segunda-feira, 24 de junho de 2013

O SHOPPING CENTER GARANHUNS ESTÁ TRAVADO

Empresários de Garanhuns e do Grupo Tenco, responsáveis pela implantação do Shopping Center Garanhuns, estiveram recentemente no gabinete do prefeito Izaías Régis (PTB) para debater a construção do complexo comercial. Depois da conversa, um assessor revelou à imprensa que o principal entrave ao projeto, hoje, é o posicionamento de um comerciante da cidade, que estaria querendo um valor exorbitante por um terreno na área do shopping. Até o Secretário de Desenvolvimento de Pernambuco, Márcio Stefanni (foto) e o próprio governador Eduardo Campos já teriam tentado convencer o empresário a ceder um pouco, sem êxito até o momento.

Se nem o governador Eduardo Campos (PSB), com toda sua capacidade de sedução e poder, consegue destravar esse Shopping Center Garanhuns, deve ter alguma urucubaca nessa história.

14 comentários:

  1. Quem é o infeliz egoístamiseravel das costa oca desse empresário?

    ResponderExcluir
  2. RASGA MORTAIA AGORENTA24 de junho de 2013 08:57

    Eu ja disse aqui nesse espaço desse blogue que pode escrever de novo o que eu estou dizendo. Esse shope nunca vai ser construido e nem vai ter copa no mundo no brasil. o meu pacto continua de pe firme e forte.

    ResponderExcluir
  3. MelDeus! Acho que a próxima manifestação popular de Garanhuns deveria ser na frente da Pinga Nordestina! Por causa desse sujeito a cidade perde um empreendimento milionário!

    Izaías de Oliveira

    ResponderExcluir
  4. Este shopping já é um dos maiores "investimentos" da História da cidade para o CARTEL das imobiliárias que lucraram rios de dinheiro com a valorização de terrenos que não valiam uma pataca.Aliás,está faltando na pauta dos manifestantes de nossa cidade o basta ao este cartel, que transformou Garanhuns na cidade com os mais altos alugueis do nosso Estado.O feirão da Caixa mostrou bem a "força" que eles tem.A cidade que se encontra entre as 100 municípios mais pobres do país(populosos com baixa receita per capita e alta vulnerabilidade socioeconômica)se dá ao "prazer"(masoquista)de ter como imóvel mais barato(pelo cartel)por 110 mil reais.

    ResponderExcluir
  5. Se fosse só isso era simples de resolver, era só a prefeitura desapropriar e depois discutir o valor na justiça.

    ResponderExcluir
  6. vergonha! esses exploradores em Garanhuns, por isso que estamos com a cidade nessa situação precária.
    Atrapalhando o progresso da própria cidade.
    Patrícia

    ResponderExcluir
  7. Outro dia falei que nada por aqui funciona porque é movido a ambição. Quase fui crucificado, fui atacado num certo grupo do facebook - o que me obrigou a sair dele(s) - e vou continuar dizendo: acredite quem quiser! Gostaria de estar errado.

    ResponderExcluir
  8. é um absurdo isso que esta acontecendo , mais desde já quero deixar bem claro que não é as imobiliárias que estipulam valores dos imoveis não, quem pensa isto esta bem enganado, faça um teste vc proprietário de um imóvel, peça em qualquer empresa imobiliária um laudo de avaliação. ( Documento ) , e lhe garanto com toda certeza que o valor do seu imóvel vai ser declarado corretamente.e vc não vai aceitar o valor da avaliação com o seguinte argumento , o de fulano ali foi vendido por X, o meu e melhor que o dele, quero que fique bem claro, se vc como proprietário chegar em uma imobiliária pra deixar seu imóvel pra vender vc é que diz o Valor e nunca vaio aceitar o da imobiliária, peça pra ver nas imobiliárias as administrações, pois sempre é colocado o valor de venda e o valor avaliado pela imobiliária, na grande maioria ele e inferior a 30 % do valor que vc proprietário.
    quer. gostaria de deixar bem claro as Imobiliárias não são donas dois imoveis, elas apenas administram os mesmos, sejam nas vendas ou alugueis. Vou lhe dar um exemplo cheque Hoje na vila do quartel e procure ver os preços de casas e terrenos. sabe qual sera a desculpa para a valorização, á este imóvel esta a 5 Minutinhos do Shopping. VC que fala demais, faça um teste com o seu próprio imóvel , peça o laudo de avaliação em qualquer uma dais Imobiliárias, e veja se vc esta disposto a vender seu imóvel pelo valor de Mercado.

    Imobiliárias não são donas dos Imoveis.

    Concluindo : fui requisitado como perito Avaliador, para fazer uma avaliação nestes dias, acertamos tudo e fui fazer o meu trabalho, vistoria e pesquisas Concluídas , chequei ao valor do Imóvel de : Ex 80.000.00 , a PROPRIETÁRIA ficou indignada disse que eu estava por fora do mercado, e se eu não poderia colocar o valor que ela queria, por se tratar de um documento o valor tem que ser o real de Mercado não o que o PROPRIETÁRIO quer, e ele veio me falar que a prefeitura teria avaliado este imóvel em R$ 200.000.00, agora lhes pergunto sera que são as imobiliárias que colocam valores?

    ResponderExcluir
  9. Será que não há outro espaço em Garanhuns para ser construído esse shopping? Eu acho que perto do metroplaza seria bem melhor, menos movimentado, o terreno mais plano.

    ResponderExcluir
  10. PAULO CAMELO, COMENTA:

    Até que me provem o contrário, Laudo de Avaliação de Imóveis deve ser feito por engenheiro ou arquiteto, uma vez que o corretor, caso seja contratado, apenas realiza a venda.

    Agora, que uma boa parcela dos corretores contribuem para inflacionar o Mercado, é público e notório.

    TENHO DITO

    ResponderExcluir
  11. Batalha judicial entre corretores e engenheiros pelo mercado de avaliação de imóveis tem decisão em última instância; entenda os detalhes da disputa e como fica o mercado

    Uma longa briga judicial, que trouxe certa incerteza ao mercado de avaliações imobiliárias, terminou no final do ano passado. A ação, que colocou de um lado engenheiros, arquitetos e agrônomos, e de outro, corretores de imóveis, tramitava desde 2007 na 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Essa ação ordinária, que corria em caráter de urgência, questionou a legalidade das avaliações imobiliárias emitidas por corretores de imóveis. Foi proposta por duas entidades federais que representam engenheiros: o Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape) e o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).



    O processo, que teve como réu o Conselho Federal de Corretores de Imóveis (Cofeci), visava anular a resolução 957 promulgada em 2006 pela entidade, que valida as avaliações imobiliárias proferidas por corretores de imóveis e cria o Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários (CNAI).

    A justiça promulgou sentença favorável aos corretores de imóveis, que, a partir de agora, ganham respaldo legal para emitir suas avaliações. A sentença foi emitida pela Justiça Federal em última instância e não cabem mais apelações.

    A disputa judicial expôs a concorrência entre dois importantes agentes do mercado imobiliário – engenheiros e corretores – pelo mercado de prestação de serviços de avaliações de imóveis. "Essa é uma briga natural entre profissões regulamentadas, por um nicho de mercado de trabalho. Os engenheiros reivindicaram para si o direito de exclusividade de emitir avaliações. A sentença favorável aos corretores significa o reconhecimento da expertise da nossa profissão em avaliar imóveis", diz João Teodoro da Silva, presidente do Sistema Cofeci-Creci.

    ResponderExcluir
  12. PAULO CAMELO, CONTINUA COMENTANDO:

    O Corretor é a pessoa menos indicada para Avaliar Imóvel, haja visto que é parte interessada na venda, enquanto que o engenheiro ou arquiteto, não possuem quaisquer relação com as partes envolvidas.
    Mas, no Brasil, algumas decisões do Judiciário são ao avesso.

    TENHO DITO

    ResponderExcluir
  13. garanhuns parou no tempo faz tempooooo, ACORDA MEU POVO!!!!

    ResponderExcluir