SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

terça-feira, 25 de maio de 2010

PREFEITO TAMBÉM É PEDINTE

Nas pequenas cidades do Agreste Meridional é comum dezenas de pessoas ficarem todos os dias a espera do prefeito só para pedir. Um trocado, dinheiro para o remédio, pagamento de uma conta de luz ou água, ajuda numa cirurgia, cimento, tijolo, telha... A lista é longa. Tem gente até que pede para o governante "fazer o motor do carro", que está na retífica. Os gestores, vivem, portanto, acuados pelos eleitores e é impossível atender todo mundo. Acontece que o prefeito também tem o seu dia de pedinte, como aconteceu recentemente na marcha que os dirigentes municipais fizeram em Brasília. Leia o relato de uma das pessoas que estava lá na Capital Federal, a prefeita de Bom Conselho, Judit Alapenha:

PEREGRINAÇÃO EM BRASÍLIA

Participei da XIII Marcha dos Prefeitos à Brasília em Defesa dos Municípios, e o sentimento desta vez foi diferente do que ocorreu em outras marchas. Os avanços foram tímidos, devido à indisposição do Governo Federal em ceder algumas conquistas para os municípios. As principais reivindicações dos municípios não foram atendidas, a saber: a regulamentação da Emenda 29 e a divisão justa dos Royalties do petróleo, que hoje encontram-se concentrados nas mãos de 29 cidades e 5 estados. Sobre a estabilidade do FPM, houve apenas uma sinalização discreta, com o envio para o Congresso Nacional de Projeto de Lei Complementar, que dispõe sobre a alteração da Lei Complementar 62/1989, para estabelecer uma sistemática de equalização para a entrega de valores ao FPM.

Na minha análise, a programação mais proveitosa foi a participação dos 3 principais presidenciáveis no evento. Dilma Rousseff, José Serra e Marina Silva responderam às questões formuladas pelos representantes dos municípios. Esse momento foi especialmente importante, pois a partir daquela breve impressão pudemos sentir como cada candidato pensa conduzir a questão municipalista, descontadas as pretensões eleitorais contidas em cada discurso.
Marina Silva, em particular, me chamou a atenção. É uma candidata competitiva, ao contrário do que muitos pensam. Mostrou-se ser uma política hábil, séria, e conhecedora dos problemas e das soluções que o nosso país possui. Vai dar trabalho nessas eleições, se o povo souber compreender sua mensagem nos guias de TV.

É uma pena que um evento deste porte não tenha sido tão bem aproveitado desta vez. Enquanto o Governo Federal não entender que é no município que se resolvem os principais problemas da população, e não repassar recursos e responsabilidades para os gestores municipais, nosso país vai estar no rumo errado. Com o presidente Lula avançamos muito na questão municipalista, mas precisamos fazer mais, continuando o mesmo modelo de gestão implantado por ele, e seguindo com as conquistas municipais de forma mais acelerada. Os municípios agradecem!


Nenhum comentário:

Postar um comentário