quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

NÉLSON BARBOSA ACREDITA QUE O TSE MANTÉM A DECISÃO DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL

Nelsinho e Hugo na foto de campanha

EXCLUSIVO - Um incansável batalhador pela cassação do mandato do prefeito Genaldi Zumba (PSD), o advogado Nélson Barbosa (PSB) acredita que a Justiça foi feita, hoje, pelo TRE, que decidiu pelo afastamento do gestor, já cassado pela Justiça Eleitoral. O socialista perdeu a eleição de 2012 por uma diferença  bem pequena de votos e é um potencial candidato muito forte para a nova eleição que deve acontecer no início do próximo ano.

Como advogado, Nélson acredita que o Tribunal Superior Eleitoral irá manter a decisão do TRE e assim Genaldi não voltará mais ao cargo. O representante do PSB admite que poderá ser candidato novamente, mas somente se essa for a vontade do povo de São João. "O processo agora zerou e não coloco como prioridade participar da disputa", pondera.

Nélson Barbosa considera o presidente da Câmara, Jamesson Guilherme (PR), um aliado na luta que foi travada e disse que certamente estarão juntos na batalha para tirar São João da situação em que se encontra.

"A Justiça deu uma resposta firme, cabe ao povo agora decidir os destinos do município", defende o socialista. Na sua opinião, processos de financiamento privados de campanha, caixa 2 e episódios como o do mensalão estão dentro do mesmo contexto do que aconteceu em sua cidade e essas práticas corrompidas precisam ser combatidas e extirpadas da política brasileira.

Chamado de sonhador por alguns, Nelsinho nunca desistiu e hoje vê sua luta recompensada. "Sempre acreditei na questão por que creio na Justiça. E hoje posso dizer que ela foi feita no município de São João e quem está de parabéns é seu povo", concluiu o advogado.

Quem também está de "alma lavada" é o biomédico Hugo Leonardo, candidato a vice na chapa de Nelsinho Barbosa. "Foi uma grande vitória do povo de São João. Estão de parabéns os grupos de Pedro Barbosa, Antônio de Pádua, o presidente da Câmara e todos que lutaram por esta causa.

LEIA ABAIXO: JAMESSON ASSUME PREFEITURA DE SÃO JOÃO!

11 comentários:

  1. Nessas safadeza todas de politicas o povo São João já deram a resposta a vocês e a justiça já deu a genaldi, era bom que ninguém que participou da eleição passada pudesse participar de outra! É muita gente sem querer perder a mamata!

    ResponderExcluir
  2. São João merece ter um prefeito do nível de Nelson Barbosa. Esse sim é preparado!

    ResponderExcluir
  3. Vc esta errado Nelsinho, Jamesson vai passar no máximo duas semanas no poder. Vc vai ver.

    ResponderExcluir
  4. A briga é puramente pelo poder, não pelo bem do povo de São João!

    ResponderExcluir
  5. As oligarquias e os burgueses quando estão esgotados , cansados e o povo também lançam o novo para se perpetuarem no poder. Esses jovens fizeram uma campanha cristalina e insípida, será?

    ResponderExcluir
  6. Vocês ficam com essa conversinha de mandioqueiro de coitadinho sem vê que não cola mais; ora meus caros a decisão foi de um colegiado de juízes não foi de Nelsinho ou Jamessinho; a justiça viu atos ilícitos e irregulares do prefeito de São João desde a campanha e por isso cassou o seu mandato; e um novo prefeito será escolhido pelo povo de São João não é pelos juízes; cabe fazer uma melhor escolha, uma pessoa com conhecimento que não deixe o poder subir a cabeça; não tentem se fazer de injustiçado admitam que erraram e estão pagando por isso o melhor é correr atrás do voto de novo e tentar fazer a coisa certa. Nós de Garanhuns estamos ligadas e ligados e temos certeza de que São João tem pessoas inteligentes e conscientes capazes de levar a cidade para outro rumo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TELMA,QUERIDA.

      Mas será que o Prefeito de São João cometeu atos ilícitos e os que estavam no poder por mais de 20 anos nada cometeram?

      Ou você não sabe que a REELEIÇÃO dos prefeitos foi a maior tragédia política deste país?

      Tanto é verdade que os ex-prefeitos do agreste meridional tinham certeza absoluta que não perderiam as eleições sob hipótese nenhuma.

      Telma, você sabe me explicar quanto custou aos cofres públicos municipais as eleições de 2012 dos candidatos apoiados pelos ex-prefeitos? Será que fora somente entre R$ 200.000,00 e 500.000,00 ? Existem um grande paradoxo e uma grande HIPOCRISIA nas tomadas de decisões pelos tribunais de todo o país!

      Excluir
  7. O q vcs querem nao e o poder, cuidado para q a queda nao seja maior..

    ResponderExcluir
  8. Toda situação poderá ser boa desde que saibamos dela tirar “lições”! Apesar do momento desconfortável, para nós, que apoiamos e defendemos a decisão soberana do nosso povo, por meio do voto direto, o qual elegeu Genaldi, nosso prefeito, fico feliz em perceber a qualidade dos debates/postagens/manifestações da nossa população, referente a essa situação. Digo isso por perceber a preocupação, especialmente dos nossos jovens, em defender a “DEMOCRACIA”, independente das posições partidárias. Parabéns a todos/as que, de uma forma ou de outra, têm levado a sério esse momento em nosso município e postam mensagens que nos permite refletir sobre a importância do voto livre e soberano.
    Sou das que repudiam a afirmativa em que "UM ÚNICO VOTO" (no caso, do desembargador do TRE-PE) “FEZ A DIFERENÇA NUMA POPULAÇÃO DE 14 MIL ELEITORES, (elegeu um prefeito)”, referência dada a nossa situação aqui em São João.
    IMAGINEM ADMITIRMOS QUE, UM TRIBUNAL FORMADO POR 7 (sete) JUIZES, OS QUAIS DESCONHECEM A NOSSA REALIDADE, VENHAM A DECIDIR POR NÓS, ELEITORES CONSCIENTES, QUEM ADMINISTRARÁ NOSSO MUNICÍPIO!!!
    O voto de um conselheiro do TRE pode até definir quem administrará São João. Porém, não substituirá a maioria do povo que legitimou e consagrou Genaldi, nosso prefeito. Imagino que, independente de cores e posições partidárias, não desejemos a volta do tempo da “DITADURA”, em que os prefeitos eram nomeados. Afinal, é lícito divergirmos e defendermos posições políticas, conforme aquilo em que acreditamos (ISSO É “DEMOCRACIA”!). No entanto, acredito que, acima de tudo, não devamos desconsiderar a decisão majoritária de nossa população e não acatemos que o nosso destino continue nas mãos daqueles que não têm compromisso com nossas reais necessidades e desejam perpetuarem-se no poder por se acharem no direito, apenas, pela condição familiar de mando. Isso é “hereditarismo” ou “hereditariedade”.
    Não devemos/podemos admitir que tal postura ainda se mantenha em nosso município e que alguns dos nossos “representantes” ou “pretensos representantes”, acreditem e induzam nossa população a acreditar, que só determinadas famílias, ou grupos familiares, têm o direito de nos representar, sempre.
    Pela primeira vez na história do nosso município, um candidato a prefeito, surge da classe popular, de família “não tradicional”. Não percamos isso de vista! Pois, na última eleição em São João, provamos que, como classe social menos favorecida, “povão” mesmo, qualquer um de nós é capaz, mesmo diante toda adversidade.
    Defendamos a verdadeira “DEMOCRACIA” e que possamos conhecer um pouco mais sobre as lutas históricas desse país para que pudéssemos ter e exercer o direito de escolhermos nossos representantes por meio do voto e quais foram àqueles que se propuseram e/ou até mesmo perderam suas vidas, as vidas de seus familiares, amigos, em nome desta causa, enfim... Essa luta, certamente, não foi e nem contou com a “elite” da época. Pois essa, não tinha interesse em que o “povo” fosse protagonista de seu próprio desenvolvimento.
    FICA A DICA!!!

    ResponderExcluir
  9. Genaldi voltou, o mandioqueiro é fortekkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  10. Eita Nelsinho a casa caiu , kkkkkkkkkkkkk .

    ResponderExcluir