ALEPE

ALEPE
ALEPE

GOVERNO DO ESTADO

GOVERNO DO ESTADO
GOVERNO DE PERNAMBUCO - FUNDARPE

sábado, 19 de janeiro de 2013

O GARANHUNS JAZZ & BLUES FESTIVAL

O nome original do evento que acontece na cidade, no período do carnaval era "Garanhuns Jazz & Blues Festival", tendo o nome sido reduzido por uma questão de praticidade. A explicação é do produtor cultural Giovanni Papaléo, o homem que está à frente dessa festa diferenciada que chega à sexta edição este ano. "Misturar jazz e blues é uma tendência atual da música, inclusive no exterior", complementa o coordenador do festival.

Giovanni destaca que o Garanhuns Jazz Festival é hoje um dos cinco principais eventos do gênero no país, sendo pioneiro no Agreste de Pernambuco. O formato da festa, a mistura de ritmos - com ênfase no jazz - tem dado certo, tanto que em 2009 o GJF foi o vencedor do II Prêmio Mestre Salustiano, concedido pelo Governo do Estado aos melhores trabalhos que fomentam turismo nos municípios pernambucanos. “Isso é uma grande satisfação. Mostra que estamos indo pelo caminho certo. Porém, a responsabilidade de fazer um festival maior e melhor a cada ano também aumenta", observa Papaléo. 

Além de impulsionar o turismo, o projeto também contribui para a projeção das bandas locais que participam do Festival. É o caso de Herick Faustino, integrante do Projeto Batuque, que gravou seu primeiro CD (com Robertinho Silva), após ter participado de uma das edições do evento como um dos integrantes da Street Jazz, banda revelada aqui mesmo em Garanhuns.

2 comentários:

  1. O festival é bom, tá crescendo a cada ano, mas é preciso que Izaías fique de olho nesse coordenador do evento, o tal do Papaléo.
    Esse festival só pode acontecer se esse cara estiver à frente?
    Izaías sabe quem realmente é esse cara, além de ser um músico limitado, mais "produtor" do que músico.
    Não quero aqui denigrir a imagem de seu ninguém, mas, se o prefeito quer realmente mudar as coisas pra melhor, é no mínimo questão de bom senso, procurar saber como tudo acontece exatamente, no Garanhuns jazz festival.
    Esse evento nasceu no governo de Luiz Carlos, portanto é bom ter cuidado.

    ResponderExcluir
  2. É bom mesmo o prefeito ficar alerta como disse essa pessoa que escreveu o comentário acima.
    E digo mais, a programação do Pau Pombo é só pra tapar a boca de alguns músicos, mesmo assim da panelinha do coordenador desse palco.
    Garanhuns tem músicos que tocam jazz e blues realmente, no entanto nunca tiveram a oportunidade de participar desse evento. Por quê??????????????????????????????
    Por que também alguma atrações de fora sempre voltam, sempre estão na programação?
    Teve um ano, parece que 2010, que não houve uma apresentação de jazz de verdade, só foi blues que predominou a programação
    e não teve ninguém da prefeitura que chamasse a atenção pra isso.
    Tá mais do que na hora da prefeitura levar esse evento mais a sério, não deixar que esse Papaléo faça o que quiser com a programação.

    Adriano Santos

    ResponderExcluir