domingo, 26 de outubro de 2014

TSE OBRIGA VEJA A PUBLICAR DIREITO DE RESPOSTA

Por decisão do ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Editora Abril foi obrigada a divulgar, no site da revista Veja,  resposta da presidente Dilma Rousseff (PT) à reportagem publicada neste final de semana sobre a afirmação do doleiro Alberto Youssef de que ela e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sabiam das irregularidades na Petrobras.

Eis o texto já divulgado pela revista:

“VEJA veicula a resposta conferida à Dilma Rousseff, para o fim de serem reparadas as informações publicadas na edição nº 2397 - ano 47 - nº 44 - de 29 de outubro de 2014.

“A democracia brasileira assiste, mais uma vez, a setores que, às vésperas da manifestação da vontade soberana das urnas, tentam influenciar o processo eleitoral por meio de denúncias vazias, que não encontram qualquer respaldo na realidade, em desfavor do PT e de sua candidata.

“A Coligação "Com a Força do Povo" vem a público condenar essa atitude e reiterar que o texto repete o método adotado no primeiro turno, igualmente condenado pelos sete ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por terem sido apresentadas acusações sem provas.

“A publicação faz referência a um suposto depoimento de Alberto Youssef, no âmbito de um processo de delação premiada ainda em negociação, para tentar implicar a Presidenta Dilma Rousseff e o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em ilicitudes. Ocorre que o próprio advogado do investigado, Antônio Figueiredo Basto, rechaça a veracidade desse relato, uma vez que todos os depoimentos prestados por Yousseff foram acompanhados por Basto e/ou por sua equipe, que jamais presenciaram conversas com esse teor”.

Um comentário:

  1. O QUE O MINISTRO DO TSE, ADMAR GONZAGA QUERIA?!?!?! QUE A REVISTA TIVESSE ESCONDIDO A INFORMAÇÃO?!?!?! ALIÁS, ESSE MESMO MINISTRO, EM 2010, FOI O ADVOGADO DA CAMPANHA PRESIDENCIAL DE DILMA... MESMO NÃO SENDO JURISTA, SEI MUITO BEM QUE, NO ARTIGO 220 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL EM SEU PARÁGRAFO SEGUNDO REZA OS SEGUINTES DIZERES. ABRE ASPAS: “É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística” FECHA ASPAS. O MINISTRO(EX-PETISTA) ADMAR GONZAGA NÃO LEU ESSE § 2º OU ENTÃO DECIDIU NÃO CONCORDAR COM ELE. NUMA ATITUDE COESA E NA DEFESA INTRANSIGENTE DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, A ABI (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE IMPRENSA) CLASSIFICOU A DECISÃO PROVISÓRIA DO TSE DE “INCONSTITUCIONAL”. SEGUNDO A ENTIDADE, “A INTERVENÇÃO DO TSE, ALÉM DE EXTEMPORÂNEA, FERE A LIBERDADE DE IMPRENSA, AGRIDE O ESTADO DE DIREITO E CONSPURCA OS PRINCÍPIOS QUE REGEM A ATIVIDADE ECONÔMICA EM NOSSO PAÍS”. NOTA DEZ PARA A ABI e ZERO PARA O PT & CATERVA...

    P.S1.: - Em outro processo vagabundo impetrado pelo PT & CATERVA tentaram suspender a venda da revista VEJA nas bancas. Não conseguiram. Ainda há juízes em Berlim... O IMPEACHMENT de Dilma é inevitável...

    P.S2.: - No dia em que a imprensa não tiver interesses, estaremos em Cuba. Lá ela é proibida de tê-los. Talvez seja esse o modelito de imprensa que o PT admira e outras pessoas que conheço muito bem e se dizem democratas como também a favor da livre imprensa(da boca pra fora)...

    P.S3.: - Daí, conclui-se que, a Constituição Federal já pode ser impressa com capa vermelha... Não é à toa que, Até o TSE está aparelhado pelo PT na maioria dos seus Ministros...

    P.S4.: - Só uma perguntinha ao Meritíssimo Ministro Admar: Sua Excelência “sentenciou” com a camisa do PT ou só com o broche na lapela?!?!?!

    ResponderExcluir