Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa
Assembleia Legislativa

segunda-feira, 21 de junho de 2010

POLÊMICA COM CHICO XAVIER

Recebemos do leitor Jalmir Pinheiro de Souza Júnior, o seguinte comentário a respeito da não exibição em Garanhuns do filme "Chico Xavier":

"Como profissional da área de humanas, às vezes, me surpreendo em situações em que a análise de mim mesmo me traz inúmeros questionamentos negativos. Eis que há tempos me questiono acerca do filme que retrata a vida de Francisco Cândido Xavier e a simples não inclusão do mesmo na programação do cinema local da cidade onde resido, Garanhuns, Pernambuco.

Me pergunto: Por que não me posicionei antes a respeito e até mesmo não alicercei algum tipo de cobrança por maiores explicações? Poderia indagar acerca de várias justificativas, mas prefiro assumir que optei pela omissão. Mas como muito se diz por tempos pretéritos, “Nunca é tarde”! Pois bem, eis me aqui para redimir-me comigo mesmo. Assusta-me ainda nos tempos atuais cercados por “modernidades” e “por pré-conceitos sobre preconceituosos” deparar-me com tamanho absurdo.

Creio não caber aqui discussão de méritos e posicionamentos religiosos, até porque, embora seja absolutamente um espírita, acredito num Deus único cuja presença está em todos os locais onde se busca a prática da caridade e a crença em valores morais sólidos. Li em algum dos múltiplos blogs espalhados por aí uma justificativa da administração do Cine Eldorado, onde esclarece que a não exibição deveu-se ao fato de que a distribuidora do filme, a Downtown filmes, teria feito exigências contratuais difíceis de serem adotadas, incluindo o não interesse capitalista em função do preço da entrada aqui ser bem menor do que em outras salas de cidades maiores. A mesma distribuidora de filmes como “Divã; Lula, o filho do Brasil; Meu nome não é Johny” e muitos outros que tiveram estréias nacionais e/ou exibições, neste mesmo Cine Eldorado. Incoerência? Incongruência? Não sei mais...

Resta-me lamentar e entristecer-me por tão retrógrada postura daqueles que em nossa cidade, representam a “sétima arte”, termo este, criado porr Ricciotto Canudo no Manifesto das Sete Artes, em 1911 exatamente para contrapor o pensamento predominante, naquela época, inicio do século XX, de que se tratava da arte apenas dos iletrados e das massas. De que valem os termos, os manifestos, as massas, se as decisões ainda cabem à cabeças nada democráticas e pouco pensantes??

Felizes são as mais de 3 milhões de pessoas que assistiram a este belo filme em todo o mundo! Para mim, pra você que também nao compreende o que esta claramente compreensível, fica a mensagem belíssima do próprio Chico Xavier:

Perdoa agora, hoje e amanhã, incondicionalmente. Recorda que todas as criaturas trazem consigo as imperfeições e fraquezas que lhe são peculiares, tanto quanto, ainda desajustados, trazemos também as nossas."

NOTA DO BLOG: A direção do Cine Eldorado, através deste mesmo blog, explicou numa nota o porquê do filme "Chico Xavier" não ter sido programado para Garanhuns. Segundo os responsáveis pelo cinema, a distribuidora privilegiou as grandes capitais e fez exigências que não foram possíveis cumprir aqui na cidade. Se Jalmir ou outra pessoa interessada consultar os nossos arquivos poderá ler a referida nota na íntegra.

2 comentários:

  1. Não precisa publicar este post.
    Divulgue a reunião de amanhã por favor.
    Reunião da BlogGar amanhã, terça-feira (22/06) às 19h30min na Pizzaria Due Fratelli.
    Tivemos pouca participação na última reunião do dia 11/06. Participaram além de mim: Calvino, Welligton, Daniel e o professor (que me fugiu o nome agora). Portanto gostaria de pedir que todos façam uma forcinha para estar presente, pois estamos precisando formalizar a Bloggar e discutir os parâmetros da rede.
    Beijos
    Patty Martins

    www.aquinacozinha.com
    www.twitter.com/aquinacozinha

    ResponderExcluir
  2. Prezado Roberto, meu objetivo não é em hipótese alguma gerar polêmicas envolvendo o filme primoroso sobre a vida de Chico Xavier. Li sim atentantamente a explicação publicada em seu blog, dada pela Direção do Cine eldorado, e somente depois de ler, foi que escrevi minha crítica, que tem como único objetivo, provocar a reflexão por parte de todos sobre o acontecimento. Reflexão esta quem tem que fazer parte do cotidiano de nossa população em todos os aspectos, afinal, nós mesmos somos os responsáveis pelo que construiremos para o amanha, para nossos filhos, netos, ... e consciência crítica, racional, aquela que analisa a informação e nao apenas a aceita como correta, é fundamental!Grato pelo espaço.

    ResponderExcluir