SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

CHUVA DEIXA GARANHUNS SEM ÁGUA

Enquanto as chuvas de janeiro fizeram a alegria dos moradores de Caetés e Capoeiras, que dentro de poucos dias podem voltar a ter água nas torneiras, em Garanhuns e São João as trovoadas fizeram estragos e muitas pessoas nas duas cidades estão sendo prejudicadas.

Segundo o blog de Arlete Santos à população de Garanhuns e São João sofre há uma semana com a falta de água nas torneiras, mesmo com as barragens de Cajueiro, Inhumas e Mundaú estando no nível máximo da capacidade de cada uma.

A direção da Compesa explicou que o problema  foi causado por conta da forte chuva que caiu na última quinta-feira,  dia 14, quando a correnteza levou bases de sustentação  das tubulações de grande porte,  nas imediações do balneário Antônio Justino, no Sitio Pau Amarelo, em Garanhuns. O mesmo teria ocorrido no bairro da Várzea, com o estouro da tubulação e a consequente paralisação do abastecimento pela barragens de Inhumas e Mundaú, restando só o sistema Cajueiro em funcionamento.

A empresa do Estado informou  que equipes estão trabalhando no locais danificados e realizando os consertos das tubulações, de modo que tudo volte à normalidade. O serviço será concluído no máximo em 15 dias.


Por enquanto, alguns bairros de Garanhuns e a cidade de São João terão dois dias com água e oito sem o líquido nas torneiras.

3 comentários:

  1. Só esperamos que a Compesa trate o caso com a celeridade que o mesmo exige, pois em regra essa empresa é de uma letargia que nos faz desacreditar em soluções rápidas. Aconselho que os moradores se previnam recorrendo as velhas maneiras de armazenamento d'água e sempre acompanhada de uma boa dose de economia. E tomando os devidos cuidados para não favorecer criadouros para o Aedes Aegypti.

    ResponderExcluir
  2. Absurdo!! Uma cidade como Garanhuns sem água... Tá parecendo São Paulo.

    ResponderExcluir
  3. Além das chuvas, a Compesa colabora indiretamente com a proliferação do mosquito da dengue, pois com a falta de água o cidadão precisa armazenar água e nem todos tem os cuidados necessários para manter tudo bem fechado. Então a culpa não seria de quem armazena? Em partes, porque todos se veem obrigados a armazenar e alguns não tem cuidados porém outros não dispõe dos objetos corretos para o armazenamento.

    ResponderExcluir