SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

NICOLE MINIMIZA IMPORTÂNCIA DO SEXO

Assistente de palco do programa “Pânico”, na Bandeirantes, Nicole Bahis é considerada como um verdadeiro símbolo sexual.

A morenaça, no entanto, se revela até conservadora ao falar de relacionamentos. Ela revelou numa entrevista que gosta do tradicional, sem invencionices. Deve estar se referindo ao famoso “papai e mamãe”.

Na Revista Quem, Nicole minimizou a importância do sexo. Disse que transar não é tão importante assim e representa apenas 20% de um relacionamento. Será que a moça não tá fazendo charminho ou tirando um sarro da cara da gente?

Nicole Bahis este ano resolveu passar o carnaval em Salvador.

5 comentários:

  1. A mulher é uma coisa boa e gostosa na vida de qualquer homem que gosta da fruta.Mas é preciso ter muito cuidado. Vivemos no mundo em que os valores éticos de uma mulher vem perdendo terreno para os movimentos sociais e a televisão que invadem as nossas privacidades.

    Respeitamos todas as indiferenças, mas é preciso prudência. Quando eu vejo pelos jornais, pela televisão, pelas revistas pornográficas, pela playboy, pela internet o ensaio de mulheres bonitas mostrando o seu corpo para a gente ver de todas as formas, simplesmente, encaro como uma oportunidade para os homens gostarem de mulheres, mas por outro lado nos preocupa como educador e pai é que essas amostragens estão afetando psicologicamente as nossas crianças e adolescentes a praticarem sexo logo cedo demais. Isto não é bom!

    ResponderExcluir
  2. linda d mais...

    Carlos Araújo Lira

    ResponderExcluir
  3. José Fernandes Costa28 de fevereiro de 2014 19:51

    A Nicole pode até minimizar a importância do SEXO. - Mas eu NÃO minimizo. - SEXO é vida, é saúde etc. - Agora, gostar de revista Payboy é doença grave. - Não se faz sexo com folhas de papel. - SEXO ou AMOR é feito quando juntamos corpo com corpo, músculos com músculos, vasos sanguíneos com vasos sanguíneos, genitália com genitália!! - Respeito o ponto de vista dela, Nicole. - Só não arrisco dizer que ela esteja dizendo a verdade verdadeira. - Charme em MULHER é coisa comum e salutar para ELAS... – E viva a LINDA Nicole!! /.

    ResponderExcluir
  4. O País dos horrores!

    O Brasil é um país formado por maioria de analfabetos funcionais, pessoas mal educadas e inteiramente despreparadas para toda e qualquer função. País assim jamais conseguirá se desenvolver ou oferecer melhores condições ao seu povo.

    Quem duvidar de tais colocações que observe comentários postados em matérias veiculadas pela internet. Sem contar que nossas instituições simplesmente não funcionam!

    Somos uma não nação de tremendas desigualdades sociais que se multiplicam e se alargam a olhos vistos. Amontoado de pessoas sem objetivo e sem rumo, manipuladas por emissoras de televisão que despejam pornografia e imundícies das mais abjetas, formando ciclo ruinoso a deteriorar mentes em ritmo sem fim.

    A Rede Globo, por exemplo, transformou o Brasil num bordel. Banalizou-se a imoralidade, o desrespeito, a pouca vergonha, como se a prostituição fosse coisa absolutamente normal e a lei do mais forte devesse viger de forma permanente.

    Este mal nos acomete desde a formação do país em si. Mas parece ter se precipitado, com todos os danosos efeitos, a partir do golpe militar de 64 (com suas torturas, mortes e violência institucionalizada), culminando na ascensão de um partido político, o PT, que representa a negação de todo e qualquer valor moral.

    A íntegra deste artigo, do jornalista Marcio Accioly, que atua em Brasília, você confere no menu Opinião. Vale a pena!
    Escrito por Magno Martins, às 15h38

    ResponderExcluir
  5. José Fernandes Costa1 de março de 2014 12:13

    Ainda existem lunáticos e idiotas que acreditam que tudo de ruim está no Brasil. – E que sexo e sexualidade foram inventados nos últimos 50 anos!! – Pessoas que mal conhecem Caruaru!! – Imaginem o que essas pessoas conhecem do restante MUNDO!! - Para ficarmos só nos países "civilizados" ocidentais, o que dizer do que ocorre nos EUA e na Europa, em termos de licenciosidade, promiscuidade, libidinagem e coisa e tal?? - Quem não tem o que dizer, é melhor não dizer. - É ISSO. /.

    ResponderExcluir