SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quinta-feira, 23 de julho de 2015

DILMA JÁ SOFREU 15 PEDIDOS DE IMPEACHMENT

Em seis meses a presidenta Dilma Rousseff (PT) foi alvo de 15 pedidos de impeachment entregues na Câmara Federal. As solicitações foram feitas principalmente por partidos de oposição, insatisfeitos com a derrota na eleição de 2014.
Tentar afastar, via Congresso, presidentes da República eleitos, é uma prática que está se tornando corriqueira no País. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), resistiu a 17 pedidos de impeachment durante os oito anos de mandato, enquanto Lula (PT) foi alvo de 34 solicitações de afastamento.
O único presidente retirado do cargo pelos deputados, na história recente do Brasil, foi o presidente Fernando Collor, hoje senador da República pelo Estado de Alagas. 

Collor foi eleito em 1989, derrotando Lula por 5% dos votos apurados na época. Em 1992 o irmão do presidente, Pedro Collor, deu uma entrevista bombástica à Revista Veja revelando um esquema de corrupção no Governo, com a participação do empresário Paulo César Farias, o PC, tesoureiro da campanha vitoriosa de Fernando Collor.

O presidente foi afastado do cargo pelos deputados, renunciou ao mandato, mas foi condenado no Senado e ficou 8 anos sem poder exercer seus direitos políticos.

Um comentário:

  1. Que moral tem 513 deputados federais e 81 senadores em pedirem o IMPEACHMENT da Presidenta do Brasil,que DILMA VANE ROUSSEFF, quando foram eles sim quem deixaram o país de cócoras,emborcado e no fundo do poço.

    Um congresso nacional cuja porcentagem de 280 deles ignoraram os 233 que lá não comparecerem e se ausentaram e dentro de meia hora deram mais de R$ 10.000,00 de aumentos em dezembro de 2010.

    Com esse aumento todos os outros da corte das assembléiras legislativas estaduais e municipais também tiveram as mesmas porcentagens cujas taxas percentuais variaram de 81,83% a 156%. É mole!

    Por sua vez os governadores e prefeitos com os seus vices também receberam os efeitos cascatas dessas medidas.E assim os primeiros na fila são os secretários e diretores, ministros e juízes fora os servidores afins como agora parte do judiciário reivindicou 78% e os deputados federais e senadores aprovaram e jogaram todas as batatas quentes e pegando fogo no colo da PRESIDENTA DILMA.

    É muito fácil pedir o impedimento da Presidenta governar, chamá-la de incompetente, anta, burra, feia, chata ,durona, terrorista, fazer uma foto e taxá-la com uma imagem estúpida , covarde e cruel, o que atenta o PUDOR de todas as MULHERES BRASILEIRA , as quais, merecem o meu e o seu respeito.

    Que bom seria que ela tivesse o poder de vetar os AUMENTOS de todos os políticos do Brasil assim como ela fez quando mandou uma mensagem dizendo que ela juntamente o seu ministério de ganhar apenas R$ 30.934,00, todavia,o que eles fizeram nas barbas do PROFETA, aprovaram para eles e os juízes apenas R$ 33.673,00.

    Não votei na Dilma em 2014 por causa do PT que foi com os seus 34 deputados federais IRRESPONSÁVEIS com as finanças do Brasil.

    Enquanto o mundo apoiava o Presidente norte americano Barack Russein Obama lhe emprestando 4 trilhões de dólares para os EUA não quebrar em 2009, nós aqui , ignorávamos a marolinha do Lula. Enquanto o IPI era reduzido para 0%, muitos administradores, empresários e empreiteiros foram para as ruas e sítios gastarem milhões comprando o povo para eleger os seus amigos as eleições de 2010-2012 e 2014.

    Hoje estamos pagando caro pelos erros que todos os partidos cometeram com exceção do PSOL que teve 3 deputados federais e votaram contra os aumentos de 61,83%.

    Em 2014 eles voltaram mais uma vez e ignorando a crise econômica simplesmente deram mais de R$ 7.000,00 de aumentos. É fácil atirar pedras numa mulher como se fosse ela a responsável por tudo o que ocorreu negativamente no Brasil desde dezembro de 2010 até hoje!

    ResponderExcluir