãos um documento do que foi feito no município nas áreas da Educação, Saúde, Administração, Cultura, Desenvolvimento Econômico, Assistência Social, Finanças Públicas e Infraestrutura.

O presidente da CDL, Fernando Couto, que foi chamado à mesa dos trabalhos e usou da palavra, destacou a gestão que vem sendo feita pelo prefeito Izaías Régis e elogiou o bom relacionamento que o chefe do Poder Executivo mantém com os empresários de Garanhuns. “Foi o prefeito que manteve o melhor diálogo com a classe empresarial e sempre nos apoiou”, salientou o dirigente da Câmara dos Dirigentes Lojistas.

A PALAVRA DO PREFEITO – Izaías compareceu à solenidade de lançamento da revista vestindo roupas esportivas, inclusive de calças jeans e um casaco para amenizar a noite fria. De modo descontraído o petebista usou da palavra e como Paulo Couto e outros falaram em reeleição o gestor também terminou por encarar o tema.

Mas se posicionou contra a renovação do mandato de prefeitos, governadores e presidentes da República e demonstrou otimismo com relação as mudanças nas regras eleitorais, com o fim do instituto da reeleição. “Está provado que no Brasil a reeleição não deu certo e por isso precisa acabar”, reforçou Izaías.

Quanto ao fato dele mesmo disputar um segundo mandato este ano, justificou lembrando que no momento é um direito de todos os governantes e as pesquisas mostram que o povo de Garanhuns é favorável a que ele dispute uma nova eleição e governe o município mais quatro anos.

Satisfeito com o que foi feito até agora, o prefeito deixou claro que pensa grande e continua cheio de sonhos em relação a Garanhuns. “Se eu tiver um segundo mandato acredito que vou fazer ainda mais, pois conheço melhor a máquina da administração pública, estou mais experiente e preparado”, ressaltou.

Izaías revelou perante seus secretários, os vereadores, empresários e público presente, que chegou a reservar R$ 6 milhões para concretizar o projeto de reforma da Avenida Santo Antônio. Esses recursos, explicou, terminaram sendo consumidos em obras pela periferia da cidade que eram mais urgentes.

De acordo com o prefeito áreas inteiras da cidade estavam esquecidas e precisavam de ações do poder público. Chegou a exemplificar, citando o setor da Cohab II onde fica a caixa d´água e o bairro da Várzea, antes marginalizados e com muitas ruas precisando da intervenção do poder público. “Isso mudou e nós conseguimos elevar a autoestima dos moradores desses locais”, disse o prefeito.

Pelo que deu para entender das palavras de Izaías, quando se referiu à Avenida Santo Antônio, o gestor sonha em transformar a principal parte da cidade num local muito mais aprazível, bonito, que dê orgulho aos garanhuenses e seja capaz de atrair mais visitantes ao município.

Ficou claro assim, pelo rápido pronunciamento do prefeito, que se ele tiver um segundo mandato a concretização do projeto de reforma da Santo Antônio será uma das prioridades da gestão.


Tanto o discurso do prefeito, quanto o de Jacqueline Menezes, Paulo Couto, Gersinho Filho e outros que usaram da palavra foi exclusivamente administrativo. No ato realizado na CDL não se falou em campanha, convenção partidária nem em quem será o companheiro ou companheira de chapa de Izaías Régis caso seu nome seja homologado mais uma vez como candidato à prefeitura.

Um comentário: