ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sábado, 18 de outubro de 2014

CAPOEIRENSE É ELEITO VICE-PRESIDENTE DO TRT

Eduardo Almeida e Ubiratan Delgado

Os desembargadores Ubiratan Moreira Delgado e Eduardo Sérgio de Almeida foram eleitos na última quinta-feira, dia 16, pelo Tribunal Pleno para exercerem os cargos de presidente e vice-presidente do Tribunal do Trabalho da 13ª Região (Paraíba) para o biênio 2015/2016. A eleição foi secreta e ocorreu em sessão publica, onde também foram eleitos os presidentes das duas Turmas de Julgamento, das comissões previstas no Regimento Interno, da diretoria da Escola Judicial e Ouvidoria. A sessão foi conduzida pelo desembargador Carlos Coelho, presidente do Tribunal. Pelo Ministério Público do Trabalho participou o procurador-chefe na Paraíba, Cláudio Queiroga.

A primeira Turma de Julgamento será presidida pelo desembargador Leonardo Trajano e para a segunda turma será reconduzido o desembargador Francisco de Assis Carvalho e Silva. O desembargador Leonardo Trajano foi eleito Ouvidor e o desembargador Edvaldo de Andrade, Ouvidor Substituto. Foram escolhidos também os novos dirigentes da Escola Judicial (EJud), o desembargador Wolney Cordeiro, como diretor e o juiz Paulo Henrique Tavares, como vice-diretor.

Além desses, foram eleitos também os novos membros da Comissão de Jurisprudência, os desembargadores Wolney de Macedo Cordeiro, como presidente e os desembargadores Ana Maria Madruga e Carlos Coelho como membros; Comissão do Regimento Interno, desembargador Francisco de Assis Carvalho, como presidente e os desembargadores Edvaldo de Andrade e Eduardo Sérgio como membros; Comissão de Vitaliciamento, os desembargadores Ana Maria Madruga, como presidente e os desembargadores Francisco de Assis carvalho e Silva e Wolney Cordeiro como membros.

Presidente eleito

“Farei o que estiver ao meu alcance para merecer o voto desta Corte, por isso eu conto com a ajuda de todos, não só do desembargador Eduardo Sérgio, que me acompanhará, mas dos demais desembargadores da bancada, dos magistrados de 1ª Instância e dos servidores”, disse o presidente eleito do TRT. Ele destacou que faz parte de um Tribunal que demonstra maturidade jurisdicional. “Cada vez mais me orgulho dessa Corte e de fazer parte dela”, disse.

Afirmou que fará o possível para levar adiante o conceito do TRT perante a sociedade. “Assumirei a missão com muita responsabilidade. Serei um mandatário, não um dono. Meu anseio é ver o Tribunal cada vez maior e melhor e servido a sociedade com transparência e qualidade”.

Vice-presidente eleito

“Agradeço aos meus pares a confiança depositada. Vou trabalhar auxiliando o novo presidente, atento às minhas atribuições específicas, mas me preparando para o futuro. Sabemos que a Justiça do Trabalho precisa melhorar sempre, mas temos um Tribunal muito bem aparelhado e com pessoal capacitado. Temos tradição e celeridade, que são reconhecidas pela sociedade que recorre a esta Justiça especializada”, disse o desembargador Eduardo Sérgio, eleito vice-presidente do TRT para o biênio 2015/2016.

Desembargador Eduardo Sérgio - Breve perfil

Natural de Capoeiras, Pernambuco, o desembargador Eduardo Sérgio de Almeida estudou nos colégios XV de Novembro e Diocesano de Garanhuns, tendo concluído o curso de Direito pela Universidade Federal de Pernambuco no ano de 1975. Foi advogado militante por mais de 13 anos, trabalho iniciado ainda como estudante, em 1974. Ele é filho dos comerciantes Euclides José de Almeida e Maria das Neves de Almeida e tem 63 anos.

Aprovado no concurso para juiz do trabalho na Paraíba, assumiu o cargo no ano de 1987, atuando, como titular, nas Varas do Trabalho de Guarabira, Itabaiana e 7ª Vara de João Pessoa. Assumiu o cargo de desembargador no Tribunal do Trabalho da Paraíba em setembro de 2011.

Antes da magistratura foi advogado da Fundação de Ensino Superior de Pernambuco – FESP, atualmente Universidade de Pernambuco, no período de 1977 a 1987. Foi procurador Judicial do Município do Recife de 1982 a 1987 e ex-professor de Introdução ao Direito nas Faculdades Integradas do Recife (FIR).

Foi aprovado em concurso público para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para procurador Judicial do Município do Recife e para Juiz do Trabalho Substituto do TRT-PB.

É mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (2003) e pós-graduado em Filosofia, também pela UFPE. Tem outra pós-graduação, essa na área do Direito do Trabalho e pela Universidade Castilla La Mancha, na Espanha (2008). (Principal fonte de consulta: Site do TRT da Paraíba).

Nenhum comentário:

Postar um comentário