SEBRAE

SEBRAE
SEBRAE

ALEPE

ALEPE
ALEPE

quinta-feira, 13 de maio de 2010

PADRE ALDO FECHA COM JARBAS

Filiado ao PMDB, mesmo partido de Jarbas Vasconcelos, o prefeito de São Bento do Una, padre Aldo Mariano, confirmou hoje, ao jornalista Inaldo Sampaio, o seu apoio à candidatura do senador ao Governo do Estado. O vice-prefeito de São Bento, José Almeida, apesar de não ser brigado com o religioso, ficará em outro palanque e apoiará o projeto de reeleição de Eduardo Campos. Claramente se trata de uma estratégia por conta da eleição de 2012, já que os principais adversários do prefeito, como Paulo Bodinho, Paulo Afonso e Washington Cadete, são aliados da gestão socialista. Com o neto de Arraes favorito na disputa de 2010, Aldo Mariano quer evitar o isolamento. Como não é mais candidato, pois já foi reeleito, pegou pessoas do seu grupo que podem compor a chapa majoritária e liberou para fazer campanha para o PSB.

*A foto foi publicada originalmente no Blog de Inaldo Sampaio.


3 comentários:

  1. Esse é um tremendo cara de pau oportunista de primeira linha. no passado era PT

    ResponderExcluir
  2. Normalmente os comentários com este teor, agressivos e de cunho pessoal, ainda mais anônimos, não são publicados. É muito fácil atacar qualquer pessoa usando um capuz para esconder a cara. Aproveito, no entanto, para eu mesmo dar uma resposta, já que talvez o padre ou seus assessores não acompanhem o blog.
    Conheço padre Aldo Mariano desde a campanha eleitoral, quando ele ainda sonhava em ser prefeito. Depois de eleito, acompanhei bem seu primeiro mandato. Encontrou São Bento do Una numa situação de calamidade pública. Nada funcionava, dívidas por todo lado e até os telefones do Município estavam cortados, inclusive dos prédios da prefeitura e hospital. Pe. Aldo regularizou os pagamentos com os funcionários e fornecedores, recuperou e construiu novas escolas, botou o hospital pra funcionar, construiu quadras poliesportivas, revitalizou as festas, inclusive a Corrida da Galinha, que tinha acabado, asfaltou todo o centro urbano, enfim, deu à cidade uma nova cara e recuperou a autoestima do seu povo. Por isso foi reeleito com uma votação esmagadora. O segundo mandato não tenho acompanhado, mas sei que da mesma maneira dos prefeitos de
    Garanhuns, Lajedo, Bom Conselho e da maioria dos municípios encontra dificuldades, pois 2009 não foi fácil pra ninguém. Também está sofrendo uma oposição muito forte, liderada pelo vereador Washington, Paulo Bodinho e os correligionários de Paulo Afonso.
    Pe. Aldo na juventude realmente foi do PT e ainda hoje mantém laços de amizade com medalhões do partido, como Humberto Costa. Mas se elegeu pelo PMDB, devido às circunstâncias locais e tem se mantido fiel à legenda. Ele certamente não é santo, porque na política não existe espaço para santidade. Dentro do que temos na política, porém, principalmente neste Agreste, é um dos melhores quadros que temos. Não concordo que ele seja oportunista. Se o fosse teria aderido a Eduardo Campos, pois teve muitas oportunidades para isso. Há muito tempo não tenho contato com o prefeito nem nenhum assessor, não tenho hoje uma mísera propaganda da prefeitura de São Bento no meu jornal, mas achei meu dever fazer justiça ao padre. Ele tem defeitos porque é humano e fazer política sem se arranhar é impossível, mas teríamos outro Brasil se todos os governantes tivessem pelo menos um pouco da integridade de Aldo Mariano.

    ResponderExcluir
  3. Perfeito Roberto, acho que São Bento do Una juntamente com Lagoa do Ouro serão as únicas cidades do estado que darão vitoria a Jarbas, isso por causa da força dos prefeitos atuais, é uma pena para o agreste padre Aldo não ter aceito o convite para ser candiato a deputado.

    ResponderExcluir