Natal de Garanhuns

Natal de Garanhuns
A Magia do Natal

Governo do Estado

Governo do Estado
Governo do Estado

sábado, 14 de maio de 2016

ACUSADO DE PARTICIPAR DE CHACINA NO CONSELHO TUTELAR DE POÇÃO É COLOCADO EM LIBERDADE

Na última quarta-feira, dia 11 de maio, Ednaldo Afonso da Silva, acusado de participar da chacina dos três conselheiros tutelares e de uma idosa, foi posto em liberdade pelo juiz da Vara única da Comarca de Poção, cidade em que ocorreu a chacina.

Procurado para comentar o caso, o advogado de Ednaldo, Givaldo dos Santos Junior, disse que a situação era complexa, as chances de absolvição eram mínimas por conta da repercussão do caso, mas sabia que seu cliente era inocente e lutou para que a justiça fosse feita.

Na decisão, o magistrado entendeu que o réu Ednaldo Afonso da Silva, deveria ser impronunciado, pois entender que não existem indícios suficientes da participação do réu na chacina.

RELEMBRANDO O CASO - O crime aconteceu no dia seis de fevereiro. Os conselheiros Carmem Lúcia da Silva, Daniel Farias e Lindenberg Vasconcelos seguiam de carro após resgatar a criança com o pai, que havia perdido a guarda da menina para a avó materna. Os quatro foram surpreendidos em uma emboscada. O carro foi alvejado e somente a criança sobreviveu.

Fonte: Josué Figueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário