Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

domingo, 29 de maio de 2016

ROBERTO CARLOS CANTA DOLORES DURAN

Tom Jobim e Dolores foram parceiros 
em "Estrada do Sol" e "Por Causa de Você"

Adiléia Silva da Rocha, que entrou para a história da Música Popular Brasileira com o nome de Dolores Duran, nasceu e morreu no Rio de Janeiro.
Mulata, abandonada pelo pai ainda na barriga, teve uma infância pobre vivendo em vilas do subúrbio carioca. Desde cedo sonhou em ser cantora e aos 12 anos tirou em primeiro lugar no programa de calouros de Ary Barroso, que era muito exigente com os artistas e a princípio não acreditou muito na menina tímida que depois conquistaria o Brasil.
Dolores teve febre reumática aos 8 anos, que deixou como sequela um sopro cardíaco. E foi o coração fraco que matou a cantora aos 29 anos de idade, no auge do sucesso quando já era reconhecida como um dos maiores talentos musicais do país.
Além de cantar bem, como Maysa e Marisa Gata Mansa, outras duas boas intérpretes da época – suas amigas -, Adiléia da Silva também era compositora e nos legou alguns clássicos que hoje são conhecidos pelos mais velhos e também por jovens, graças a mais de 800 regravações de suas músicas por nomes como Nélson Gonçalves, Altemar Dutra, Ângela Maria, Cauby Peixoto,  Ney Matogrosso, Maria Betânia, Gal Costa, Maria Gadu e Roberto Carlos.
Entre as mais conhecidas composições da artista carioca estão A Noite do Meu Bem, Fim de Caso, Castigo, Canção da Tristeza, A Estrada do Sol e Por Causa de Você (essas duas em parceria com Tom Jobim) e Prece de Vitalina (com Chico Anysio).
Em 2008 a TV Globo dedicou o especial "Por Toda Minha Vida" para contar a vida de Dolores Duran, que foi interpretada na telinha pela atriz Nanda Costa.
O programa é muito bom, com um tom de documentário e pode ser encontrado facilmente no YouTube.
A GRAVAÇÃO DO REI - Quando Roberto Carlos começava a tentar emplacar no meio artístico, nos últimos anos da década de 50, Dolores já era cantora de prestígio e o seu estilo romântico, falando quase sempre de amor, agradou em cheio ao rapaz de Cachoeiro de Itapemirim.
Admirador confesso de Dolores Duran, o “Rei” homenageou a artista gravando uma de suas composições mais inspiradas, “Ternura Antiga”, incluída no álbum de 1974 (foto),  que recebeu belo arranjo e uma excelente interpretação.

Confira no vídeo do YouTube:

Nenhum comentário:

Postar um comentário