SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

sábado, 15 de setembro de 2012

PROJETO DO PAVILHÃO DE EVENTOS É DE GLÁUCIO BRANDÃO

Recebemos do arquiteto garanhuense Gláucio Brandão o seguinte e-mail, fazendo esclarecimentos sobre um projeto de sua autoria, para construção de um Pavilhão de Eventos na cidade:

Caro Roberto Almeida,

Gostaria de passar algumas informações que julgo de importância acerca do projeto de Pavilhão de Eventos, amplamente divulgado pelo candidato Zé da Luz.

Saliento que este projeto foi desenvolvido por meu escritório há alguns anos, por solicitação de Alexandre Marinho, quando da vinda do então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para ser apresentado naquela ocasião.

Considero o projeto (anteprojeto) como uma contribuição pessoal à nossa cidade, uma vez que o fiz de forma gratuita.

Desta forma, o projeto não é de propriedade de nenhum candidato especificamente, nem foi elaborado a pedido de candidato algum. Tampouco forneci imagens ou informações sobre este projeto, que devem ter sido passadas por Alexandre Marinho ao candidato do PHS.

Atenciosamente Gláucio Brandão

Arquiteto e Urbanista.

8 comentários:

  1. AGORA ME DIGA ELEITORES DE ZÉ DA LUZ! DÁ PARA CONFIAR EM UM CANDIDATO DESSE??? SE APOSSA JUNTO C O SEU VICE GEDÉCIO BARROS DO PROJETO DO TELÉFERICO,POIS TODO MUNDO SABE QUE É DE PAULO CAMELO, AGORA JÁ SE APOSSOU DE PRE-PROJETO DE UN PAVILHÃO DE EVENTOS DE GLAUCIO BRANDÃO!!! VOTE C/UMA BRONCA DESSA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. GLAUCIO BRANDÃO NÃO QUER BRIGA SE FOSSE OUTRO PROCESSAVA ESSA TURMA

    ResponderExcluir
  3. Além de zonar com verbas públicas o candidato de Caetés é surrupiador de direitos autorais.

    ResponderExcluir
  4. Ze perdeu meu voto fraco..

    ResponderExcluir
  5. Minha gente não adianta criticar Zé da Luz através de internet não, pois seus aliados não se expressam nesse meio, nos temos que falar a verdade nas ruas comentando com as pessoas, para que essas verdades cheguem aos ouvidos dos menos favorecidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc anonimo 15 de setembro de 2012 11:57
      deve saber q a net...ajuda e muito nestes tipos de noticia
      mais o maior meio de comunicação é aboca do povo
      hoje muitas gente tem um computador em casa

      a respeito destes projetos que o SR ZÉ DA LUZ esta envolvido
      isso é a cara dele de esta sempre pegando coisas sem pertencer a ele

      pq o ZÉ DA LUZ não faz um projeto de uma latinha de pinga
      bem grande feito uma caixa de água enche para da aos eleitores dele

      Excluir
  6. Pelo que entendi a ideia é de autoria de Akexandre Marinho, que solicitou ao seu amigo Glaucio Brandão um esboço(anteprojeto). Portanto o pai da criança no meu modo de ver é o Alexandre Marinho. A viabilidade do mesmo como ele ja bem explicou poderia ser creditada a qualquer um dos candidatos. Como o unico que se manifestou a favor de executar caso for eleito foi Zé da Luz está se dando essa novela toda. Deu para entender agora? Ou é preciso desenhar? Tenham santa paciência!

    Julia Ferreira
    Heliopolis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Projeto moça é de Garanhuns veja, que interessante Juilia Ferreira, Zé da Luz passou isso mesmo como ele diz 12 anos a frente de Caetés, e mais 04 com seu laranja, olhe no seguinte www.cgu.gov.br, portal da transparência e veja quantos projetos de infraestrutura ele emplacou lá (0) desde 2004, nem comprimido chegou, não tem verba de obra alguma minha cara. Agora veja bem, essa enganação do AM, quer dizer e provar que é fácil é pura lorota, primeiro, não é só chegar lá e dar entrada, é preciso saber se aquele Ministério tem o Recurso, pois dotação todos tem, porém o AM, viveu lá e pegou essa mania do povo da Capital Federal, de vender peixes fantasiosos R$. Essa conversa de que é só chegar e dar entrada e vem o dinheiro é a maior mentira do mundo, em primewiro resta saber se o Governo vai disponibilizar a verba, realmente dotação tem para cosntruir uma cidade e verba tem? Pergunte a AM quantos projetos que ele fez quantos estão em execução, com verba liberada de fato. depois eu me pronunciarei.

      Cláudio Jilcélio Mota

      Excluir