SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

sexta-feira, 16 de março de 2012

A DAMA DE FERRO

Vale a pena conferir este filme, principalmente para quem gosta de história e política. Embora não se aprofunde muito em nenhuma dessas áreas o longa pode despertar o interesse de muitos pela figura de Margareth Thatcher, primeira mulher a assumir o poder num país da Europa e que comandou com pulso forte a Inglaterra durante mais de uma década. A cineasta Phyllida Lloyd pode ter exagerado um pouco ao mostrar demais a ex-primeira ministra senil, tendo visões do marido já morto. Mas é interessante saber que a mocinha - filha de um simples dono de mercearia -  saiu de uma vida simples para Oxford, entrou para o parlamento e terminou sendo um dos líderes mundiais na década de 80, num mundo até então dominado pelos homens. O melhor dessa produção, sem dúvida, é a interpretação da atriz Meryl Streep, que ganhou o 3º Oscar em sua carreira com todos os méritos. Está tão perfeita no papel que parece a própria dama de ferro. Logo no início, quando o personagem vai comprar leite, num estabelecimento perto de casa, temos uma das boas cenas do filme. Interessante também é relembrar o episódio da Guerra da Malvinas, que envolveu a Argentina com a Grã-Bretanha e ajudou a enterrar a ditadura de los hermanos.

8 comentários:

  1. Caro Roberto,

    Sempre leio seu blog mas o tempo anda escasso para comentá-lo. Mas, ao ver aqui que você viu a Dama de Ferro, fiz questão de fazer uma propaganda do meu blog, o que nunca mais tinha feito. Lá na postagem no link do meu nome eu escrevi, entre outras coisas:

    "Imaginem vocês se o Lula, sim, este mesmo que nasceu em Caetés, virou paulista e foi homenageado pela Gaviões da Fiel, hoje, curando-se de um câncer, fosse retratado no cinema como um doente terminal, por um ator brilhante, e que a base do filme seriam flashbacks de sua vida antes da doença e em plena glória.

    Todos sabem que não sou uma admiradora de Lula, mas nem por isso concordaria que ele fosse assim retratado, a não ser que o filme tivesse como título: O Câncer de Lula. Pois assim, eu não iria assisti-lo. Da mesma forma como não iria assistir ao filme sobre a Margareth Thatcher se ele se chamasse: “A Demência de Margareth”."

    Mas, não confundir a mulher (grandiosa) com o filme. Se quiserem leiam-me lá.

    Lucinha Peixoto (Blog da Lucinha Peixoto)

    ResponderExcluir
  2. José Fernandes Costa16 de março de 2012 23:10

    É incrível a maldade do seu lucinho PXOTA, quando se refere ao LULA. Ele ou ela, seu PXOTA, mesmo quando a coisa NADA tem a ver com o LULA, como no caso presente, vem com umas tiradas sem pé nem cabeça, para espinafrar o ex-presidente, que ora convalesce de um câncer, com possibilidade de recuperação.
    Ademais, seu PXOTA não se cansa de vir aqui fazer publicidade das bobagens que escreve. - Não as leio (as bobagens). Mas, pelo que li em tempos passados, sei que NADA têm que se aproveite. Posto que fofocas e futilidades não podem servir para nada./.

    ResponderExcluir
  3. Lá vem o Zé Fernandes mexendo com as pessoas de bem como a Dona Lucinha Peixoto. E ele não tem vergonha de dizer que não leu o texto dela e assim mesmo o critica. É muito Viagra na cabeça. Vá arranjar uma coisa útil que fazer e não ficar falando dos outros sem nenhuma base e mentindo. Basta ler o artigo que D. Lucinha se refere. E o pior é que as pessoas sabem que ele é de Bom Conselho e ficam pensando que lá só tem gente desta laia. Te enxerga cara, toma teus Viagras mas deixa as pessoas de bem em paz.Já deve está bêbado.

    Arlindo Paz

    ResponderExcluir
  4. José Fernandes Costa17 de março de 2012 11:02

    O Ar Fresco da Paz (4h34 AM) é o "advogado" do seu lucinho PXOTA. - Os dois são iguais e se merecem. Basta dizer que o Ar Fresco é admirador dos escritos do seu PXOTA. - Inteligência pouca é uma coisa. Falta total de inteligência é idiotia. - O bom dessa história é que NENHUM deles é de Bom Conselho. - Já que ninguém os conhece lá. - Assim, resta comprovado o anonimato de ambos./.

    ResponderExcluir
  5. A Dona Lucinha não precisa de advogado porque ela tem a cidade inteira como seu advogado. Não e preciso viver bajulando prefeitos para aparecer em Bom Conselho para que gostem dela. Vão lá e perguntem quem é Lucinha Peixoto e que é Zé Fernandes e vejam o que o povo responde. Quanto a mim não, realmente sou um homem mais do campo do que da cidade e não quero me promover a custa ser bajulador da Judith e de seu filho. Eu tenho meus brios e não ando tomando drogas sexuais para viver se insinuando para as mulheres inclusive fazendo mofa de uma candidata de Garanhuns. Este senhor já com quase 80 anos deveria era rezar e não ficar com apelidos com uma senhora de bem. Tenho certeza ela não me conhece pessoalmente mas teria prazer em conhecer. Agora o viagreiro não merece nem um dez reis de mel cuado.

    Arlindo Paz

    ResponderExcluir
  6. José Fernandes Costa17 de março de 2012 23:36

    Ar Fresco (17.3 - 3h14 PM): - "Quem disso cuida, disso usa" (sobre as drogas por você referidas). - E felizes dos que chegam aos 74 anos, com saúde, como eu. - Aconselho a você que reze pra chegar a tanto. - 2. Quanto à pré-candidata à prefeitura de Garanhuns, à qual você se refere, NÃO há nisso NENHUM deboche. É, apenas, uma brincadeira espirituosa dirigida a uma senhora que me merece todo o respeito. - Saiba que as pessoas públicas estão expostas ao sol e ao sereno. - Mas esse é só o meu lado brincalhão de ser, SEM qualquer intuito de ofensas, NEM de falta de respeito. - 3. Sobre a prefeita Judith e o seu filho, Felipe, NÃO os conheço pessoalmente. Mas pretendo conhecê-los. Pois NÃO vejo motivos para que as pessoas da oposição a Judith tenham esse ÓDIO dela e do seu filho. - Em qualquer ramo de atividades, e por que não na política (?), os CONTRÁRIOS devem ter um mínimo de civilidade. - Se NÃO gostam da prefeita, NEM de sua família, fiquem na sua e esperem pelo dia da votação. - E, aí, vocês podem descarregar seus ÓDIOS, por meio das URNAS. - Venho acompanhando, há cerca de dois anos, as chacotas, os deboches, os desrespeitos contra a administração de Judith. E também contra a pessoa física dela. - Há uns certos blogs dos arredores de Bom Conselho (blogs dos anônimos), cujo passatempo dos que lá escrevem besteiras e tantas outras besteiras, é soltar gracejos e mais gracejos, em cima da prefeita Judith Valéria A. Lira. E do seu filho, Felipe. Tudo isso com grande dose de zombaria. - E você aplaudindo. - Por quê?? - E AINDA ME VEM você COM ESSAS LOROTAS DE TODO TIPO?? - QUEM é você, por acaso?? - É ISSO. - José Fernandes Costa - jfc1937@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  7. Não estou ganhando dinheiro de Dona Lucinha para defendê-la, senhor viagreiro Zé Fernandes. O que é visto por todos menos você é que ela só responde as agressões de todo tipo que tem sofrido depois de começar a fazer oposição a Judith e a seu governo. Foi ameaçada e vive com medo de pessoas violentas como você que só sabe botar ela prá baixo depois que ela disse e é verdade que de direito você só conhece o direito de atacar e diminuir as pessoas quando elas não são mais útil. Agora quer pousar de bom moço porque tem gente que a defenda? Sou mais conhecido em Bom Conselho do que você mas não tenho que ficar me mostrando e bajulando poderosos. Defender quem tá no poder é fácil, difícil é fazer como Dona Lucinha que denuncia as falcatruas dos poderosos. Não me venha agora ser o bom moço pois não cola mais. Pelo menos leia antes de criticar é o mínimo que faz uma pessoa de bom caráter.

    Arlindo Paz

    ResponderExcluir