ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

quinta-feira, 31 de julho de 2014

CAMPANHA DE CÂMARA TEM NOVO COORDENADOR

José Francisco Cavalcanti Neto, advogado, sobrinho do ex-governador Joaquim Francisco, é o novo coordenador da campanha de Paulo Câmara. Ele saiu da Secretaria de Administração de João Lyra com a difícil missão de fazer o PSB reagir nas pesquisas de intenção de voto e chegar no início de outubro em condições de disputar a eleição.

José Francisco Neto irá substituir Renato Thiébaut, que foi requisitado para trabalhar na campanha de Eduardo Campos à presidência da República.

4 comentários:

  1. É muito difícil coordenar uma campanha política quando ela não tem sintonia com o Governo Federal e os grandes movimentos sociais que em 2006 enfrentaram todo tipo de hostilidades praticadas pelos ex-prefeitos de Jarbas Vasconcelos e que hoje sobe no palanque do ex-governador para bater no Lula e na Dilma. Isto é paradoxal e é um dilema difícil de se explicar a nós outros que apanhamos tanto. Muita gente ainda hoje chora quando ver essas cenas inexplicáveis! O sujeito chegou para os colegas e ameaçou com armas e tudo.Ainda tem meia dúzia de eleitores que tem vergonha, né Dr. Gileno Guedes e Dr. Nilton Coelho!

    ResponderExcluir
  2. Dificil de explicar é Lula com Maluf

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O únicos candidatos a prefeito que se elegeram no partido do ex- Governador no Agreste Meridional foram Marquidoves Vieira Marques em Lagoa do Ouro e Edmilson da Bahia em Correntes.

      Excluir
    2. O ex-presidente Lula bateu nesses filhotes da ditadura é verdade sim.Mas o homem governou a nação mandando dinheiro público para todos sem discriminar ninguém tal e qual fazendo a Dilma do PT.

      O Maluf, o Sarney, o Fernando Collor, o Jáder Barbalho e escambau aderiram ao governo do Lula e do PT porque todas as POLÍTICAS PÚBLICAS foram ampliadas, os juros vieram a patamares mais ou menos reais 11% a.m (taxa selic) e a Educação no Brasil recebeu um impulso extraordinário com o PISO NACIONAL DE SALÁRIOS, os Estudantes tiveram vez e voz e os pobres passaram a ser vistos como gente e não como pode expiatórios dessas classes de homens públicos, etc!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ???????????.......:;:::::::::: idem!

      Excluir