segunda-feira, 23 de julho de 2012

O SHOPPING CENTER EM DISCUSSÃO

Demorou tanto que quase ninguém mas acreditava. As obras do Shopping Center Garanhuns, porém, começaram mesmo e quem passa pela BR-423, nas proximidades do Posto Rodoviário, pode ver as máquinas trabalhando. Até ficar pronto, o Centro Comercial vai gerar muitas discussões, nas ruas e via internet. Neste final de semana o debate teve início. José Celso Tavares escreveu que tem ouvido muita gente reclamar dos preços dos sanduíches da Subway e questionou: “Será que temos poder aquisitivo para isso (o shopping)?” 

Gláucio Brandão rebateu: “devemos lembrar que qualquer empreendimento de grande porte nasce de estudos aprofundados da realidade socio-economica da região onde o mesmo será implantado”. E Betinho Cândido completou: “tem um montão de gente achando que a construção do Shopping Garanhuns tem alguma coisa a ver com investimentos públicos, quando na verdade, não é. Os recursos são de cunho privado. Não dependem de prefeitura ou governo do estado para sua construção”.

8 comentários:

  1. Somente pelo fato de um sanduíche custar caro, não quer dizer muita coisa, até porque o preço da passagem de ônibus já é absurdo. Temos muitos empreendimentos na cidade com preços totalmente fora da realidade do povo de Garanhuns. Nossa cidade está entre as cidades com o custo de vida mais caros de Pernambuco. Não adiantou por exemplo o Supermercado Todo Dia chegar na cidade e vender mais caro de que o demais. Não vai adiantar encher o shopping de lojas se não tiver preço bom. Até porque a maioria dos consumidores que freqüentarão o estabelecimento será da propria cidade e circunvizinhança. Nosso povo precisa de oportunidades, e não somente de lojas bonitas. Garanhuns merece sim um shopping de porte como será esse mas precisamos também enxegar a realidade de nossa cidade. Está explicado porque a SubWay não tem o público desejado e porque eu ainda não fui comer lá. PREÇO ....

    ResponderExcluir
  2. E por o que surgi hoje de informações tudo isso não passa do inicio da construção do Hiper Mercado G.Barboza. E assim sendo o shopping volta a ser só lembranças.

    ResponderExcluir
  3. Garanhuns já passou da hora de te rum shoping, agora se as pessoas teram poder aquisitivo e depois, agora cada macaco no seu galho e vivaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  4. Sabemos que Garanhuns não é o município mais rico do Agreste, mas é certo que está em desenvolvimento, a população vem crescendo, principalmente com o aumento da oferta de cursos de nível superior, o que traz gente mais abastada e incrementa o comércio, além do notório aumento do poder aquisitivo das classes C e D, que contribuem de forma considerável também para a ampliação das vendas. Será que somente os muito ricos podem frequentar um shopping center? Ou será que no nosso só existirão lojas de artigos caríssimos, inacessíveis à classe média e às em ascensão? Acho que as pessoas não conhecem bem os costumes da gente da nossa terra e da região circunvizinha, pois todos nós adoramos visitar os shoppings quando passamos por Caruauru , Recife, Maceió... Então por que não seremos fregueses do nosso? José de Lima

    ResponderExcluir
  5. É um absurdo os preços da Subway aqui em Garanhuns, se comparado as lojas em shopping em Recife, Petrolina e outras cidades. Não somos bestas, e sim sabemos quando estão abusando da gente.
    Romário/Garanhuns

    ResponderExcluir
  6. A Subway tem o preço tabelado kkkkk por favor gente. O povo gosta de reclamar de tudo. E essa construção é sim do G. Barbosa, Hiper Mercado anexo ao Shopping Center.

    ResponderExcluir
  7. Em todos os lugares do mundo,os shoppings centers são realmente mais caros do que lojas populares. Quem não quizer pagar mais caro, vá para o centro de preferência nos camelôs.Garanhuns precisa de um shopping, sim e a as classes média e alta agradecem.A propósito no centro da cidade também é assim, tem lojas bem caras e lojas bem mais baratas.Quem pode vai a pérola, via G,etc, quem não pode, vai a alternativa, ponto e vírgula etc....ou ao mercado dos camelôs.Eu sou Garanhuense,posso comprar em shoppings e tenho certeza que muitos conterrâneos também podem.Vale apena pagar mais caro pelo conforto e segurança.

    ResponderExcluir
  8. Não vou me esconder atrás do anonimato,meu nome é Edson Diogo e por 5 anos trabalhei no McDonald´s em um grande Shopping de São Paulo,e posso afirmar que la como ca os shoppingscenters tem sim seu público alvo que é em sua grande maioria adolescentes que nem sempre são de classe alta, moro ja ha 12 anos em Garanhuns e posso afirmar com certeza pelo o que conheço da cidade que ela tem potencial para tal, aliás é a primeira vez na vida que ouço que se precisa debater sobre tal assunto, em qualquer lugar do mundo quando fala em se abrir um shopping, se faz festa e aqui em Garanhuns se faz debate, ninguém pensa nos inúmeros postos de trabalho que vão surgir direta e indiretamente é por estas razões que Gravata, Vitória de Santo Antão, Petrolina, Carpina e outras estão deixando Garanhuns para Trás, pois potencial temos e muita gente ignorante também.

    ResponderExcluir