SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO

RÁDIO JORNAL FAZ HISTÓRIA

Desde a década do início dos anos 50 funcionando no prédio de bela arquitetura da Avenida Rui Barbosa, a Rádio Jornal de Garanhuns, antiga Difusora, mudou de casa. O radialista Marcos Cardoso, hoje na Marano FM, lembrou saudoso, no seu blog, dos tempos em que trabalhou na JC. E citou outros grandes profissionais que já passaram pela emissora como Solon Gomes, Paulo Revoredo, Humberto Moraes, Aluízio Alves, Jonas Lira, Luciano Andrade, Gerson Lima, Arlete Santos e Aldo Vilela.

A Rádio Jornal e o prédio construído por F. Pessoa de Queiroz realmente fizeram e fazem história em Garanhuns, em Pernambuco e no Brasil.

3 comentários:

  1. Registro aqui minha indignação da venda deste belo prédio. Belo não só no sentido estético mas de valor sentimental e histórico para a nossa Garanhuns. Fruto de um CAPITALISMO FRIO e uma ganância inconteste. LAMENTO MUITO, LAMENTO!

    ResponderExcluir
  2. Até o presente momento não se sabe com precisão qual destino será dado a este local, mas a Av. Rui Barbosa está necessitando de novos empreendimentos para tornar esta via mais atrativa, o que se percebe atualmente são vários pontos comerciais fechados devido a carestia dos alugueis, e pouco fluxo de pessoas circulando nas calçadas.
    Esta avenida precisa ganhar um empreendimento de grande porte para atrair movimento, fortalecer este segundo polo comercial da cidade que está sem atrativos, para instalação de novas empresas na Avenida Rui Barbosa, e com isso gerar mais empregos para população.

    Veja como exemplo a decoração natalina do Relógio de flores, atraiu centenas de pessoas todos os dias durante o mês de dezembro, movimentou bastante os restaurantes locais, e toda a avenida com aumento do fluxo de veículos dia e noite.
    Estamos na torcida para que grandes investimentos sejam erguidos na Rui Barbosa, principalmente edifícios de grande porte para valorizar ainda mais esta bela avenida.
    Lauro

    ResponderExcluir
  3. Nunca vi uma raça de gente pra gostar tanto de velharia quanto o Brasileiro. É impressionante! Se alguém defecar no chão e a bosta passar duas horas lá, quando forem limpar o lugar, é bem possível um brasileirinho saudosista soltar uma lagrima de pesar.

    Ficam nutrindo amores por um prédio velho e feio desses, querendo interferir na decisão do proprietário que comprou o imóvel.

    Ha o cara vai construir algo moderno no lugar e isso já é motivo suficiente para se demolir essa droga inteira, mas para os entrometidos saudosistas de plantão tem que manter esta merda velha em pé, se não neguinho vai chorar!

    A mesma conversa foi com os eucaliptos do casarão de Ferreira Costa, com o Castelinho do Ruber Van Der Linden. Porra!! Vão cuidar de suas tranqueiras e deixem a propriedade alheia em paz!

    A mesma coisa aconteceu com a velha cadeia em Recife que hoje é a Casa da Cultura, Meu Deus poderiam ter feito um ótimo estacionamento no centro do Recife para ajudar a desafogar o trânsito, mas não! Gastaram uma fortuna reformando o prédio para colocar à venda um monte de tranqueira que ninguém quer comprar. A mesma coisa ocorre com o Cinema São Luiz que já deveria ter dado lugar a um grande arranha céus empresarial ajudando a modernizar o centro da cidade e dar-lhe uma utilidade, mas o Governo insiste em preservar aquela porcaria, que ninguém mais frequenta e custa milhões aos cofres públicos cada reforma.

    Outro exemplo é o mercado de Olinda que deveria já ter sido demolido, simplesmente por ter sido um mercado de escravos, mas não!! Os idiotas saudosistas apareceram para guardar as boas lembranças do tempo da escravidão!!!

    A mediocridade e burrice brasileira é uma coisa única no planeta!!

    ResponderExcluir